sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Contagem regressiva

Faltam poucas horas para o presidente mais popular da história do Brasil deixar de presidente. Mas não necessariamente sair de cena. Eu que por muitas vezes o critiquei aqui, vou sentir falta de Lula em nosso dia a dia. Como muitos sabem sou um ex-eleitor do PT. Mas é inegável que durante os 8 anos do governo Lula tivemos muitos avanços. E também muitas decepções. No cômputo geral, apesar de Sarney, Zé Dirceu, Renan Calheiros, Collor e outros menos citados, dou uma nota 7 para o "sapo barbudo".
Agora é esperar até quando vai a paciência de Dilminha. Até porque seu ministério é recheado de gente indicada por Luis Inácio.
E alguém acha que Lula vai sumir de verdade???

Brasileiro ganha a São Silvestre


O brasileiro Marilson dos Santos quebrou o jejum de 3 anos, e acaba de se tornar tricampeão da tradicionalíssima Corrida de São Silvestre.

Feliz ano novo!!

(Foto da festa do Reveillon da Índia)

Quero primeiramente agradecer aos amigos do Sociedade que nos aturaram mais um ano. Apesar de todas as dificuldades do dia a dia, tentamos trazer informação, bom humor, leveza, música, nostalgia, reflexão e alegria.


E o saldo é extremamente positivo. Nossa equipe com os 5 editores, além de vocês que nos trazem sugestões, informações e reclamações, saiu vitoriosa. Aqui não temos a pretensão de concorrer com ninguém. Por algumas vezes neste ano pensamos em "fechar as portas", mas a partir do momento que relaxamos, a coisa ficou melhor.


Este blog que começou comigo e Gustavo no dia 1º de janeiro de 2009, este ano se fortaleceu. Terminamos 2010 consolidados, e com as presenças ilustres e especiais de Walnize Carvalho, Claudio Kezen e Celso Vaz. Meu muito obrigado aos 4 amigos!


Um 2011 de muita saúde, harmonia e sabedoria para todos os amigos do Sociedade!

É tempo...já não é sem tempo


Walnize Carvalho
É tempo...
De comemoração.
De despedir-se de mais um ano que se foi e renovar pedidos.
Já não é sem tempo...
De reflexão.
De dar boas-vindas ao ano que chega e agradecer conquistas.
É tempo...
De encontrar amigos e festejar este momento sublime.
Já não é sem tempo...
De ir ao encontro de si mesmo e celebrar a cada instante o dom da vida.
É tempo...
De ofertar presente como prova de amizade.
Já não é sem tempo...
De ser presente na vida do próximo exercitando a qualquer tempo a solidariedade.
É tempo...
De arrumar e faxinar gavetas.
Já não é sem tempo...
De abrir a mente e dar uma limpeza geral nos seus conceitos e preconceitos.
É tempo...
De rasgar papéis entulhados e desnecessários.
Já não é sem tempo...
De arrancar folhas de rancor, intolerância e desamor do seu caderno de anotações.
É tempo...
De adquirir uma agenda nova e ficar ansioso por anotar compromissos.
Já não é sem tempo...
De olhar as páginas em branco da nova agenda e refletir sobre o mistério dos dias que virão.
É tempo...
De abrir janelas para ver o tempo lá fora e torcer para que a estação traga dias ensolarados.
Já não é sem tempo...
De escancarar as portas dos sentimentos e olhar seu “tempo interno” agradecendo a chuva (seus momentos de introspecção) ou o sol (seus momentos de alegria).
É tempo...
De recomeço e já não é sem tempo de reconhecer que todo recomeço traz em sua bagagem um perene exercício de aprendizagem.

Postagens marcantes do ano- JULHO

24 DE JULHO- "O caipira e o doutor"
Quanta simbologia o encontro promovido pelo "dotô" Ricardo Teixeira e o técnico Murici Ramalho.
De um lado o "dono do mundo", o pior tipo de ignorante: o ignorante poderoso.
Figura comum nos vários níveis sociais brasileiros, o ignorante poderoso acha que pode passar como um trator por cima de tudo e todos. Egresso do mercado financeiro, do lucro fácil, Ricardo Teixeira acredita na lei da selva, e contrariado com a recusa do caipira em lamber suas botas, não teve a gentileza de estender-lhe a mão.
De outro, o caipirão Murici. Ex jogador e técnico experiente , este mal humorado assumido impôs sua competência, seriedade por onde passou.
Vitorioso como ele só, não é nada bobo. Muito pelo contrário: farejou na sua matreirice a arapuca armada pelo "coroné" do futebol brasileiro: você assume uma estrutura sem comando unificado, sem planejamento e amadora, corre o risco de ganhar ou perder e segura o pepino em caso de fracasso
Acontece, que o caipirão Murici é um dos profissionais mais qualificados do mercado brasileiro, e a proposta da amadora CBF não lhe seduziu em vários aspectos. Acostumado a lidar com diretorias de clubes como o Inter e o São Paulo, amplamente superiores em qualificação e profissionalismo à CBF não se deixou seduzir
Perplexo, Ricardo Teixeira teve que engolir o imponderável "não" do caipira Murici.
Como dizia o saudoso João Saldanha: vida que segue...
Postado por Claudio Kezen

MESMA DATA- "A freira e o guarda chuva"
A mulher saiu à rua.
A tarde chuvosa não lhe dava assunto para crônica. Caminhava devagar pela rua vazia.
Seguia pela calçada fugindo da água e dos “banhos” de lama provocados pelos motoristas dos carros que passavam.Carros de vidros escuros e fechados .
Ela e seu guarda chuva preto.
Ao dobrar a esquina, o vento sul envergou o seu protetor.
Nesse momento, cruzou por ela na calçada, uma freira: hábito preto, sandálias franciscanas .
O mesmo vento que fazia o seu guarda chuva rodopiar, levantou o véu da freira.
Por um momento, um balé sincronizado : A freira .O véu. A mulher. O guarda chuva
Postado por Walnize Carvalho

24 DE JULHO- "EXCLUSIVO, EXTRAORDINÁRIO, BOMBÁSTICO!!!!"
Fontes seguras acabam de informar ao blog que uma reunião secreta acontece em uma casa, que fica em uma rua, que fica em um bairro desse município. A fonte não soube assegurar bem do que se trata, mas adianta que não ficará pedra sobre pedra após o encontro. Disse ainda que o assunto é bombástico e que vai mudar a vida de todos nós...uma coisa assim que só esperando para ver no que vai dar...É Fantástico, extraordinário e com toda exclusividade para nós.
Ninguém desliga o computador e fica ligado aqui que volto ao assunto em minutos.
Horas talvez...
Amanhã quem sabe...
Tá bom... até o fim da próxima semana.
Aguardemmmmmmm!!!!
Postado por Celso Vaz

25 DE JULHO- "NASCE MAIS UM BOBO NO CIRCO"
Você caro amigo, acredita que um Schumacher, Senna, Prost, Mansel e Piquet dariam declarações como essa? Dariam a ultrapassagem?
Como bem disse o blogueiro Marcelo Bessa, Massa acaba de igualar-se ao pé-de-chinelo do Barrichello.
Quem tinha tudo para ser um ídolo representando uma nação de apaixonados pelo automobilismo, será mais um bobo da corte desse "Circo" chamado F1.

Uma pena para nós brasileiros...uma pena.
Atualização às 13h48 - A Ferrari acaba de ser multada e a atitude dos pilotos será investigada, podendo haver punições. Espero que a Federação Internacional de Automobilismo não deixe isso barato mesmo. Algo precisa ser feito e de forma enérgica.
Até mesmo a Rede Globo que paga, e muito caro, para poder transmitir as corridas deveria entrar no circuito com alguma declaração oficial da emissora, repudiando tal atitude que atinge diretamente seu público alvo e seus patrocinadores.
Postado por Gustavo Rangel

MESMA DATA- "Semelhanças"
Cada vez mais me convenço que a Dilma do Lula é o Dunga do Ricardo Teixeira.
Se der certo, eu ganhei!
Se der errado, ela perdeu!
Também podemos fazer outra leitura:
*Se der certo, ele é bestial!
Se der errado, ele é uma besta!
*D'après Otto Glória.
Postado por Claudio Kezen

31 DE JULHO- "Rola no Twitter"
"Agora que é contra a lei bater em criança como vão fazer pro recém-nascido chorar?"- Danilo Gentilli- em homenagem ao amigo e blogueiro Marcelo Bessa que escreveu ótima postagem sobre o assunto em seu espaço.
"Advogado de Bruno diz que goleiro odeia o Flamengo" - Pô! Logo agora que ele está tão próximo da torcida? - do Kibeloco.
"96% das pessoas bonitas do Twitter são feias q tiraram uma boa foto"- Rafinha Bastos.
"Não há maior solidão do que se arrepender tarde demais."
"Manicure sádica: "me avise se doer"."- As duas de Fabricio Carpinejar.
"O que leva uma pessoa a criar um perfil fake? Qual é a graça de ejacular com o pênis alheio? "- Bruno Mazzeo
"Eu, o Edson Celulari e o Alexandre Frota jogamos no mesmo time. Forte abraço"- Renato Gaúcho (com direito a foto dele com Claudia Raia)."
Postado por Neto Cordeiro às 12:39

Já fez a sua?

É assim: toda virada de ano, todo mundo vai lá e faz aquela promessa de mudar isso, fazer aquilo, parar com isso e tal. Ganhei e repasso aos amigos uma lista com os Top 5 das promessas de ano novo que, quase nunca, são cumpridas:



5) Eu prometo parar: Clássica em qualquer lista, o "parar" é revisitado anualmente por todos aqueles que se engajam em melhorar. Parar de fumar, parar de beber, parar de comer demais, parar de dormir tão tarde, parar de sair todas as noites, parar de gastar tanto dinheiro em coisas supérfluas... O ato de "parar" significa querer se livrar do que você considera pior na sua rotina diária. Ou ainda, o que os "outros" consideram pior em você. Querer se livrar de "maus hábitos" é uma das mais características promessas de ano novo, e também uma das menos cumpridas. È aquela promessa que fazemos para todos, menos para nós mesmos.

4) Eu prometo mudar: Chega! Chega desse namorado, dessa amante, desse apartamento, desse emprego, dessa vida! Promessas de mudança são as mais factíveis. Quem quer mudar, geralmente usa o final de ano como desculpa universal para chutar aquilo que mais o incomodou nos derradeiros 12 meses que antecederam a promessa. Com justificativas quase astrais, a mudança vêm acompanhada de novas posturas, novas roupas e um novo conjunto de atitudes. Tudo muito bonito, muito novo e muito suscetível a ir por água a baixo quando no ano seguinte os velhos fantasmas voltam a bater a porta.

3) Eu prometo ser: "Prometo que em ___ serei mais paciente". Se você substituir o ano pelo seguinte, terá minha mais reciclada promessa de final de ano. Se paciência você já tem, pode alterar para qualquer característica que lhe falte. Tem quem peça para ser menos reclamão, tem quem ache que conseguirá dar mais valor ao que já tem, e tem até mesmo os que juram de pé junto que no próximo ano serão pessoas mais abertas, mais felizes, mais pacíficas, mais justas. Vale qualquer uma dessas balelas, mas mudar que é bom é outra história.

2) Eu prometo começar: Que mulher não prometeu começar uma dieta no ano seguinte? Que homem não jurou de pé junto que vai voltar a praticar algum esporte a partir de janeiro? A grande questão é que começar é fácil, continuar é que beira o impossível. Particularmente, prometi que começaria a ler um número x de livros por mês, lá por maio isso desandou de tal forma que juro que nunca estipulei o "x". Entretanto, o final do ano comanda meu subconsciente a novamente fazer uma promessa de começo, quem sabe dessa vez eu crie o hábito, quem sabe ano que vêm tudo seja diferente, né?

1) Eu prometo cumprir: Eis que surge a fatídica promessa do "cumprimento". Porque não basta sapatear pelas afirmações acima, tem que jurar que vai cumprir. Geralmente isso envolve abrir para os amigos e familiares tudo o que você acredita que vai fazer no ano seguinte. Como se buscássemos juiz-juri-e-carrasco nas pessoas próximas, prometemos cumprir nossos votos de transformação e queremos ser cobrados caso nos desviemos deles. Porém, como todos fazemos as mesmas listas, acabamos virando o ano em ato de cumplicidade. Parceiros no crime, saímos fora de nossas próprias promessas, esperando que quem sabe uma ou outra vingue ao longo dos próximos 365 dias. Mas olhe lá hein, promessa é dívida!

E aí? Já fez a sua para 2011?
Feliz Ano novo a todos os amigos do Sociedade!!!
Saúde e paz, o resto todo mundo corre atrás!!!, ok?!?!?!?

Relembranças


A primeira vez que aqui no Sociedade um escrito meu se "apresentou" foi pelas mãos da querida Ana Paula Motta:"Uma certa estrela vermelha" em (05/07/2009).Com o aval, dos "meninos"eles continuaram a se "exibir".Mas foi em 27 do 07 deste ano(que hora se finda) que a convite de Neto(com aprovação dos "meninos") que passei a ser uma das editoras(chic,né!?!)Só pra descontrair,gente!... pois postei "Lua cheia em São Tomé" do meu pai- Waldir Carvalho-(na data de seu aniversário).Hoje, 31 de dezembro venho publicar (cheia de saudade) um texto dele, já que na data de hoje (há três anos)ele partiu:

Mansidão de pássaros

Waldir Carvalho

Manhã
Canto de pássaros lá fora.
Canto feliz !

Como naquelas manhãs:
Nada muda ,
Tudo fala,
A mesma coisa ,
No mesmo tom de alegria ,
E a felicidade , por bondade ,
Está presente .

Que bom morrer como um passarinho !
Na pausa de uma cantoria,
No auge de uma louvação de amor !

A humana criatura é tão rica
E tão pobre:
Tem tudo para fazer tudo ,
Sem ser tudo .
Não vai além do quase nada ,
Nesse nada que é tudo .

Busca lá fora,
O sorriso,a canção,a ternura ,
O amor,a paz,a igualdade ,
Busca ,enfim ,
A felicidade .

Não vê cá dentro ,
No que tem de profundo ,
A própria essência do mundo ;
Não sente
nos reais poderes seus ,
A presença feliz ,
E redentora de Deus!

Os pássaros não mudam.
Só o homem quer mais
Anseia e se perde na sua ambição;
Tantas são as graças que recebe ,
Poucas são as oferendas que faz .

Cansado do planeta ,
Que viver noutros planos,
Nas alturas;
Não eleva o pensamento :
Faz-se aeronauta ,astronauta ,
Faz-se cosmonauta,
Faz loucuras!

Os passarinhos,
Ricos de alegria, de paz, de amor,
De ternura, vive no igual ;
Não inventam,
Não lamentam,
Brincam de pique no espaço sideral .

Pela ausência do mal ,
Pela presença do bem ,
Vale muito a pena ,cantar também.

Postagens marcantes do ano- JUNHO

30 DE JUNHO- "Garotinho azeda o doce e concorre a federal"
O ex-governador Anthony Garotinho anunciou agora há pouco que será candidato a Deputado Federal e não mais ao governo do Estado. O professor Fernando Peregrino, presidente do Instituto Republicano vai concorrer ao governo.
E o Pudim? Azedou?
Postado por Celso Vaz às 19:40

29 DE JUNHO- "Em comum... "
Sabe o que há em comum entre a política de Campos e as Vuvuzelas da África do Sul?
As duas são tão chatas que ninguém mais aguenta.
E segue o rumo...
Postado por Gustavo Rangel às 12:30

28 DE JUNHO- "TRE bate o martelo e Rosinha passa o bastão"
Do site NF10:
"A prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, terá que deixar o cargo. Agora há pouco o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ) negou o embargo de declaração da prefeita, instrumento jurídico que tentava reverter a decisão do próprio TRE/RJ, do dia 27 de maio, que cassou seu mandato e a tornou inelegível por três anos sob a aletação de abuso de poder econômico e práticas panfletárias da rádio e do jornal “O Diário”, durante a campanha nas eleições 2008.
A decisão do TRE aconteceu há instantes. A votação que rejeitou o recurso da prefeita terminou 5x0, ou seja, por unanimidade o Tribunal decidiu que Rosinha Garotinho e o vice-prefeito, Doutor Chicão, sejam afastados de seus cargos. A prefeita pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Enquanto o TSE não se pronunciar, o presidente da Câmara de Vereadores, Nelson Nahin, deve ser notificado oficialmente pelo TRE para assumir a prefeitura."
Postado por Gustavo Rangel às 11:26

27 DE JUNHO- "FIFA, esta velha cafetina"

"No mundo da baixa prostituição, os cafetões e as cafetinas são os digamos "agenciadores" das moças e rapazes da chamada "vida fácil". Em muitos casos, as moças principalmente, vivem em estado de semi escravidão, pagando ao cafetão ou cafetina a maior parte de que ganham.
Vendo o gol da Inglaterra, não marcado pelo bandeirinha, esta imagem me veio imediatamente à cabeça. A bola entra cerca de meio metro dentro do gol, mas ainda assim não foi validado.
Tudo isto se passa por razões conhecidas: a resistência da FIFA em fazer uso da tecnologia para dissipar dívidas ocorridas no campo de jogo. E por que isso acontece? Porque a velha cafetina administra o futebol com mão de ferro, não ajudando as federações nacionais com um centavo que seja, programas de treinamento, ou qualquer tipo de estímulo ao esporte.
Ela apenas pega um produto acabado, as seleções, e faz seus torneios que lhe rendem zilhões em patrocínios, cotas de televisão, etc. Vale lembrar, que as federações tam bém são parasitas, porque os verdadeiros formadores dos atletas são os clubes e estes sim, deveriam ser apoiados pelas milionárias federações e a poderosa FIFA.
E assim, as impotentes seleções devem de forma subserviente acatar tudo que a cafetina velha impor, sob pena de sofrer sanções draconianas.
Cafetinagem no mais puro estado.
Postado por Claudio Kezen

26 DE JUNH0- "Replay"
"Nesta altura do campeonato, sendo hoje sábado – dia que sucede ao terceiro jogo da Copa do Mundo – certamente terei poucos leitores.
Os que buscam leitura nos blogs estarão entediados.
Abrirão sites, emails e fixarão os olhos em notícias de tuuuudo, menos de esporte.
Assim sentindo-me não observada e por poucos lida, torno-me altamente confessional. Saudosista mesmo.
Tranco-me no meu quarto. Coloco um Cd de Elis para tocar e em estado de letargia entro no campo das recordações.
Volto no tempo. Final da Copa de 82.
Revejo a sala de TV.
Meus meninos (9 e 10 anos) na companhia do pai e do padrinho deles (meu tio Waldenir) formando uma torcida fraterna e entusiasmada.
Enquanto não tem início a partida, o tio vai à cozinha e prepara pipocas para a turma toda .Risos... Euforia... Expectativa. Um espocar de felicidade.
Em seguida, retorna à sala contando para os guris as conquistas brasileiras dos anos 58, 62 e 70. Pelé e Garrincha são lembrados com entusiasmo.
Silêncio total. O hino nacional brasileiro começa a ser executado. E inteiro.
Remexo no vestiário das lembranças e ouço as evocações dos meninos:
- Vamos lá, Falcão!
- Mostra raça, Zico!
- Chuta com garra, Sócrates!...
E a bola rola. Gritos. Algazarra. Silêncio. Lágrimas ...
O Brasil perde para a Itália.
Os meninos são acalentados pelo padrinho com a sentença de que outras copas virão e que tudo pode mudar...
Copa de 94. O tio já não estava entre nós e, finalmente, os garotos (já adultos) sentiram o gosto da vitória.
Reabro os olhos. Percebo a música no ar.
Os versos da canção ecoam em meus ouvidos e servem de lição para o jogo da vida:
“Vivendo e aprendendo a jogar/ Nem sempre ganhando/ Nem sempre perdendo/ Mas aprendendo a jogar ...”
Postado por Walnize Carvalho

Pro dia nascer feliz


Pro Dia Nascer Feliz
Composição: Cazuza / Frejat

"Todo dia a insônia me convence que o céu
Faz tudo ficar infinito
E que a solidão é pretensão de quem fica
Escondido fazendo fita
Todo dia tem a hora da sessão coruja
Só entende quem namora
Agora 'vão bora'
Estamos meu bem por um triz pro dia nascer feliz
O mundo acordar e a gente dormir, dormir
Pro dia nascer feliz
Essa é a vida que eu quis
O mundo inteiro acordar e a gente dormir
Todo dia é dia e tudo em nome do amor
Essa é a vida que eu quis
Procurando vaga uma hora aqui, a outra ali
No vai-e-vem dos teus quadris
Nadando contra a corrente só pra exercitar
Todo o músculo que sente
Me dê de presente o teu bis
Pro dia nascer feliz
O mundo inteiro acordar e a gente dormir, dormir"
Com esta composição,cujo nome usei para todas as manhãs saudar um novo dia(com pensamentos e imagens)desejo um Feliz Ano Novo Para os amigos do Blog.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Drummond e o Ano que virá...


Receita de Ano Novo
Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?).
Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Postagens marcantes do ano- Maio


Dia 27 de maio- "Rosinha é cassada"
A prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, acaba de ter seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral. A decisão foi por 4 a 3, mas ela ainda se mantém no cargo. A cidade volta a viver momentos de apreensão por conta de uma possível nova eleição em um futuro bem próximo. O ex-governador Garotinho também entrou na leva e os dois são acusados de usarem meios de comunicação de forma ilegal para campanha.
Vamos aguardar...

Postado por Celso Vaz

"Para inglês ver..."

Com todo respeito ao Poder Judiciário, acho que a decisão de hoje que cassa Rosinha e, teoricamente, pode dificultar o retorno de seu marido ao Governo Estadual, não vai dar em nada. Serve única e exclusivamente para movimentar um pouco a cidade, vender jornal, político falar mais besteiras e, acima de tudo, encher o bolso dos advogados. Só eles saem ganhando mesmo...
Não estou em Campos, mas soube que houve foguetório em alguns locais. Tudo dentro da normalidade, levando-se em conta o fiasco que vem sendo o atual governo. Só acho que esse pessoal que está gastando dinheiro com os fogos deveria ser mais cauteloso. Rosinha continuará no cargo até o recurso ser julgado. E junto com ela, a letargia que os campistas estão acostumados. Não devemos esquecer que duas cidades próximas de Campos vivem momentos parecidos: Rio das Ostras e Cabo Frio, onde inclusive chegou a ser marcada a posse do deputado Alair Corrêa, antes de uma liminar obtida pelo ainda prefeito Marquinho Mendes.
Ou seja, muita água ainda vai rolar embaixo dessa ponte.
E malas e malas de dinheiro viajarão de carro, ônibus, avião......

Postado por Neto Cordeiro


1º de mais- "O PSDB e o 1º de maio"
O PSDB de 2010 é um partido diferente do PSDB de 2005. Agora, critica Lula por ter convertido o 1º de Maio em evento eleitoral. Antes, fazia a mesma coisa.
O homenageado de então era o tucano Geraldo Alckmin, à época governador de São Paulo e aspirante ao cargo de presidente da República.
Alckmin foi ao palco ao lado do presidente da central, o hoje deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT).
Paulinho da Força, como é conhecido, era na ocasião um crítico voraz da gestão Lula.
Leia todo o artigo do Josias de Souza aqui.
Postado por Claudio Kezen

20 de maio- "Sociedade entrevista....Léo Gandelman"

Saxofonista, produtor, compositor e arranjador, a música sempre esteve presente na vida de Leo Gandelman, artista que se apresenta neste sábado no SESI Campos em mais uma noite de boa música naquele espaço.
O artista tem se dedicado ao lançamento do novo projeto em CD e DVD “Sabe Você” pela EMI Music Brasil, numa releitura de baladas brasileiras contando com participações especiais de grandes nomes da MPB.
Antes da apresentação na planície, Leo responde ao “ping-pong” aqui do Sociedade Blog e revela algumas curiosidades, como sua paixão pela fotografia e pela culinária.

Gustavo Rangel - Na adolescência você já tocava na Orquestra Sinfônica Brasileira quando teve um flerte com a fotografia. Como se deu esse processo?
Leo Gandelman - A fotografia foi a minha primeira profissão. Me encantei com a máquina fotográfica quando ainda estava no Ginásio e a experiência foi extremamente produtiva. Foi a primeira vez que entrei em contato com o processo criativo, com a possibilidade de preencher o vazio do papel branco com minhas próprias ideias.
GR - Seu filho Miguel de 26 anos já conta com uma carreira internacional. Como está sendo esta experiência de pai-coruja?
LG - Estou muitíssimo feliz com o rumo da carreira do Miguel e também da Clara, minha filha que tem 28 anos, mora em Londres e é banqueira de operações de investimento no UBS . Ter filhos bem resolvidos é o melhor presente para um Pai!
GR - Um músico com base na música instrumental tende a prestar pouca atenção às letras de uma canção?
LG - É bem verdade que a musica está em primeiro plano sempre para um musico.Mas quando a letra é boa, ela se sobressai, chama a atenção e envolve também !
GR - Por ter nascido em uma casa de músicos (pai e mãe) era inevitável para você se tornar um músico também?
LG - A música pra mim foi realmente um destino...se não fosse músico, seria um fotógrafo ou cozinheiro.
GR - Seu disco Solar vendeu 100 mil cópias, o que para a música instrumental é um marco. O que falta para a música instrumental se tornar mais popular entre os brasileiros? É possível?
LG - A arte alternativa de uma forma geral, tem acesso restrito em função de não fazer parte da mídia massiva, hoje tão excludente. O Brasil é um pais monofásico onde não existe espaço na mídia massiva para a visibilidade de sua pluralidade criativa.
GR - O que você pensa da afirmação de que música instrumental é música feita mais direcionada aos músicos?
LG - Acho absolutamente falsa, e acho que o meu trabalho é uma boa mostra disso. O brasileiro é altamente musical e tudo é uma questão de oferta, de fazer com que o som chegue no ouvinte, o resto é um processo natural.
GR - Você virá à Campos acompanhado da renomada pianista Maria Teresa Madeira. O que o público poderá esperar dessa apresentação e do repertório?
LG - Um dueto recitalista clássico com lindas músicas de Villa Lobos, Radames Gnattali, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Tom Jobim...
Postado por Gustavo Rangel

8 de maio- "Dia dos filhos"
Movida, talvez pela data comemorativa – Dia das Mães – deixo a emoção e a pieguice falarem mais alto.
Decreto por conta própria, que se seja instituído os Dia dos Filhos, pois sem eles não mereceria receber os “louros” desta data.
Assisti certa vez a peça teatral “Uma relação tão delicada” onde mãe e filha há um certo tempo de suas vidas invertiam seus papéis.
Assim se dá comigo e creio que com muitas mulheres-mães de minha faixa etária ( 50 e uns anos).
Filhos que se tornam adultos e cobrem suas mães de carinho, zelo e atenção.
Dão conselho. Se solidarizam. Aprovam atividades tomadas. Silenciam. Choram e riem juntos. Respeitam espaços. São parceiros.
Observadora que sou, gosto de ver cenas de cumplicidade entre filhos e mães: nas ruas, nas filas, nos supermercados, nas casas e nas histórias contadas.
A minha intenção aqui, hoje, é de fazer uma crônica de Amor Rasgado e Declarado.
Aqui vão em forma de bilhetinhos, aos meus homenageados.

Ao querido filho Guilherme
Você me encheu de alegria ao me levar ao show de “Clássicos do Samba” no Teatro na semana passada.
Beijos
Sua mãe.

Ao querido filho Gustavo
Você me deixou super feliz quando trouxe mais um livro de presente.
Beijos
Sua mãe.

P.S.: Se além de tudo que são, um filho me acerca de música, o outro de literatura, como “escapar” de ser poeta?
Assim: Um brinde ao Dia dos Filhos!
Postado por Walnize Carvalho

Ele não vai sossegar...

Do Radar on-line:
"Se depender do PT de São Bernardo do Campo, Lula fará seu primeiro discurso depois de deixar a Presidência da República já no dia 1. O partido está alugando um carro de som para a recepção de Lula em seu retorno de Brasília."

Dilma convida companheiras de cela para a posse

Do jornal "O Globo":

"Um grupo de 11 antigas militantes de esquerda e ex-companheiras de cela de Dilma Rousseff na ditadura militar está entre os convidados especiais da presidente eleita e acompanhará sua posse no sábado, no Palácio do Planalto. Juntas com Dilma, elas estiveram presas na década de 70 na Torre das Donzelas, como era chamado o conjunto de celas femininas no alto do Presídio Tiradentes, em São Paulo. Para o local eram levados os presos políticos, depois de passarem por órgãos da repressão como o Dops e o DOI-Codi.

Entre as convidadas, que também estarão no coquetel no Itamaraty, está a economista Maria Lúcia Urban, que, na época, chegou grávida ao presídio e recebeu todos os cuidados de Dilma.

- A Maria Lúcia e a Dilma tinham uma relação muito forte, que se manteve - disse a socióloga Lenira Machado, outra integrante do grupo e responsável pelo convite da posse às outras colegas do Tiradentes.

Maria Lúcia hoje é diretora do Centro de Formação Estatística do Paraná. Lenira trabalha com projetos e programas do Ministério do Turismo.

Dilma ficou presa, foi condenada e passou três anos na cadeia. Antes de seguir para o Tiradentes, foi torturada durante 22 dias seguidos. A chegada da companheira à Presidência da República é motivo de orgulho para as colegas de militância política, ainda que atuassem em grupos de esquerda distintos e com pensamentos diferentes sobre como enfrentar o regime militar. "

Postagens marcantes do ano- Abril



Dia 18 de abril- "É campeão!!!"
Pois é, torcida brasileira.
Enfim, chegou o dia de soltar o grito!!! É CAMPEÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Antes, devo confessar que amarelei. Sim, depois do gol do empate do time da gávea, simplesmente desliguei a tv e me tranquei no quarto. Com 38 anos nas costas e com um nervosismo fora do comum, resolvi não arriscar. Mas tenho uma companheira espetacular e que na ânsia de me ver feliz, entrava no quarto e me dava as informações mais importantes. Por intermédio dela, fiquei sabendo do segundo gol do meu Fogão (sem os detalhes da "LOCA" cobrança de El Loco), e do pênalti defendido por Jeferson.
E como ela demorava para entrar no quarto, comecei a temer por mais um 2 a 2. Mas de repente, ela entra e com a tv em volume máximo, grita: "Acabou. amor!! Seu time é campeão!!!"
Ainda não comemorei o necessário, até porque não estava no clima do jogo. Mas quero agradecer a 3 pessoas: minha mulher Renata, tricolor de coração, que hoje se transformou e sofreu como legítima botafoguense; meu pai, Gervásio, responsável pela minha paixão pelo Glorioso; e meu amigo Gustavo, flamenguista, e acima de tudo, amigo de 20 anos, que durante estes 3 últimos anos sempre me ligava para sacanear, e teve o gesto super bacana de me ligar hoje para parabenizar pelo sofrido título.
Agora é comemorar!!!! Deixo um abraço para alvinegros como Álvaro Marcos, Wesley Machado e todos que fazem parte da equipe do blog Estrela Solitária, aqui em Campos.
E dizer que, valeu a pena pra caramba esperar 3 anos para ganhar da urubuzada desta maneira: com Adriano (que não pode ir para Copa) perdendo pênalti, e com 2 gols desta forma, magistralmente batidos pela dupla Mercosul.
E por último fica a indagação: Cadê o "Império do Amor?????????????"

E NINGUÉM CALA ESSE MEU AMOR...


E É POR ISSO QUE EU CANTO ASSIM


É POR TI FOGOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Postado por Neto Cordeiro


Dia 25 de abril- "Abobrinhas"
Quem nunca, na calada da noite, acordou com fome, abriu a geladeira em busca de algo para comer? E olha daqui, espia dali, destampa depósitos, abre gavetas e não encontra nada que a satisfaça. Já está prestes a desistir quando sai catando ovo, cebola, temperinho verde, sobras de arroz, um bife ou uma coxa de galinha... Surpresa! Lá no fundinho, em recipiente hermeticamente fechado, encontra o restante de saborosa feijoada do dia anterior. E cheia de gás, abre o fogão e de frigideira em punho começam “os trabalhos”. Refoga ingredientes e criatividade. Em minutos está pronto o famoso “mexidinho” - o aplacador de fomes noturnas! Dizem que em Minas é conhecido por “Restô di ontê”
E assim, mesmo os que por aptidão, por prazer ou até por necessidade militam na “arte do bem cozinhar” usam destas artimanhas e criam pratos saborosos – “manjar dos deuses” – dirão alguns.
Há os que por contentamento e humor dão nomes às suas iguarias deixando sua marca registrada. Daí terem surgidos: Vaca atolada, Baião de dois, Roupa velha (feita de charque ou sobras de carne assada frita com farinha de mandioca),Tutu de feijão, Bife a cavalo, Atolado de bode, Leitão a pururuca... Num fast food de lembrança surgem a pizza na pedra, o peixe na telha... Como esquecer, no tocante a doces, do pé de moleque,do puxa puxa, do quebra queixo e do bolo “amarra marido” do caderno de receitas da vovó?
Eu, particularmente, gosto de cozinhar o trivial e dar apelidos aos atos de criação: Arroz “metido a besta”; Arroz “unidos venceremos”; “Grude estranho”, “Ensopado Transformista” (no almoço é ensopado; no jantar vira sopa)... Mas, meu carro chefe - o “queridinho” dos filhos e netas - é o feijão da vovó (cujo segredo são duas folhinhas de louro)...
Claro que também aprecio iguarias bem feitas ,os prazeres da boa e requintada mesa(principalmente em restaurantes). Mas detenho-me aqui em citar pratos bem mais conhecidos que contêm denominações: Bacalhau ao Zé do Pipo, Churrasco à Osvaldo Aranha, e outros de paladar inigualável.
E, em meio a tantas abobrinhas, elas – verdadeiramente - não podem ficar de fora: abóbora de pescoço, abobrinha verde com ovos estrelados...
Deu fome? Em mim também.
Bom apetite!!
Postado por Walnize Carvalho

Dia 16 de abril- "Quando a poesia vem dos pés."
Aprendi a gostar de futebol ainda menino, nos anos 60. Nas tardes de domingo deitava junto à meu pai para ouvir os jogos da rodada nas rádios am. O que se passava ali era mais do que apenas o interesse em saber o resultado dos jogos. Era um momento de aproximação entre eu e meu pai. Ele gostava de falar sobre futebol, sobre os grandes jogadores, times e seleções. Para mim, era como explorar um mundo cheio de mitos, lendas e símbolos.
Com ele, aprendi sobre craques do passado, como Leônidas e sua bicicleta fulminante. Ademir Queixada, forward inigualável. Mestre Zizinho, segundo muitos, o professor de Pelé. Claro, não podia faltar o Didi e sua folha seca, Canhoteiro, Julinho Moraes, ponta direita vaiado no Maracanã em 57 por ser escalado no lugar de Garrincha e calar as vaias com jogadas maravilhosas. Domingos da Guia, pai do Ademir, os goleiros Castilho, Gilmar, e muitos e muitos craques, suas estórias e seus feitos.
Ele gostava de falar dos times das décadas de 30, 40 e 50, como o Vasco tri campeão, o chamado expresso da vitória, o Palmeiras e sua Academia, como o Ameriquinha sempre complicava a vida do nosso Fluminense, e outros grandes times da época.
Imaginava como seria a seleção da Hungria de Puskas que segundo ele jogava um futebol mágico, a raça dos Argentinos e seus craques da escola "toco y me voy", a violência dos Uruguaios, as conquistas da canarinho em 58 2 62.
Todo este imaginário criou em mim uma forte crença no futebol bem jogado, de passes bem concatenados, ultrapassagens e velocidade. Futebol que pude testemunhar na seleção de 70 e 82, no Fluminense de 74/75 e no Flamengo de Zico e cia dos anos 80.
Um futebol que nos remete a nossa infância quando jogávamos nas ruas, calçadas, campinhos de bairro, com bolas de meia ou qualquer objeto esférico que estivesse ao alcance. Ai que inveja dos meninos pobrezinhos do fim da rua, leves, rápidos e já craques com a bola nos pés que me driblavam com extrema facilidade.
Éramos todos Manés, Pelés, Rivelinos, Jairzinhos, Tostões e pasmem, na copa de 70 os escolhidos eram muitos jogadores do Peru. Muitos meninos eram Cubillas, Chumpitaz, Oblitas, etc...
Tenho certeza absoluta, que neste exato momento, muitos meninos são Neimar, poesia barroca com seus dribles em velocidade e gols de fantasia, e Ganso, cerebral, poesia concreta mas que encanta da mesma forma.
Obrigado aos meninos da Vila pela poesia em forma de passes, chutes e gols que nos encantam, eternos meninos atrás da bola que somos e seremos nossos filhos e netos, amén.

Postado por Claudio Kezen

Dia 27 de abril-"Fala leitor"

Fala leitor!!
Recebemos e-mail do Marquinho Barbosa, vascaíno e torcedor do Goytacaz, além de leitor fiel do Sociedade. E ele mandou o recado: " Essa é pro Celso".
Por que será???
"Interessante
Antigamente, no Brasil, para se ter melado, os escravos colocavam o caldo da cana-de-açúcar em um tacho e levavam ao fogo. Não podiam parar de mexer até que uma consistência cremosa surgisse. Porém um dia, cansados de tanto mexer e com serviços ainda por terminar, os escravos simplesmente pararam e o melado desandou. O que fazer agora? A saída que encontraram foi guardar o melado longe das vistas do feitor. No dia seguinte, encontraram o melado azedo fermentado. Não pensaram duas vezes e misturaram o tal melado azedo com o novo e levaram os dois ao fogo. Resultado: o 'azedo' do melado antigo era álcool que aos poucos foi evaporando e formou no teto do engenho umas goteiras que pingavam constantemente. Era a cachaça já formada que pingava. Daí o nome 'PINGA'.Quando a pinga batia nas suas costas marcadas com as chibatadas dos feitores ardia muito, por isso deram o nome de 'ÁGUA-ARDENTE'. Caindo em seus rostos escorrendo até a boca, os escravos perceberam que,com a tal goteira, ficavam alegres e com vontade de dançar. E sempre que queriam ficar alegres repetiam o processo. (História contada no Museu do Homem do Nordeste ).
Não basta beber, tem que conhecer!

Postado por Celso Vaz

Postado em 17 de abril- "Baleiro deixou um gostinho de "quero mais""
Para quem conseguiu assistir ao show, foi uma oportunidade única. Zeca Baleiro deu mostras de seu amadurecimento musical com uma apresentação correta que agradou aos fãs campistas que lotaram o teatro do Sesi.
Depois de um começo "seco", aos poucos o artista foi se soltando e empolgado pela plateia (que cantava todas canções), mostrou muita presença de palco, brincou com o público, distribuiu sorrisos, brincadeiras e recebeu aplausos animados a todo o momento. Ao lado do competetente Tuca Marcondes, o maranhense empolgou a plateia com seus sucessos e canções mais recentes.
Zeca fez uma retrospectiva de sua carreira neste show, já que suas canções foram valorizadas em arranjos "acústicos" bem elaborados para ambientes como o teatro do Sesi. Como ele mesmo disse em entrevista ao Sociedade Blog, o ar foi bastante intimista. Entre as músicas excecutadas estavam: “Babylon”, “Quase Nada”, “Vai De Madureira”, "Toca Raul", "Débora", "Mamãe Oxum", "Alma não Tem Cor", entre outras.
Baleiro seguiu bem a linha do improviso, garantindo boas surpresas ao longo de 1h 45min de espetáculo. Ficou o gostinho de "quero mais", o que é muito bom!!!

Postado por Gustavo Rangel

As certinhas do ano- parte II






Charge do dia


Do craque Amarildo

Paixão pela palavra


Ontem, numa dessas tardes raras em que me vi sòzinha em casa liguei a tevê (coisa rara também) e zapiando os canais parei na TV Brasil(ou Tv Cultura?) e assisti como telespectadura única um documentário da Série"Paixão pela palavra" com o poeta pantaneiro Manoel de Barros.Como não tenho como reproduzi-lo trago um outro vídeo do grande poeta.

Pro dia nascer feliz


"O esplendor da manhã não se abre com faca"

Manoel de Barros

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Um raro e delicioso momento no Jardim

Aproveitando um raro fim de tarde ocioso, peguei o herdeiro e fomos dar uma esticada até o Jardim São Benedito aqui em Campos. "Não basta ser pai, tem que participar!!!" já dizia a antiga propaganda.  Entre uns chutes e pedaladas, uma parada estratégica para uma água de coco. Antes de prosseguirmos a empreitada, fiz alguns singelos cliques do local que compartilho com os amigos do Sociedade.

O futuro



Pais e filhos




Pássaro que mirou a câmera

Mais pais e filhos


A casa de nossos "imortais"




Campista e presidente Nilo Peçanha

As carpas

Pedaladas e mais pedaladas
    

Já cercado de prédios

Postagens marcantes do ano- Março

Dia 29 de março-"Da série "Não vou nem dormir depois dessa...."
Do site do Canal Multishow:
"Ricky Martin assume sua homossexualidade através de seu site oficial
O cantor Ricky Martin acaba de assumir sua homossexualidade através de seu site oficial. Em um texto publicado na página e divulgado através do Twitter, o porto-riquenho disse que se sente orgulhoso em ser gay. "Eu me sinto muito abençoado por ser quem eu sou".
Postado por Celso Vaz

"Morre Armando Nogueira"
"Faleceu nesta manhã um dos maiores nomes do jornalismo brasileiro, o botafoguense Armando Nogueira.
O veterano jornalista estava com câncer desde 2007 e o seu quadro de saúde piorou muito nos últimos anos. Nogueira foi um dos pioneiros da TV no Brasil e um dos responsáveis pela criação do Jornal Nacional. Além disso, era apaixonado por esportes e tinha o dom de escrever belíssimos textos.
Grande perda."
Postado por Celso Vaz

Dia 27 de março- "Do blog de Fernando Rodrigues"
"Pesquisa Datafolha realizada nos dias 25 e 26 de março de 2010 indica que o pré-candidato a presidente José Serra (PSDB) voltou a crescer e atingiu 36% das intenções de voto. Dilma Rousseff (PT) está com 27%. A diferença entre ambos agora é de 9 pontos percentuais.
Em fevereiro, segundo o Datafolha, Serra estava 4 pontos à frente de Dilma, com 32% contra 28% da petista."
Postado por Neto Cordeiro

