quinta-feira, 7 de março de 2013

Romário detona Marin




"Em sua primeira entrevista como presidente da Comissão de Turismo e Desporto, o deputado Romário respondeu de forma irônica e agressiva às acusações do presidente da CBF, José Maria Marin:
“Um cara que rouba medalhas e energia de um vizinho não tem moral para falar de Romário ou de qualquer deputado nesta Casa”.
Na última terça-feira, Marin declarou que como jogador Romário foi exemplar, mas como deputado não tinha expressão.
“Esse presidente (Marin), que tem seu passado ligado à ditadura, não tem moral para nos criticar”, reforçou Romário.  “Dá pena que uma instituição como a CBF passe suas diretorias de um ladrão para outro”.
Referindo-se a próxima eleição para a Confederação Brasileira de Futebol, o deputado do PSB/RJ disse que “será uma eleição comprada e continuará em mãos erradas”.
No ataque, Romário disse que pessoas como Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo del Nero  - que é apontado como futuro presidente da CBF -  “não são nomes saudáveis ao nosso futebol”.
Sobre o pedido de CPI da CBF que Romário protocolou no ano passado, o deputado disse que insistirá com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, para que coloque seu requerimento entre os prioritários.
“Estarei sempre no calcanhar do presidente Henrique para ver se conseguimos instalar essa CPI”, afirmou.
Um dos temas que deverá provocar grande discussão na Comissão de Turismo e Desporto da Câmara refere-se ao perdão da dívida fiscal dos clubes, projeto anunciado pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que em breve será enviado ao Congresso Nacional.
“É verdade que os clubes passam por dificuldades, mas não sou a favor de isentá-los do pagamento de dívidas fiscais. Precisamos encontrar uma fórmula para o problema, mas também criar legislação que responsabilize os dirigentes nesses casos”, encerrou Romário. "

Fonte: Blog do José Cruz/UOL

Nenhum comentário: