quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Tudo novo de novo...

Dilma fugindo do embate com Serra, Plínio dando porrada a torto e a direito nos outros 3 candidatos, e mais uma vez Marina mostrando um melhor preparo.
Mas cá pra nós: esses debates são muito chatos. Um blá blá blá sem fim. Não vai mudar nada!
Que saudade do Brizola!!! ( nos debates!!!!!!)

País estranho...

No Brasil, o título de eleitor é obrigatório para tirar o passaporte e até para conseguir emprego, em algumas situações. Ironicamente, só não vale nada para votar. Resumindo: hoje oficialmente, os ministros do STF extinguiram o título de eleitor no Brasil, como bem disse o presidente do Supremo, César Peluzzo, um dos 2 votos contra a mudança em cima da hora.

Chegando a hora...


Foto: G1


Daqui a poucos minutos, começará o último debate entre os candidatos a presidente e, certamente, a última chance que Serra e Marina tem de levar a eleição para o segundo turno.
A sorte está lançada!

Êita maresia lamparônica!

O dublê de ator Dado Dolabella, foi detido na tarde desta quinta-feira com maconha e confessou ao delegado que a droga seria para uso próprio. O delegado revelou ainda que o rapaz disse que comprou a droga na praia, mas não se lembra de quem o teria fornecido.
Então tá!

Bem que poderia valer aqui também!!!

A Justiça Eleitoral de quatro Estados brasileiros — Ceará, Mato Grosso, Amapá e Piauí— proibiu saques em dinheiro de quantias que variam entre R$ 5 mil e R$ 20 mil, variando de Estado para Estado até o dia 04 de outubro. O objetivo é evitar a compra de votos até o pleito.

Da velha série "“De onde menos se espera, é daí que não sai nada mesmo.”

1- Ciro Gomes, depois de um debate na TV Globo do Ceará, terça, bateu boca com adversários e desferiu, aos gritos, palavras como “vagabundo”, “bandido” e “caralho”.

2- Dado Dolabella é detido com maconha na zona sul do Rio.

3-Caio, atacante do Botafogo, perde gol feito no último minuto.

4- STF decide manter tudo como estava antes.


Alguma sugestão???

“Yaba daba doo” completa 50 anos





Fred Flintstone e sua turma estrearam na TV nos EUA exatamente no dia 30 de setembro de 1960 e foram revolucionários no estilo desenho animado. Há quem diga que foram grandes inspiradores de outros como: Os Simpsons, South Park, Uma Família da Pesada, e por aí vai. O desenho, criado pela dupla William Hanna e Joseph Barbera, foi a primeira voltada para o público adulto, tanto que originalmente era exibida no horário nobre nos Estados Unidos.

Villlmmmaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!
kkkkkkkkkkkkk

Estudantes "invasores" criam blog e esclarecem


Você se lembra da postagem que Gustavo fez nesta semana sobre um grupo de estudantes que invadiu um casarão perto do Parque Alzira Vargas? Pois olhem o comentário que a Bruna nos deixou:

"Bruna Mac disse...

È importante contextualizar o acontecido para que não haja duvidas a respeito das motivações e intenções do movimento estudantil no que diz respeito a ocupação.

Nas redondezas do carasarão inúmeros crimes ocorriam sem nenhuma solução das autoridades. Após uma manifestação feita pelos alunos da UFF Campos o patrulhamento se estabeleceu próximo a UFF. Isso não foi o suficiente para que moradores de rua continuassem a entrar na casa. Mas a questão vai alem disso. Essa casa tem pendências de impostos, e ainda, não cumpria sua função social.

Convido a todos a visitar o nosso blog afim de tomar conhecimento sobre nossas reivindicações: http://universitariosemmovimento.blogspot.com"

Para quê serve o STF?

Para mudar as regras do jogo eleitoral aos 43 min do segundo tempo. Ou seja, gastou-se tempo e dinheiro com a divulgação durante meses que seriam necessários o título de eleitor e um documento com foto para votar em 3 de outubro.
E agora os excelentíssimos ministros mudaram tudo. Como já vinha funcionando há anos e sem nenhum problema, só um documento com foto e tudo bem.
Essa turminha bem podia arrumar uma enxada e fazer algo de útil....
Com todo respeito aos operadores do direito, ô raça!!!!

Como se faz...


A Crônica Original

(Extraído do livro "O Homem ao Quadrado", de Leon Eliachar, publicado em 1960)

Fazer crônica não é escrever palavras bonitas nem construir frases de efeito, nem falar dos inimigos, nem elogiar amigos, nem descrever paisagens, nem contar casos fictícios querendo dar a impressão de verdadeiros, nem procurar assunto na falta de assunto, nem encher uma lauda pra dizer que o dólar está subindo, nem responder cartas de leitores, nem inventar cartas pra fingir que recebeu, nem tentar convencer ninguém que a vida é de amargar, nem querer impingir nos outros que em tudo há poesia, nem achar tudo triste, nem achar tudo alegre, nem falar de sua solidão, nem de seus problemas, nem dizer o que fez ontem ou o que vai fazer amanhã, nem desabafar seus problemas, nem enumerar seus vícios, nem querer corrigir os dos outros, nem bancar cabotino, nem o falso modesto, nem imaginar o tipo de mulher ideal, nem provocar enquetes, nem manter polêmicas, nem analisar a situação internacional, nem combater o governo, nem defendê-lo, nem dizer o que faria se fosse o presidente da República, nem contar numa segunda-feira onde passou o fim de semana, nem lutar pela semana inglesa, nem transcrever artigos de revistas estrangeiras, nem rememorar velhos tempos, nem citar amigos para fazer igrejinhas, nem anunciar a primavera, nem falar na falta d'água, nem endeusar os jogadores de futebol, nem proclamar que o Brasil está à beira do abismo, nem combater o cinema nacional, nem criticar o nosso teatro, nem ironizar as quase vitórias das nossas misses, nem fazer previsões para as campanhas eleitorais, nem tirar conclusão de coisa alguma.

- E você consegue fazer uma crônica sem nada disso?

- Claro: olha aí pra cima.

Calma,meninos!...


Vocês estão numa velocidade de postagens que eu não consigo alcançar!!!!

É a vida...

Colega do Tiririca faz malabarismo pelas ruas de Campos
foto: sociedadeblog

Palhaço em busca de "um qualquer"
foto: sociedadeblog
Enquanto o palhaço Tiririca se prepara para ser um dos deputados mais votados do Brasil, outros colegas de profissão não têm a mesma sorte. Esse da foto ganha uns trocados pelas ruas de Campos fazendo malabarismos, literalmente!

Helio Costa por Tom Cavalcanti. Imperdível!

video

Eleições 2010

Já dizia o poeta...

"Os homens distinguem-se pelo que fazem, as mulheres pelo que levam os homens a fazer."
Carlos Drummond de Andrade

Exageros demais

Artigo do genial Luiz Fernando Veríssimo enviado ao blog do Noblat. Eu já havia postado aqui sobre a impostura que é a tentativa dos segmentos "progressistas" da sociedade de colar na "grande mídia" a pecha de golpista. É evidente que ela é conservadora, mas como disse então, para estes grupos é necessário ocupar espaços no terreno do debate político travado a reboque das eleições. Também já condenei e nunca me alinhei ao discurso, à meu ver terrorista, de demonizar a Dilma. Aí vai:

Gosto muito da frase do Sérgio Porto, o Stanislaw Ponte Preta, quando lhe contaram que andavam dizendo que ele era homossexual:
— O pessoal exagera um pouco...
O "pessoal" — aí entendido como não apenas os contemporâneos e conterrâneos do grande Stanislaw como a humanidade em geral — tem mesmo uma tendência a exagerar. O exagero simplifica e aguça, tem mais graça, chama mais atenção — enfim, é compreensível. E deve ser tratado com a mesma tolerância com que o Stanislaw tratou os boatos do "pessoal" a respeito da sua sexualidade.
Tomemos como exemplos os exageros que dominam este fim de campanha, todos sobre o papel da imprensa nas eleições. De um lado o dos que dizem que a parcialidade da grande imprensa brasileira chegou a uma espécie de paroxismo com a perspectiva de uma vitória da Dilma com maioria no Congresso, e que há uma conspiração em curso dos grupos que controlam a mídia no país para evitar que isto aconteça. Do outro o dos que veem na vitória da Dilma com maioria uma ameaça à liberdade de pensamento e expressão no Brasil, ainda mais depois do que andou dizendo o Lula — comparado ao Mussolini como líder de uma ameaça populista à nossa democracia — sobre uma grande imprensa "oposicionista".
Dois exageros perfeitamente compreensíveis, como se vê. O pessoal só exagerou um pouco demais. É difícil imaginar as quatro ou cinco famílias supostamente donas do espaço publicitário no país reunidas para evitar a continuação de um governo que ampliou este espaço como nenhum outro. Já é difícil imaginar as tais famílias juntas por qualquer motivo. E alguém acredita que a Dilma, uma vez eleita, convocaria os barões da imprensa para, embaixo de um retrato do Duce de Garanhuns, ordenar-lhes publicar só o que o governo quer, sob pena de represálias?
De um lado ou de outro, busca-se uma mobilização contra fantasmas inventados. Ou um pouco exagerados.
Mas sejamos como o grande Stanislaw e perdoemos os que exageram. É época de eleições, grandes questões, para não falar em grandes somas, estão em jogo, a moderação e o senso comum perdem para as paixões e, afinal, o "pessoal" é assim mesmo. Aconteça o que acontecer, eu estou saindo de férias.

Sujeira eleitoral

Não sei se em Campos a situação é a mesma, mas aqui em Macaé, repete-se a sujeira nas ruas de todas as vésperas de eleições. Esses porcalhões não tomam jeito mesmo.

Norah Jones no Brasil

A americana Norah Jones fechou quatro datas para apresentações no Brasil em novembro. Segundo a assessoria da Dançar Marketing & Comunicações, a cantora se apresenta em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre.
Na capital paulista, Norah fará uma apresentação gratuita no Parque da Independência no dia 14 de novembro. Curitiba receberá a cantora no dia 12, Rio no dia 16 e Porto Alegre no dia 18.
Com exceção de São Paulo, os locais onde ocorrerão os shows não estão confirmados, porque ainda estão em negociação.
A cantora esteve no Brasil em 2004 e promove atualmente com a turnê "The Fall", que tem músicas de seu quarto de estúdio.
Informações sobre locais e valores dos shows serão divulgadas em breve.

Após ligação de Serra, Gilmar Mendes para sessão sobre documentos para votar

Deu no Folha.com


Após receber uma ligação do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes interrompeu o julgamento de um recurso do PT contra a obrigatoriedade de apresentação dos dois documentos na hora de votar.
Serra pediu que um assessor telefonasse para Mendes pouco antes das 14h, depois de participar de um encontro com representantes de servidores públicos em São Paulo.
A solicitação foi testemunhada pela Folha. No fim da tarde, Mendes pediu vista, adiando o julgamento. Sete ministros já haviam votado pela exigência de apresentação de apenas um documento com foto, descartando a necessidade do título de eleitor.
A obrigatoriedade da apresentação de dois documentos é apontada por tucanos como um fator a favor de Serra e contra sua adversária, Dilma Rousseff (PT). A petista tem o dobro da intenção de votos de Serra entre os eleitores com menor nível de escolaridade.
Após pedir que o assessor ligasse para o ministro, Serra recebeu um celular das mãos de um ajudante de ordens. O funcionário o informou que o ministro do STF estava do outro lado da linha.
Ao telefone, Serra cumprimentou o interlocutor como "meu presidente". Durante a conversa, caminhou pelo auditório onde ocorria o encontro. Após desligar, brincou com os jornalistas: "O que estão xeretando?"
Depois, por meio de suas assessorias, Serra e Mendes negaram a existência da conversa.
Para tucanos, a exigência da apresentação de dois documentos pode aumentar a abstenção nas faixas de menor escolaridade.
Temendo o impacto sobre essa fatia do eleitorado, o PT entrou com a ação pedindo a derrubada da exigência.
O resultado do julgamento já está praticamente definido, mas o seu final depende agora de Mendes.
Se o Supremo não julgar a ação a tempo das eleições, no próximo domingo, continuará valendo a exigência.


Meu comentário: 

Isto pode, Arnaldo?

Lembrei-me dessa...


O segredo de Ritinha

Walnize Carvalho

Passou por mim distraída. Nem o “bom dia “ costumeiro me dirigiu.Seguiu até à sala dos professores e lá ficou olhando as crianças no pátio. Olhar perdido. Distante.
Saiu do seu posto de observação e veio até a Secretaria onde eu estava. E, numa mistura de ansiedade e euforia perguntou-me já respondendo: - Nem te dei bom dia hoje!?! E emendou : - E que ...perto das eleições fico assim!...
E, eu: - na expectativa? E ela: - É! - Sim!- Não! –Sabe (falou aos borbotões) vou lhe contar um segredo que carrego há anos! E eu,tentando quebrar o clima de suspense: -vai anular o voto?
Ela olhou-me fixamente e fez a revelação: - Sabe, amiga! Fui criada no interior. Meu pai, na lavoura; minha mãe, dona de casa..A duras penas consegui me formar em professora.
Durante a semana fico aqui na cidade na casa de uma tia e nos fins de semana passo na casa dos meus pais.
-Sim! respondi, prestando atenção ao que ela falava.
-Meus pais moram em casa que os usineiros cedem para seus empregados. Sendo que o patrão neste período vai nas residências e “sugestiona” o candidato a ser votado.
E...(suspira aliviada) eu nunca participo dessa conversa, o que é bom, porque demonstraria minha insatisfação e deixaria meus pais em situação difícil.. Além do mais, trago colado dentro do meu guarda roupa o retrato do meu candidato.No dia da eleição preparo a “colinha” para “os velhos” e seguimos em frente!...
E arrematou : Dia de eleição é o dia que sinto a verdadeira LIBERDADE !

Nova pesquisa Datafolha

do G1:

"Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (30) mostra a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, com 47% das intenções de voto. O candidato do PSDB, José Serra, aparece com 28%, e Marina Silva, do PV, tem 14%, segundo o levantamento, encomendado pela TV Globo em parceria com o jornal "Folha de S.Paulo".

Em relação à pesquisa anterior, realizada na segunda-feira (27), Dilma oscilou um ponto para cima; Serra e Marina mantiveram os percentuais registrados anteriormente.

Considerando a margem de erro da pesquisa, de dois pontos percentuais para mais ou para menos, Dilma pode ter de 45% a 49%, Serra, de 26% a 30%, e Marina, de 12% a 16%.

De acordo com a pesquisa, brancos e nulos somaram 3%, e indecisos, 6%.

Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) obteve 1%.

Dentre os outros candidatos – Eymael (PSDC), Ivan Pinheiro (PCB), Levy Fidelix (PRTB), Rui Costa Pimenta ( PCO) e Zé Maria (PSTU) –, nenhum atingiu 1% das intenções de voto, mas juntos eles alcançaram 1%.

Votos válidos
Considerando os votos válidos, em que se exclui os votos em branco e nulos, Dilma oscilou de 51% para 52%. Com a margem de erro, ela pode ter entre 50% e 54%. Segundo o Datafolha, como o resultado obtido pela petista está no limite da margem de erro da pesquisa, seria impossível afirmar com certeza que a candidata seria eleita no primeiro turno, caso a eleição fosse agora. Para vencer no primeiro turno, Dilma precisa de 50% mais um dos votos válidos.

Segundo o Datafolha, a oscilação positiva de Dilma se deu por conta da evolução da petista no Sul e no Sudeste.

Nos votos válidos, Serra obtém 31%, Marina, 15%, e Plínio, 1%.

Foram realizadas 13.195 entrevistas em 480 municípios. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 33119/2010.

Segundo turno
Na simulação de segundo turno feita pelo Datafolha, Dilma aparece com 53% (de 51% a 55%, considerando a margem de erro), e Serra, com 39% (37% a 41%). Brancos e nulos totalizam 5%, e 3% dizem não saber em quem votar."

Lindberg e Crivella na frente

Do G1:

"Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (30) sobre a disputa pelo Senado no Rio de Janeiro mostra Lindberg Farias (PT) com 40% das intenções de voto e Marcelo Crivella (PRB) com 38%.

César Maia (DEM) e Jorge Picciani (PMDB) têm 24% das intenções de voto cada um, seguidos de Waguinho (PT do B), com 13%. Marcelo Cerqueira (PPS) tem 6%, Milton Temer (PSOL), 5% e Carlos Dias (PT do B), 2%. Wladimir Mutt (PCB), Claiton (PSTU) e Heitor (PSTU) marcam 1% cada um.

O percentual de eleitores que dizem não saber em quem votar ao Senado no Rio de Janeiro é de 19% para uma vaga, e 10% para as duas vagas."

Entre os entrevistados, 11% declararam que irão votar em branco ou nulo para uma das vagas, e 7%, para as duas vagas em disputa

Pro dia nascer feliz


"Fracassei em tudo o que tentei na vida. Tentei alfabetizar as crianças
brasileiras, não consegui. Tentei salvar os índios, não consegui. Tentei fazer
uma universidade séria e fracassei. Tentei fazer o Brasil desenvolver-se
autonomamente e fracassei. Mas os fracassos são minhas vitórias. Eu detestaria
estar no lugar de quem me venceu."


DARCY RIBEIRO

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Eu sou mais um

Sávio, ex-Fla, pode parar no Macaé


Sávio, esse cara aí de cima, ex-jogador em atividade que até alguns semanas tentava jogar no Avaí, está negociando com o Macaé Esporte Clube, que está disputando a Série C do Campeonato Brasileiro e enfrenta nos próximos dias o tradicional Criciúma por uma vaga nas semifinais da competição. O vencedor do duelo já se classifica para a Série B em 2011.
Ele bem poderia dar uma forcinha para seu ex-time, aquele que fica pelas bandas da Gávea, e "reforçar" seu poderoso ataque.

Chegando aos 200 mil acessos!

Em nome da equipe do Sociedade Blog, quero agradecer aos amigos que nos visitam sempre, os que aparecem de vez em quando, e até aqueles vieram aqui somente uma vez.
Em pouco mais de um ano e meio, e com tantos blogs bacanas em nossa região, cá estamos chegando aos 200 mil acessos.
Um abraço especial para quem faz e fez parte de nosso time: Gustavo Rangel, Claudio Kezen, Walnize Carvalho, Celso Vaz e Ana Paula Motta, que durante alguns meses abrilhantou nosso espaço com suas poesias e sensibilidade, além de apresentar a muitos (inclusive a este blogueiro) nossa querida Walnize, que tempos depois veio reforçar nossa seleção!
Valeu rapaziada!!

Mais uma vez o STF...

Pela segunda vez em poucos dias o STF apronta das suas.
Primeiro não decidiu a questão sobre a ficha limpa, depois de muito blá blá blá e debates intermináveis. E agora tudo indica que mudará as regras do jogo a poucos dias das eleições, já que não exigirá mais dois documentos para que o eleitor vote.
Para que simplificar as coisas, se é bem melhor complicar não é??
Na boa, estou de saco cheio desses ministros...

Amigos com data marcada

Do blog de Lauro Jardim:

Criada às pressas nas últimas semanas por Sérgio Cabral, a aliança entre Lindberg Farias e Jorge Picciani no Rio de Janeiro tem data de validade. No domingo, os dois (que se detestam, ressalte-se) não vão acompanhar a apuração de votos para o Senado juntos. A partir de segunda-feira, eleitos ou não, é cada um para o seu lado.

Por Lauro Jardim"

Paul McCartney volta ao Brasil

Aguardado com enorme ansiedade pelos milhares de fãs no Brasil e depois de várias especulações nos últimos meses, foi confirmado pelo Grupo RBS que o ex-beatle Paul McCartney fará três shows no país em novembro.
O primeiro será em Porto Alegre no dia 7 de novembro. Depois serão dois shows no Morumbi, em São Paulo nos dias 21 e 22 de novembro.
Mais detalhes sobre a venda de ingressos serão divulgados nos próximos dias.

Domingo é logo ali...

Esclarecimento de Dr. Aluisio, candidato a deputado federal

Terrorismo eleitoral, jogo sujo e coisas do tipo acontecem em qualquer lugar. Saí de Campos, onde a política local há tempos é permeada no baixo nível que todos conhecemos, e morando em Macaé, onde achei um candidato digno para votar, encontrei a mesma forma rasteira de pensar e fazer política. Desesperado com os altos índices de intenções de voto que Dr. Aluisio tem não só em Macaé, mas em todas as cidades da região, o prefeito licenciado, seu irmão-candidato e sua patota usam mais uma vez da mais suja artimanha na política: a mentira.
E Dr. Aluisio esclarece:

"Notícias falsas. Em respeito ao eleitor pretendo esclarecer que estou habituado a esse tipo de e-mail no período eleitoral. Para aqueles que nos acompanharam na eleição passada, a prática, de propagar notícias falsas e desqualificadas, da mesma forma permeou o dia a dia da campanha, estratégia usada sempre nos dias que antecedem o momento do voto.

Alguns pontos marcam extrema incongruência. Vamos a eles: o Tribunal de Contas do Estado publicou uma lista contendo muitos nomes de gestores que tiveram suas contas reprovadas. Não faço parte desta relação. Caso fizesse, não teria direito de participar dessa eleição. Portanto, não temos nenhuma condenação.

Atuei no Governo Silvio Lopes, como diretor do Pronto Socorro Municipal e diretor técnico do HPM, cargos baseados nas minhas competências técnicas, como médico e gestor em saúde pública. Quanto a casa em Búzios, que faz parte de um condomínio residencial, composto por vinte residências, está devidamente declarada junto ao imposto de renda e ao próprio TSE. A mansão na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, é pura ficção.

Em relação ao Hospital do Trapiche, todo processo licitatório, foi realizado pela administração direta do atual governo municipal, não havendo ingerência da fundação hospitalar, da qual fui gestor.

Sou contra o aborto e todo tipo de ato que se opõe a vida. Da mesma forma que sou contra toda forma de preconceito. Em relação à descriminalização das drogas, penso fazer parte de um problema de saúde e segurança pública, portanto um debate rico que precisa ser aprofundado.

O Deputado Federal, Sílvio Lopes, apóia o candidato Marcelo Itagiba, PSDB, na nossa região.

Mesmo sabendo que o eleitor não acredita mais nesse tipo de artimanha, não pude deixar de esclarecer esses pontos. Sei que quem conhece, e confia, na minha história e na minha forma de participar da vida política, sabe que juntos faremos as mudanças que Macaé e região precisam.

Dr. Aluízio"

Meu olhar sobre o cotidiano



Passava ontem pela rua,na manhã chuvosa, quando avistei uma casa e nela um cartaz.Desci,fotografei e posto agora.

Que outros olhares atentos também a vejam!...

Desfile beneficente no Trianon


 Mais um recado da colega Alicinéia Gama:

Acontece nesta quinta-feira (30), às 21h, no Teatro Trianon, o 11º desfile beneficente da Coesa, em parceria com o estilista campista Nelcimar Pires. Com o tema ‘Guerra’ e ‘Paz’, o desfile contará com a presença do ex-BBB, Eliéser Ambrósio, além de modelos profissionais que mostrarão as novas criações de noivas e festa do estilista.

A renda é revertida às entidades filiadas à Coesa. “O objetivo é fazer com elas consigam angariar recursos para continuar fazendo os trabalhos sociais com suas clientelas”, explica a diretora da Coesa, Rosa Morisson, lembrando que o desfile já faz parte do calendário oficial do órgão. “Fico muito feliz em, mais uma vez, poder realizar esse evento na certeza de que muitas famílias serão assistidas”, ressalta Nelcimar.


Desfile acontece no Trianon em Campos

O estilista, que é o coordenador oficial do Concurso de Miss no município de Campos, vai aproveitar o evento para coroar a nova Miss Campos, Adriana Sant’anna, que receberá a faixa pelas mãos da modelo Angélica Menezes. Também será coroado o Mister Campos, Marcelo Schimmimg. O ingresso custa R$ 15 e está à venda na Coesa, no atelier Nelcimar Pires e na Mania D'Água (que também vai mostrar sua moda praia).

Na mesma noite, o estilista também lançará a 11ª edição de sua revista de noivas, e cada convidado receberá um exemplar. A publicação traz como estrelas da capa, a Miss Campos 2008/2009 Carol Alves ao lado de Eliéser Ambrósio (foto). Um dos destaques da publicação é a entrevista com a consultora de moda Glória Kalil.

Nelcimar tem 27 anos de carreira, fez faculdade de moda na Universidade Cândido Mendes e curso de aperfeiçoamento em Londres. Sua coleção foi inspirada nos pigmentos dos painéis “Guerra” e “Paz”, de Cândido Portinari, que foram feitos para decorar a sede da ONU, em Nova York , nos anos 50. Quanto às modelagens, os vestidos têm forte identificação com o império, com golas que lembram rainhas e muitos volumes nas saias.

Novo técnico do Flamengo

É Silva contra Roussef!!!

Do jornal "O Globo" de hoje:

Verde acentua críticas a petistas e tucanos e volta a dizer que estará no 2º turno: ‘O Brasil vai ter uma surpresa’

Miguel Caballero

Animada com as pesquisas que demonstram seu crescimento na conquista de eleitores, a candidata do PV à Presidência, Marina Silva, acentuou as críticas contra petistas e tucanos — postura recente que deverá manter no debate na Rede Globo, amanhã — e elegeu uma nova palavra de ordem, pedindo o confronto "Silva contra a Rousseff" no segundo turno.

E voltou a afirmar que já conquistou a preferência de mais eleitores do que mostram as pesquisas.

Em encontro com evangélicos do Conselho de Pastores de Juiz de Fora (MG), no início da noite de ontem, ela disse que as pesquisas subestimam seu crescimento e disse não ter dúvidas de que estará no segundo turno:

— As pesquisas estão indicando tendência de alta, mas o que eu encontro nas ruas é muito maior do que aparece nas pesquisas. Elas não estão conseguindo alcançar a mobilização que existe nas ruas do país. No dia 3 de outubro, o Brasil vai ter uma grande surpresa, porque aí não será mais possível não alcançar aquilo que os brasileiros democraticamente depositaram na urna — afirmou a candidata, para em seguida listar três capitais e um estado em que, segundo ela, a ultrapassagem sobre o tucano José Serra (PSDB) já se confirmaria em números.

— No Rio de Janeiro, já estamos em segundo lugar. Na cidade do Rio, em Brasília, em Salvador e no estado do Amazonas, também estamos em segundo. Pelo que vi no Pará, pela manhã, não vai ser diferente. Tem uma onda verde no Brasil se agigantando — disse.

Na entrevista em um hotel de Juiz de Fora, Marina usou três vezes a expressão "Silva contra Rousseff", cunhada por ela mesma horas mais cedo, em Belém.

Ela, porém, negou que a frase seja uma tática para se aproximar da popularidade do presidente Lula, que tem o mesmo sobrenome.

— Não formulei dessa forma. O que eu disse é que no segundo turno as pessoas conhecerão melhor as propostas e poderão decidir democraticamente entre a Silva e a Rousseff. Sinto que a sociedade brasileira está preparada para ter uma mulher na Presidência.

Depois de conversar com jornalistas, Marina falou para uma plateia formada por pastores e fiéis de diversas igrejas evangélicas.

Participou de uma oração comandada por um pastor e, após iniciar seu discurso lembrando que é "cristã evangélica da Assembleia de Deus", afirmou que "somos um Estado laico" e prometeu "governar para todos os brasileiros".

Precisando tirar votos de Dilma, para garantir a realização de um segundo turno, e de Serra, para chegar até ele, Marina voltou a criticar o PT e o PSDB.

Afirmou ter certeza de que há pessoas insatisfeitas dentro dos dois partidos. No PT, por conta do "vale-tudo eleitoral e das alianças incoerentes", e no PSDB, "pelo promessômetro" de final de campanha.

Hoje e amanhã, Marina ficará em São Paulo se preparando para o debate da Globo, a última vez em que estará frente a frente com os adversários.

Canção do Dia de Sempre - Mário Quintana


Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas.

Sabedoria chinesa


"Era uma vez um camponês chinês, muito pobre, mas sábio, que trabalhava a terra duramente com o seu filho. Um dia o filho diz: Pai, que desgraça, o nosso cavalo fugiu.

- Por que chamas desgraça? Pergunta o pai e acrescenta.
- Veremos o que nos traz o tempo.
Passando alguns dias o cavalo regressou acompanhado de uma linda égua selvagem.

- Pai que sorte! Exclamou o rapaz.
- O nosso cavalo trouxe outro cavalo.

- Por que chamas de sorte. Indagou o pai. Veremos o que nos traz o tempo.
Dias depois o rapaz quis montar no novo animal, mas este, não acostumado à sela, empinou-se e deitou o rapaz no chão. Na queda, o rapaz quebrou uma perna. E novamente dirigiu-se ao pai:

- Pai, que desgraça, parti a perna! O pai, retomando a sua experiência e sabedoria, disse:

Por que chamas desgraça? Veremos o traz o tempo.
O rapaz não se conformava com a filosofia do pai. Poucos dias depois passaram pela aldeia os enviados do imperador, que recrutavam jovens para a guerra. Foram à casa do camponês, viram o jovem com a perna quebrada, deixaram-no e seguiram caminho.

O jovem compreendeu então que nunca deve dar nem a desgraça, nem a fortuna como absolutas, mas que, para saber se algo é mau ou bom, é necessário dar tempo ao tempo..."

Moral deste antigo conselho chinês: A vida dá tantas voltas e é tão paradoxal no seu decorrer que, tanto o mau pode vir a ser bom, como o bom pode vir a ser mau.

Lá vem Marina!!!



Da Folha de São Paulo:

'Sangria' de Dilma chega a 6 milhões de votos

Nova classe C concentra a maioria dos eleitores que desembarcaram da candidatura do PT nas duas últimas semanas

Marina Silva foi a maior beneficiada pela queda da petista e conquistou 4 mi de eleitores; Serra ganhou cerca de 2 mi

Fernando Canzian

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, perdeu cerca de 6 milhões de votos nas duas últimas semanas.

Mais da metade dessa "sangria" (cerca de 3,6 milhões de votos) se concentrou exatamente na parcela da população mais beneficiada pelas políticas social e econômica do governo Lula: a chamada nova classe C.
Segundo o Centro de Políticas Sociais (CPS) da FGV-RJ, quase 30 milhões de brasileiros ascenderam à classe C a partir de 2003.

A candidata do PV à Presidência, Marina Silva, foi a maior beneficiada por essa migração de votos. Ela conquistou cerca de 4 milhões de eleitores no período. Serra ganhou cerca de 2,3 milhões.

Os números foram calculados com base em pesquisa Datafolha divulgada ontem. Nela, Dilma tem 46% das intenções de voto. Serra fica com 28%; e Marina, 14%.

A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Isso explica diferenças nos resultados conforme os cortes feitos, por renda ou escolaridade, por exemplo.

As duas últimas semanas foram marcadas pelas denúncias de quebra de sigilos fiscais de tucanos e de seus familiares, pela queda da ex-braço direito de Dilma na Casa Civil, a ex-ministra Erenice Guerra, e por uma profusão de críticas da petista e do presidente Lula à imprensa.

A perda desses cerca de 6 milhões de eleitores (em um total de 135 milhões) não garante mais a vitória de Dilma no primeiro turno.

Pro dia nascer feliz


"O caráter é como uma árvore e a reputação como sua sombra. A sombra é o que nós pensamos dela; a árvore é a coisa real."

Abraham Lincoln

Greve nacional dos bancários hoje!

Amigos do Sociedade, não se esqueçam que os bancários entraram em greve nacional!! Portanto, se faz parte dos seus planos enfrentar aquela fila legal de banco hoje, pode esquecer.
Um lembrete: as caixas eletrônicas continuarão funcionando.
A greve vai durar pelo menos até a próxima sexta.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

"Profissão Repórter" retornando esta noite

O melhor programa da tv aberta está de volta hoje e só agora fiquei sabendo. O "Profissão Repórter" começa após o debate entre os candidatos a governador na Globo.

Heloisa Helena e Collor ameaçados.

Hoje li duas notícias sobre dois personagens conhecidos da política nacional e que vivem momentos parecidos, embora sejam totalmente diferentes.
Nas eleições de Alagoas, a combativa Heloisa Helena, candidata à senadora pelo PSOL, vem caindo nas pesquisas. Uma pena caso ela não se eleja. Tudo porque um candidato obscuro chamado Benedito de Lira, do PP, que faz parte da base aliada do governo federal, vem usando na propaganda eleitoral um vídeo de Heloisa, onde a mesma critica de forma veemente o presidente e cada vez mais candidato a santo, Lula. A cada dia que passa me preocupa mais essa idolatria que muitas pessoas nutrem por Lula. Já disse e repito: impossível desprezar que o Brasil cresceu sob o seu comando sobre vários aspectos, mas era preciso jogar no lixo princípios éticos tão importantes do velho PT? Espero de verdade que Heloisa Helena reverta esta situação e seja eleita no próximo domingo. O Brasil agradece.
Em compensação, o ex-presidente Fernando Collor de Mello, candidato a governador também em Alagoas vem caindo nas pesquisas e corre o sério risco de ficar de fora da disputa no segundo turno.
O Brasil também agradece.

Sociedade nas eleições

Em uma inciativa bacana da MultTv canal 8 da Vicabo, o Sociedade Blog estará disponibilizando o sinal da emissora aqui no blog para quem quiser acompanhar todo desenrolar das eleições do próximo domingo. Na verdade, está sendo alinhavado um "pool" com vários blogs da cidade de Campos e nós seremos mais um a entrar na empreitada.
Domingo, todos juntos então!!!

Rock na quinta

A Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação dá início nesta quinta-feira, dia 30 de setembro, a partir das 19h30, na Semi-Arena do Palácio da Cultura, à primeira etapa do Projeto “Aumenta que isso aí é rock and roll”, que contará com apresentação lítero-musical dos primórdios do rock and roll e sua matriz negra.

Reubes Pess se apresenta no Palácio da Cultura
foto: Álvaro Marcos
Na oportunidade, o produtor de rádio Paulo André Barbosa fará uma abertura teórica, onde contará a história do nascimento do rock e da primeira etapa do rock dos anos 1960 e 1970, através de textos e imagens históricas.

Em seguida haverá a apresentação da Banda Reubes Pess Band e convidados, que executarão todo o repertório da época, exaltando o caráter da negritude do berço do rock e seu caráter de rebeldia que até os dias de hoje contagia a juventude.

No repertório estarão Litle Richard, Chuck Berry, Jerry Lee Lewis, Elvis Presley, Led Zepelin, Raul Seixas, Deep Purple, Eric Clapton e Santana entre outros músicos e bandas. O evento terá entrada gratuita.




Da geração 80


Fãs podem escolher repertório da próxima coletânea da Legião Urbana

"Os fãs da Legião Urbana já podem escolher as músicas da próxima coletânea da banda. O álbum, ainda sem título definido, será lançado em novembro pela gravadora EMI.

Aqueles que quiserem participar da escolha do repertório têm até a próxima quinta-feira (30) para votar nas músicas preferidas da banda no Portal da Legião Urbana, no site www.legiaourbana.com.br --é preciso ser cadastrado para participar.

São 40 músicas disponíveis na lista, entre clássicos como "Pais e Filhos", "Será", "Monte Castelo, "Andrea Doria", "Giz", "Hoje A Noite Não Tem Luar" e "Eu Sei". Os fãs podem escolher 12 faixas e a ordem delas no álbum. As canções mais votadas entrarão no disco e os participantes concorrem a CDs autografados por Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá."

Fonte:uol.com

Mais uma...


Os "meninos" do Sociedade gostaram e manisfestaram.Sendo assim,transcrevo mais trechos de outra entrevista do livro: "O som do Pasquim" (entrevistas históricas) (2009). Desta vez:Chico Buarque.

Entrevista com Chico Buarque de Holanda no Chopinho & Comidinhas em 28/11/1975, um papo que durou três horas, bebendo o fernet ( bebida preferida do Chico) muito chopp e caipirinha.
Reproduzo o trecho da entrevista em que ele relembra o massacre de CCC a sua peça Roda Viva.
Ziraldo- Antes de compor você gostava de escrever?
Chico- Sim. Tudo que era jornalzinho de escola.
Jaguar- Alguma pessoa te levou para fazer música?
Chico- Vinícius era muito amigo lá em casa. Era meio um mito, chegava lá com violão,cantava as músicas dele.
Ziraldo- Você escreve música?
Chico- Muito mal.
Jaguar- Você tem alguma organização de trabalho, um sistema?Só trabalhar de manhã, de tarde...?
Chico- Com música não, quando me meto a fazer uma peça de teatro ai tem uma certa estrutura. Música você pode fazer em 5 minutos, às vezes leva dois meses. Não adianta impor uma disciplina.
(...)

Ziraldo- Quando você começou a incomodar e a se sentir incomodado?
Chico- O negócio começou a engrossar com Roda-Viva. Espancaram os atores e destruíram tudo em São Paulo e Porto Alegre. Ai proibiram a peça de vez em todo território nacional.
A história que me contam é que em São Paulo o Comando de Caça aos Comunistas (CCC) iam empastelar outra peça. Iam acabar com a Feira de Opinião. Chegaram lá já armados, preparados e a peça já tinha acabado. Ai aproveitaram... (risos) para não perder a viagem esculhambaram a Roda Viva. Mais tarde numa espécie de interrogatório uma autoridade perguntou o que tinha na peça. A peça não tinha absolutamente nada. Era sobre o meio artístico.”
(...)