Dia 26 de março- "Uma varandinha, por favor"
"Essas casas têm uma varanda. Esta varanda tem sido uma briga minha imensa tanto com as empresas quanto com a Caixa Econômica Federal. Uma varandinha é o mínimo que a gente pode oferecer para alguém que vai ter um apartamento novo. Ao invés da mulher ficar batendo no marido com o chinelo, com a concha de pegar feijão, é melhor trancar ele do lado de fora, ele fica na varandinha refrescando a cabeça".
Presidente Lula, durante a entrega de apartamentos populares em Osasco.
Postado por Gustavo Rangel

20 de março- "Exclusão"
Havia no ar um clima de preocupação. A mulher, por mais que tentasse disfarçar não pôde deixar de ouvir a conversa entre os funcionários da loja.
- Agora será a vez dele. Não terá jeito! Falavam baixo. Uns tristonhos. Outros até revoltados.
Inquieta, dirigiu-se ao caixa para efetuar o pagamento da compra que acabara de fazer.
Olhou à volta com ares de piedade. Pensou: - mais um desempregado... Que crise!
Voltou a entreouvir o bate papo.
Percebeu que falavam mais detalhes do acontecimento.
Conseguiu captar palavras soltas: Eliminado... Prova... Votação... Paredão .
Entendeu o motivo da inquietação: falavam do Big Brother.
Seguiu.
Agência bancária.
Havia no ar um clima de descontração. A mulher, por mais que tentasse disfarçar não pôde deixar de ouvir a conversa entre os que como ela, estavam naquela sala aguardando falar com o gerente.
- Agora será a vez dele. Não terá jeito.
Falavam alto. Davam gargalhadas, enquanto afrouxavam os nós das gravatas.
Incomodada, esperou ser atendida sem querer atrapalhar a euforia alheia.
Não teve como não ficar contagiada pelo clima.
Afastou-se um pouco.
Captou palavras soltas:
Proposta... Liderança... Veto...Cassação.
Entendeu o motivo da descontração: falavam de política.
Lembrou-se do texto de Brecht: “O analfabeto político”
Desistiu de conversar com o gerente.
Foi para casa relaxar. Ouvir música: “Samba do Crioulo Doido”.
Postado por Walnize Carvalho

Veríssimo no meio da tarde


"Era uma vez... numa terra muito distante...uma princesa linda, independente e cheia de auto-estima.
Ela se deparou com uma rã enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo era relaxante e ecológico...
Então, a rã pulou para o seu colo e disse: linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito.
Uma bruxa má lançou-me um encanto e transformei-me nesta rã asquerosa.
Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir lar feliz no teu lindo castelo.
A tua mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavar as minhas roupas, criar os nossos filhos e seríamos felizes para sempre...
Naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria, pensando consigo mesma:
- Eu, hein?... nem morta!"

Luís Fernando Veríssimo

Charge do dia


Do Amarildo

Vale tudo

Do site G1:
"No que depender das forças do além, a chuva não vai atrapalhar a queima de fogos no réveillon da praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio. A médium Adelaide Scritori, presidente da Fundação Cacique Cobra Coral, promete recorrer aos espíritos para garantir o tempo bom na noite do dia 31.

Segundo a assessoria de imprensa da fundação, mesmo com o contrato suspenso com a Prefeitura do Rio, o prefeito Eduardo Paes pediu a médium que ela montasse um "quartel general" na Avenida Atlântica para concentrar os trabalhos e as orações para São Pedro. A entidade afirma que o espírito do Cacique Cobra Coral já teria sido de Galileu Galilei e Abraham Lincoln. "

Postagens marcantes do ano- Fevereiro

Dia 08 de fevereiro- "Para ela eu faço campanha"
"Quando, afinal, Patricia Pillar vai fazer campanha para primeira-dama? Está faltando gente bonita na corrida presidencial!"
É a dúvida de Tutty Vasques em seu twitter.
Concordo plenamente.
Postado por Celso Vaz.

Dia 19 de fevereiro- "Rádio NF é 10, subliminarmente falando.
Vi lá uma dica do Vitor Menezes no Urgente. Fui conferir e gostei do que ouvi. Indico então para os amigos aqui do Sociedade a Rádio NF que está no ar com novas vinhetas, spots e noticiários de 15 em 15 minutos. Apesar de ser direcionada aos trabalhadores da área de petróleo, já que leva a chancela do Sindipetro, a programação musical é da melhor qualidade. Faz parte da equipe o blogueiro boa praça Álvaro Marcos.
Postado por Gustavo Rangel

Dia 16 de fevereiro- "Marolas"
É manhãzinha.
À beira-mar observo as marolas. Um balé sincronizado da natureza.
Uma sensação nostálgica e ao mesmo tempo prazerosa invade-me.
As netas adolescentes passam férias no lugar onde, em tempos idos, também desfrutei do descanso escolar. Que, aliás, de descanso não tinha e nem tem nada, uma vez que haja fôlego para agüentar e muita energia para gastar.
Agora, na platéia, estou na primeira fila assistindo e aplaudindo as meninas. Gestos largos e alegria incontida... É o teatro da Vida.
Surgem novas amizades.
Não faltam disputas no espelho, troca de roupa a toda hora, cochilos e gargalhadas confrontando-se a cada minuto. Como também idas e vindas ao vôlei, à sorveteria e à casa de amigas.
E tome festa improvisada, mesada acabada e a grana que você dá sempre um jeitinho de arrumar para compra de algo novo que aparece.
Sem contar com as perguntas que interrompem a sua leitura na rede: - Vó! Fiquei bem com este vestido? A sandália está combinando?
E as reclamações que atrapalham a sua sesta: - Meu cabelo está uma droga! Meu biquíni ainda não secou!
A gente tenta esboçar sentimento: “Vamos conversar um pouco?” ou cercar-se de argumento: “Tome um leite ou um suco!”. Mas, elas saem em disparada, pois não têm tempo a perder.
Só lhe resta ficar ali, mergulhada em seus pensamentos, buscando no tempo, seu tempo, sem tempo de voltar...
Logo brotam um sorriso no canto de sua boca e uma lágrima furtiva em seus olhos.
Ao longe, o barulho do mar a atrai. Você atende ao chamamento e vai ao seu encontro.
Na areia, pés descalços, posta-se em frente ao majestoso gigante e bendiz a dádiva de ainda estar por ali para saudá-lo mais uma vez!
Postado por Walnize Carvalho


Dia 08 de fevereiro- "Sábado bacana"
"No sábado tive a chance de fazer um passeio de barco muito legal, saindo de São João da Barra até Gargaú. Na companhia de amigos tão especiais e verdadeiros, a coisa ficou melhor ainda.
Chegando lá fomos recepcionados pelos amigos Anastácio e Gabriela que prepararam o mais variado cardápio com frutos do mar e cervejinha gelada. Um dia especialíssimo que terminou com um banho nas águas do rio Paraíba na volta para São João da Barra.
Para quem reclama de falta de opções ou quem não conhece nossa terra, recomendo o passeio."
Postado por Neto Cordeiro

Programação do fim de ano em Macaé

Programação Macaé
31/12/2010
Cavaleiros (Praia do Pecado) – 22h – Banda Balacobaco / 0h – Grupo Tradição

Barra de Macaé – 22h – Zorra Brasil / 0h – Neguinho da Beija Flor

Aeroporto (Bar do Côco) – 22h – Grupo Pega Nada / 0h – Grupo Pique Novo

Lagomar – 22h – Explosão Popular / 0h – Natalício e Banda

Glicério – 22h – Forró Pai D’Égua / 0h – Frank Aguiar

Córrego do Ouro – 22h - Forró Brasil Show

Frade/Areia Branca/Bicuda – 22h – Som Mecânico

Sana – 22h – Tolteca / 0h – Raiz do Sana

01/01/2011
Cavaleiros (Praia do Pecado) – 22h – Grupo Simpolgou / 0h – Michel Teló
Sana – 18h – Sambando / 22h – Dom Luiz Rasta

Lembrei-me de Portinari...


...porque na data de hoje(em 1903) foi o seu nascimento.Paulista da cidade de Brodósqui além de pintor, escrevia poemas.Fez o retrato de muitos escritores brasileiros.Foi também um grande ilustrador de livros.
Após a morte de Portinari, o poeta Carlos Drummond de Andrade assim escreveu: "(...) e voa para nunca-mais/a mão infinita/a mão-de-olhos-azuis de Candido Portinari".(extraído do poema"A Mão").

Pro dia nascer feliz


"O alvo da minha pintura é o sentimento. Para mim, a técnica é meramente um meio. Porém, um meio indispensável."

Candido Portinari

As certinhas do ano







No espírito de retrospectiva que rola em todos os lugares, faço a minha também.
Com vocês, algumas das "Certinhas do Celsinho" que desfilaram por aqui ao longo de 2010.
Amanhã tem mais.....

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Postagens marcantes do ano

Inspirado no amigo Marcelo Bessa que está fazendo um retrospectiva do ano em seu blog, relembraremos algumas postagens do ano que está para acabar. Os assuntos são os mais diversos e com a participação do cinco editores do blog.
Comecemos, logicamente por janeiro:

Dia 27 de janeiro: "E agora, prefeita??
Acho que o Troféu Óleo de Peroba que ficou com o ex-prefeito A. Mocaiber em enquete que promovemos aqui no blog no fim do ano passado, já tem forte candidata em 2010. Quais foram os misteriosos critérios que levaram a Prefeitura Municipal de Campos a aumentar de maneira absurda e descabida o IPTU na cidade???
Será que teremos uma explicação plausível para tamanho absurdo???
O blog do Herval Júnior está fazendo um abaixo assinado contra o aumento. O Sociedade Blog já o apoia integralmente. Se você é mais um insatisfeito, clique aqui e participe deste ato de cidadania. Vamos fazer nossa parte. "
Postagem de Celso Vaz


Dia 13 de janeiro- Zilda Arns morre no Haiti
"Uma das vítimas fatais do terrível terremoto que atingiu o Haiti na noite de ontem foi Zilda Arns.
Figura querida e respeitabilíssima, Zilda era médica pediatra e sanitarista, fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Organismo de Ação Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Irmã de Dom Paulo Evaristo Arns, cardeal arcebispo emérito de São Paulo, ela era viúva, e mãe de cinco filhos, sendo um já falecido.
A informação de seu falecimento foi divulgada na manhã de hoje pelo gabinete do senador Flávio José Arns, sobrinho de Zilda, em Curitiba.
Ele irá acompanhar a missão brasileira que seguirá nesta manhã para o Haiti. "

Dia 11 de janeiro- Nando Reis em Atafona
Bem, como prometido cheguei do Mato Grosso do Sul e praticamente fui direto para o show de Nando Reis em Atafona. Clima bacana, fim de tarde de sol etc e tal. A receita perfeita para um grande show, o que acabou acontecendo. Mostrando a qualidade de seu trabalho, Nando fez duas horas de show, levando a massa ao delírio com suas canções. Gostei.
Agora, gostaria de fazer duas ressalvas. Primeiramente um ponto negativo para o atraso no início do espetáculo. A equipe técnica passava o som e fazia os últimos ajustes já com uma quantidade grande de público no Balneário. Acho isso um desrespeito. Mas são coisas que acontecem, infelizmente. Ponto negativo para quem de direito.
Outro aspecto negativo foi com relação a área "Vip" instalada logo em frente ao palco com cadeiras "cativas" para convidados e socialites. Penso que em show aberto, tais iniciativas não são "amigáveis" com o restante do público. Quando se trata de um show pago, até aceito. Mas aberto ao público, penso não ser a melhor medida. No mais, nota 10 para o artista Nando Reis e para a boa programação da prefeitura de São João da Barra.
Postagem de Gustavo Rangel

"O Farol que eu gosto- Walnize Carvalho
Praia do Farol de São Thomé.
Gosto de estar por aqui neste exílio voluntário, pés no chão, despojada, encontro diário comigo mesma. Caminhar na hora do sol nascente por entre as alas de casuarinas sentindo a brisa matinal.
Ir à beira-mar, pisar na areia úmida, catar conchinhas (ainda que escassas) e sentir a maresia lamber-me a face.
Ver, ao longe, barcos no porto. Alguns de pintura nova, nomes gravados no dorso e outros já cansados, emborcados e envelhecidos pelo tempo.
Seguir em frente e observar algumas casas com telhados à mostra, enormes varandas, flores no muro espiando a rua. Em seus quintais, galinhas e pintos ciscando a terra.
Sentar-me, tomar água de coco, ver passar antigos e novos moradores. Padeiro de bicicleta, caminhão vendendo redes, kombi com legumes e frutas, o menino do picolé: - Cremoso!! É da Boa Vista!...
Ao meio-dia ir ao Quiosque do Pelé, comer um peixe frito feito na hora acompanhado do largo sorriso do anfitrião.
Fazer a sesta, ler um bom livro na rede ao som de música suave.
À tardinha passear pelo Calçadão, assistir ao vôlei enquanto pessoas sentadas nos bancos ficam por ali, conversando, “bigbrotheando” a vida alheia.
Olhar em direção ao mar e ver meninos soltando pipas, moços com pranchas e senhores com redes de pescar lançando-as nas ondas bravias.
Quando a noite chega admirar o velho Farol – timoneiro dos navegantes – e símbolo deste aprazível balneário derramar seus raios como a abençoar moradores e veranistas.
Fitar o céu salpicado de estrelas.
E em contrição com a Natureza, recolher-me, dormir e sonhar. "

A mente de nossos filhos- Ruth de Aquino


“Uma refeição por dia em família pode diminuir em até 80% o consumo de drogas entre os filhos – e também ajuda a combater a violência na rua, na escola e em casa.” A afirmação é do psiquiatra infantil Fábio Barbirato, autor do livro A mente do seu filho.
Se as crianças aprendem por imitação, que modelos nós, os pais e mães modernos do século XXI, fornecemos em casa? O que ensinamos a nossos filhos? Temos tempo de transmitir algum valor ou de escutá-los?
Nunca foi fácil educar. A fronteira entre a autoridade e a compreensão é um aprendizado. Impor regras pode descambar para a repressão, a violência verbal, moral e física. Ser amigo pode descambar para a condescendência, a tolerância excessiva, a falta de limites.
Qualquer dos extremos ajuda a formar crianças e adolescentes desequilibrados, inseguros, arrogantes e antissociais. Jovens batem nos colegas da escola, matam a pauladas torcedores de times de futebol adversários, espancam prostitutas, agridem homossexuais com lâmpadas fluorescentes, incendeiam mendigos, suicidam-se no trânsito.
Ou mergulham em drogas que incapacitam para sempre, como o crack. “Infelizmente, de duas décadas para cá, os pais, para tentar se aproximar dos filhos, resolveram se tornar amiguinhos. Saem para a noite com os filhos, sentam em uma mesa de bar e bebem todas com eles”, diz Barbirato. Mães se vestem e falam como se tivessem a idade das filhas.
Você é daqueles que ensinam a seu filho que só os fortes sobrevivem? Quando seu filho é irresponsável, você suborna o policial que o flagrou? Minimiza e diz “Tadinho dele, não queria fazer aquilo”, ou pior, “Os outros mereciam mesmo”? Ser amigo é uma coisa. Ser cúmplice é outra. O bullying é apenas uma expressão de violência juvenil. O nome vem de bully, algo como valentão, na tradução do inglês. Nos episódios de bullying, há sempre um desequilíbrio de poder, que pode ter começado em casa, com a sensação de impunidade.
Por que dar um carro superpotente a alguém que acaba de fazer 18 anos? Sua prudência ainda está se desenvolvendo, diz Barbirato. “O menino pensa: meu pai bebe um pouquinho quando saímos e dirige – por que eu também não posso beber um pouquinho, como ele?” Nos anos 60, o jovem buscava nas drogas ilícitas algo para transcender. Hoje, sem causa ou ideologia, o jovem quer é ficar doidão para reduzir a ansiedade ou a melancolia, e por isso submerge no crack. É a crença da onipotência. E ele não consegue mais sair.
Se as crianças aprendem por imitação, que modelo os pais e mães modernos fornecem em casa?
Culpar o aumento de divórcios é uma saída simplista e preconceituosa. “Não são as separações amigáveis que concorrem para a violência. Falo sempre dos filhos daqueles casais que não sabem mais conversar, numa casa onde tudo acontece aos berros ou agressões. Atribuir a culpa à mãe que hoje precisa trabalhar fora é outra visão ultrapassada e machista demais.” Construir um senso de família vai além. Para educar, é preciso ter educação.
Já se tornou clichê valorizar a qualidade, e não a quantidade, de tempo com os filhos. Não há base estritamente científica para se afirmar que uma refeição por dia em família contribua para reduzir o desajuste dos filhos. Mas tendo a concordar com Barbirato. O convívio perdido à mesa é irreparável.
Sou mãe de dois filhos, separada, e lembro quando o mais velho, aos 18 anos, reclamou abertamente: “Mãe, nós não fazemos juntos nenhuma refeição por dia durante a semana”. Isso foi há uma década. Tive sorte, porque ele me chamou a atenção e porque desejava a minha companhia. Antecipei a hora de chegar do trabalho para poder jantar com os dois.
É um momento para conversar sobre o dia. Confidências emergem. O diálogo se mantém olho no olho, e não por SMS ou e-mail. Temas polêmicos são discutidos. É hora de falar de valores, compartilhar verdades, mesmo incômodas. De preferência, com o celular desligado! Sem tuitar, sem dispersar. A indiferença com o outro me parece hoje um grande desagregador familiar. O vício da conexão nos desconecta uns dos outros dentro do que um dia se chamou de lar.
Em 2011, jante ou almoce com seus filhos em casa – e não só aos domingos.