“A entrevista termina. Chico sorri abrindo o bigode sobre os dentes brancos ,perfeitos, franzindo os olhos perfeitamente verdes...”

Vamos chorar?



Terça bem brasileirinha



Choro & Cia.
Com o Conjunto Regional Carinhoso e convidados: Vinícius Velasco e Quarteto Regra Três
Terça, 28.09, às 20h
No foyer do Teatro Municipal Trianon
Entrada franca

Mais informações e entrevistas: (22) 98348833 (Patrícia Bueno)

Patrícia Bueno
Jornalista

Pro dia nascer feliz


"Sonha e serás livre de espírito... luta e serás livre na vida. "

Che Guevara

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Saiba um pouco mais sobre...


... TIRIRICA

A tiririca, uma das principais plantas daninhas, possui um conjunto de bulbos, rizomas e tubérculos subterrâneos, interligados em forma de corrente, de onde surgem as folhas e as hastes florais.
A maior parte dos tubérculos (80%) é formada nos primeiros 20 centímetros de profundidade do solo e pode ficar dormente por longos períodos de tempo, sendo que quanto maior for a profundidade em que estiverem os tubérculos, maior será o seu tempo de sobrevivência no solo.

DISSEMINAÇÃO

A tiririca se dissemina através de:

aplicação de matéria orgânica contaminada;
máquinas e implementos agrícolas com tubérculos aderidos.
mudas contaminadas;
touceiras de grama;
enxurradas, sulcos e canais de irrigação.

PREJUÍZOS

A tiririca reduz a produção agrícola em 40 por cento, em média, podendo chegar a 90 por cento, no caso de hortaliças.

EVITAR A DISSEMINAÇÃO É SEMPRE O MELHOR REMÉDIO!

Prevenção: A prevenção consiste em evitar-se a introdução de plantas ou qualquer propágulo de tiririca em áreas não infestadas, exercendo-se um rígido controle de qualidade das sementes certificadas.
Método mecânico: consiste na eliminação temporária da tiririca, através do preparo do solo, da capina e de cultivo de espécies antagônicas. São necessários pelo menos dois anos de cultivos quinzenais para reduzir a população da erva daninha.

"PREVENIR É SEMPRE A MELHOR OPÇÃO!"

Fonte:Embrapa

E no dia dedicado ao Idoso...


Envelhecer : com mel ou fel ?

Affonso Romano de Sant'anna

"Conheço muitas pessoas que estão envelhecendo mal. Desconfortavelmente. Com uma infelicidade crua na alma. Estão ficando velhas, mas não estão ficando sábias. Um rancor cobre-lhes a pele, a escrita e o gesto. São críticos azedos, aliás estão ficando cítricos sem nenhuma doçura nas palavras. Estão amargos. Com fel nos olhos.

E alguns desses, no entanto, teriam tudo para ser o contrário : aparentemente tiveram sucesso em suas atividades. Maior até do que mereciam. Portanto a gente pensa : o que querem? Por que essa bílis ao telefone e nos bares ? Por que esse resmungo pelos cantos e esse sarcasmo que se pensa humor ? Isto está errado. Errado, não porque esteja simplesmente errado, mas porque tais pessoas vivem numa infelicidade abstrusa. E, ademais, deveria-se envelhecer maciamente. Nunca aos solavancos. Nunca aos trancos e barrancos. Nunca como alguém caindo num abismo e se agarrando nos galhos e pedras, olhando enquanto despenca. Jamais também, como quem está se afogando, se asfixiando ou morrendo numa câmara de gás.

Envelhecer deveria ser como plainar. Como quem não sofre mais (tanto), com os inevitáveis atritos. Assim como a nave que sai do desgaste da atmosfera e vai entrando noutro astral, e vai silente, e vai gastando nenhum-quase combustivel, flutuando como uma caravela no mar ou uma cápsula no cosmos.

Os elefantes, por exemplo, envelhecem bem. E olha que é uma tarefa enorme. Não se queixam do peso dos anos, e nem da ruga do tempo, e , quando percebem a hora da morte, caminham pausadamente para um certo lugar - o cemitério dos elefantes, e aí morrem, completamente, com a grandeza existencial só aos sábios permitida.

Os vinhos envelhecem melhor ainda. Ficam ali nos limites de sua garrafa, na espessura de seu sabor, na adega do prazer. E vão envelhecendo e ganhando vida, envelhecendo e sendo amados, e, porque velhos, desejados. Os vinhos envelhecem densamente. E dão prazer.

O problema da velhice também se dá com certos instrumentos. Não me refiro aos que enferrujam pelos cantos, mas a um envelhecimento atuante como o da faca. Nela o corte diário dos dias a vai consumindo. E no entanto, ela continua afiadíssima, encaixando-se nas mãos da cozinheira como nenhuma outra faca nova.

Vai ver, a natureza deveria ter feito os homens envelhecerem diferente. Como as facas, digamos, por desgaste, sim, mas nunca desgastante. Seria uma suave solução: a gente devia ir se gastando, se gastando, se gastando até se evaporar. E aí iam perguntar: cadê fulano? E alguém diria: gastou-se foi vivendo, vivendo, e acabou. Acabou, é claro, sem nenhum gemido ou resmungo.

Isto seria muito diferente de ir envelhecendo por um processo de humilhações sucessivas, como essa coisa de ir deixando rins, pulmões, dentes e intestinos pelas mesas de cirurgia, numa mutiladora dispersão.

Acho que o que atrapalha alguns maus envelhecedores é a desmesurada projeção que fizeram de si mesmos. Se dimensionaram equivocadamente. Deveria ser proibido, por algum mecanismo biológico, colocarmos metas acima de nossas forças.

Seria a única solução de acabar com a fábula da raposa e as uvas. Assim a raposa não envelheceria resmungando por não ter devorado o que não lhe pertencia. Deveria, portanto, haver um relais, que desligasse nossos impulsos toda vez que quiséssemos saltar obstáculos para os quais não temos músculos.

Assim sofreríamos menos e não amargaríamos não ter tido certas mulheres, conquistado certos reinos, escrito certas obras primas.