Por: RUTH DE AQUINO
Diretora da Sucursal de ÉPOCA no Rio de Janeiro

Programação do fim de ano em Cabo Frio

Dia 28
Praia do Forte

Shows de Taz Mureb e Amerê, Grupo Paixão Nacional e Sempre Assim.

Dia 29
Praia do Forte

Banda Hori , com abertura da banda V-Beach.
Tamoios
Bloco Korda Solta

Dia 30
Praia do Forte
Belo
Tamoios
Babado Novo

Dia 31
Praia do Forte

Queima de fogos com 16 minutos de duração e logo após show de Carla Visi, ex-vocalista da Banda Cheiro de Amor.
Tamoios
Os Morenos
Peró (Praça do Moinho)
Banda Timbala-ê

Dia 1º de janeiro
Praia do Forte

Noite gospel com Alex & Alex, Marquinho Gomes e Luiz Arcanjo & Trazendo a Arca.

Dicas de leitura para as férias


"Abra espaço em sua bolsa de praia e coloque dentro dela um bom livro – e um bom livro de histórias em quadrinhos. No que depender dos lançamentos de cinco das principais editoras do país, vai ser esse o formato da sua leitura durante o verão. “As Cobras – Antologia Definitiva”, de Luis Fernando Veríssimo (Ed. Objetiva), reúne quadrinhos criados nos anos 70, época da censura. “O produto da combinação do meu gosto por quadrinhos com minhas limitações como desenhista”, define o autor bem-humorado. Outra boa compra? “Os Beats”, de Harvey Pekar com tradução de Érico Assis (Editora Saraiva), traz a biografia de autores do movimento beatnik em uma narrativa visual ilustrada por artistas convidados. Mais um? “Muchacha”, de Laerte (Companhia das Letras). O desenhista mergulha na cultura dos anos 50 e reúne suspense, romance, memória e política em tirinhas adultas publicadas originalmente no jornal Folha de S. Paulo."

Site do IG

"Apertem os cintos, a presidenta sumiu.", por Guilherme Fiúza

Revista Época - 20/12/2010

"A presidente eleita, Dilma Rousseff, é um sucesso no Twitter. Ficou em segundo lugar no ranking dos mais citados na febril rede de mensagens telegráficas em 2010. Perdeu apenas para o cantor adolescente Justin Bieber, que aliás se parece muito com Dilma. Os dois são pastéis de vento da cultura de massas e suas cabeças foram feitas pelos melhores cabeleireiros da modernidade brega. Não se sabe exatamente por que a primeira presidenta brasileira foi superada pelo ídolo canadense. Talvez ele tenha um plano de governo.

Aos 16 anos, Justin Bieber já tem até um filme sobre sua vida. É um exemplo e tanto para Dilma. Está provado que não é preciso viver para entrar na história. A presidenta está seguindo rigorosamente esta linha: não fez nada para se eleger, e depois de eleita prosseguiu, coerentemente, não fazendo nada. Em time que está ganhando não se mexe.

Agora a vice-campeã do Twitter tem tudo para virar filme também. Não importa se ela já fez tanto na vida quanto o adolescente Bieber. Isso o roteirista resolve. Qualquer problema, é só providenciar uns enxertos com pedaços da biografia de Norma Benguell, usando o mesmo expediente da campanha eleitoral. A transfusão de identidade, que fez Dilma aparecer no lugar da atriz numa passeata em 1968, foi um sucesso. Se ainda faltar material para o longa-metragem, ainda é possível encher linguiça com as peripécias de Erenice, alter ego da presidenta – tão prematuramente ceifada da vida pública só porque exercia seu instinto maternal na máquina administrativa. Puro preconceito contra a mulher.

Justin Bieber pode ser o rei do Twitter, mas não tem tudo. Não tem, por exemplo, um Edison Lobão no ministério. O velho novo ministro de Minas e Energia, aquele que no apagão convocou uma coletiva para ler um bilhete dizendo que ia ficar tudo bem, é quase uma força da natureza. Seria difícil supor de onde vem sua inexorável sobrevivência no poder sem um olhar profundo para o Estado do Maranhão, que o fez senador. Ali mora o mistério do Brasil moderno.

Ali mora José Sarney (fora um ou outro pernoite no Amapá, para um alô a seus eleitores). Lobão é só um dos ministros de Sarney no governo revolucionário da primeira presidenta. Justin Bieber precisaria nascer de novo em São Luís, no Maranhão, para entender o que é um reinado de verdade. Influenciar pencas de adolescentes pelo mundo não é nada. Difícil é influenciar pencas de contratações de parentes e amigos no Senado, ser apanhado com a boca na botija e continuar dando as cartas na República. Sarney é um milagre da dupla Lula-Dilma, um dos filmes mais incríveis que Hollywood não fez. O resto é água com açúcar.
Dilma não disse nada sobre a guerra no Rio, a inflação recorde de novembro e o ajuste fiscal

Nunca antes na história deste país se viu um presidente eleito sumir de cena de forma tão resoluta. Dilma não tem nada a dizer ao povo. Dilma não disse nada sobre a guerra no Rio de Janeiro. Dilma não comenta a inflação recorde de novembro. Dilma não fala sobre o ajuste fiscal que o velho novo ministro Mantega anunciou e o padrinho Lula desmentiu. Dilma não dá um pio sobre a crise da partilha do pré-sal, nem do pós-sal. Mas Dilma fala no Twitter:

“Amigos, muito legal ser tão lembrada no twitter em 2010. Logo eu, que tive tão pouco tempo p/ estar aqui c/ vocês. Vamos conversar mais em 2011”.

Imaginemos como prosseguirá essa conversa em 2011, aproveitando as duas palavras mais importantes da mensagem: logo eu, que não saio da sombra do meu inventor; logo eu, que só penso na cota do PMDB, na cota do PT e na cota do Sarney; logo eu, que articulo para presidente da Câmara um lunático que quer derrotar o capitalismo; logo eu, que rezo todos os dias para que a política econômica de Fernando Henrique não me abandone, e eu possa continuar surfando no folclore do oprimido. A musa do Twitter promete. Te cuida, Justin Bieber."

"Elas" estão chegando

As já conhecidas chuvas de verão estão chegando. Ao que tudo indica teremos alagamentos na região de Campos nos próximos dias. O rio Ururaí já está transbordando e o rio Paraíba do Sul também já  preocupa por conta das águas que chegam de São Paulo e Minas. Pádua, Itaperuna e Cardoso Moreira também já sofrem com as cheias.
Vamos torcer para que as autoridades já estejam mobilizadas para auxiliar a população.

E não é que também...


... é o Dia da Esperança?

"Existe um provérbio popular que diz "a esperança é a última que morre". O mundo é cheio de possibilidades e, enquanto elas existirem, haverá esperança. Só a perdemos quando nos deixamos de enxergar esses caminhos. Por isso, esperança significa confiar na vida.

A esperança e a fé podem realizar milagres, enquanto o desespero faz a pessoa cometer os maiores absurdos. Nessa situação, quando entra em desespero, fica muito vulnerável tanto emocional, como moral e espiritualmente. Mas sempre há esperança, porque Deus, pode iluminar o mais sóbrio dos caminhos. Acreditando nessa verdade, a pessoa volta a viver com esperança renovada, ultrapassando todos os obstáculos.

http://www.trabalhonota10.com.br

E hoje é dia...


...de saudar Os salva-vidas!

Dia do Salva-Vidas(28 de dezembro)

Mais do que corpos sarados, peles bronzeadas estes profissionais dedicam muita atenção ao mar revolto. É assim trabalham nas praias de todo o litoral. São apaixonados pelo que fazem e têm a consciência de que não é qualquer pessoa que se arrisca para salvar o próximo - que por um descuido muitas vezes acabam chegando a quilômetros da orla marítima.
Uma profissão que se destaca, principalmente, agora em que muitos se deslocam para as praias.