A literatura tem lá seus personagens-símbolos a esse respeito: o Fausto e Dorian Gray. Apavorados com a velhice e a morte, venderam a alma ao diabo, e em troca pediram a juventude de volta. Não deu certo. O diabo não joga para perder. Dizem que a única vez que foi realmente derrotado foi naquela disputa com o próprio Deus a respeito de Jó. Mesmo assim, deu um trabalho danado.

Especialistas vão dizer que envelhece mal o indivíduo que não realizou suas pulsões eróticas assenciais; que deixou coagulada ou oculta uma grande parte de seus desejos. Isto é verdade. Parcial porém. Pois não se sabe por que estranhos caminhos de sublimação, há pessoas que, embora roxas de levar tanta pancada da vida, têm, contudo, um arco-íris na alma.

Bilac dizia que a gente deveria aprender a envelhecer com as velhas árvores. Walt Whitman tem um poema onde vai dizendo: " Penso que podia viver com os animais que são plácidos e bastam-se a si mesmos".

Ainda agora tirei os olhos do papel e olhei a natureza em torno. Nunca vi o sol se queixar no entardecer. Nem a lua chorar quando amanhece."

Estudantes e sem teto

Grupo de estudantes, ao que parece, "entrou" em terreno de casa em frente ao Parque Alzira Vargas em Campos e prepara o local para moradia estudantil. Hoje cedo eles ateavam fogo no mato que tomava conta do local e colocaram a faixa acima na grade da mansão abandonada. Há tempos o local serve de esconderijo para a bandidagem em área nobre da cidade. 
Enfim...vai dar o que falar...

Alô!!

- Alô, é da SulAmericana?
- É sim, pode falar
- O Flamengo tá aí?
- Tá não, saiu.

- Alô, é da Copa do Brasil?
- É sim, pode falar
- O Flamengo tá aí?
- Tá não, acabou de sair.

- Alô, é da Libertadores?
- É sim, pode falar
- O Flamengo tá aí?
- Desculpe senhor, mas não tem ninguém com esse nome aqui

- Alô, é da Série A do Brasileirão?
- É sim, pode falar
- O Flamengo tá aí?
- Pôxa, tá lá embaixo, quer que chame?
- Não, falo com ele na segunda.

- Alô, é da Segundona?
- É sim, pode falar
-O Flamengo tá aí?
- Rapaz, ainda não, mas ele ligou avisando que já tá vindo
- Quer deixar recado?

Charge do dia


Arte feita pelo craque José Renato especialmente para o jornal "O Pappel" que estará nas ruas nesta semana e para o Sociedade Blog.

Ele faz a própria festa


Google comemora hoje 12 anos

"O maior motor de busca do mundo comemora hoje 12 anos. Apesar de ter sido lançado a 4 de Setembro de 1998 e ter contratado o seu primeiro trabalhador a 21 de Setembro desse ano, o Google comemora hoje o seu aniversário.
Para comemorar o seu aniversário, o Google colocou um novo logótipo no seu motor de busca, com um bolo da autoria de Wayne Thiebaud , um pintor americano associado à pop art."

Pro dia nascer feliz



"Tudo que é realmente grande e inspirador é criado pelo indivíduo que pode trabalhar em liberdade. "


Albert Einstein

domingo, 26 de setembro de 2010

Reflexão para esta última semana.


Da jornalista Ana Paula Padrão para a candidata fantoche do Lula em debate na Record esta noite:"O governo PT foi marcado por corrupção. Você vai continuar varrendo pra baixo do tapete?"

Com isso, ganhou inúmeros elogios e "declarações de voto" de milhares de twitteiros.

Entrevista de Marina Silva à Folha de São Paulo

Estúpido é não aprender com os erros, diz Marina Silva

Candidata do PV afirma que o PT não tomou nenhuma providência para evitar que outro escândalo ocorresse dentro da Casa Civil

De Bernardo Mello Franco

Como a sra. vê a série de escândalos que marca esta reta final da campanha?

Tivemos, na história do Brasil, sucessivos casos graves de corrupção e tráfico de influência. Houve a compra de votos para a reeleição, no governo Fernando Henrique Cardoso. Depois o mensalão, no governo Lula.

Sábios são os que aprendem com os erros dos outros, e estúpidos são os que não aprendem nem com os próprios erros. Os partidos que estiveram no poder tiveram a oportunidade de aprender, mas as pessoas sempre são tentadas a se colar nos ganhos e nos acertos. Quando acontecem os erros, aí não é responsabilidade sua.

O PT aprendeu com o caso do mensalão?

Uma parte do PT aprendeu muito. Outra parte parece não ter aprendido. As denúncias que surgiram nos últimos dias revelam isso. Ficam tão focados no que serve para faturar eleitoralmente que não tratam dos problemas.
Você não pode negligenciar os problemas, mesmo que isso renda desconforto político e perda de popularidade. As coisas que precisam ser feitas têm que ser feitas.

O que a incomoda mais?

O que incomoda é que houve uma crise grave em 2005 e agora essa crise se repete de novo. Não foi tomada nenhuma medida para evitar que isso acontecesse de novo na Casa Civil. Em cima da figura do presidente, que precisa ser protegida desse tipo de coisa. Um ministro da Casa Civil [José Dirceu] já tinha caído por causa disso, e o erro se repete novamente.

Os casos são comparáveis?

Um era mensalão e o outro é tráfico de influência. Mas são graves do mesmo jeito. Gravíssimos.
A sra. afirmou que só critica o Bolsa Família quem não sabe o que é passar fome. A oposição passou muitos anos batendo no programa. Ela se distanciou do povo?
Houve falta de sensibilidade para um problema grave, que precisava ser enfrentado. Isso se revela nos discursos, mas também na ausência de políticas consistentes para esses segmentos da sociedade durante muitos anos [no governo tucano].
Agora vejo o candidato José Serra dizendo que vai dobrar o Bolsa Família, dar o décimo-terceiro do Bolsa Família. Pergunto se o partido dele [PSDB] e o DEM, que criticaram tanto o programa, estão fazendo uma revisão, ou se é só em função da eleição.

O eleitor percebe isso?

As pessoas percebem quando você está levantando uma questão como compromisso, e não apenas como promessa. Quando você está reconhecendo um ganho real ou está fazendo uma apologia para faturar.

A sra. ficou sozinha na defesa do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso...

As pessoas perguntam por que falo do Plano Real e do FHC, se nem o Serra o defende. Dizem que tira voto. Não falo para ganhar voto, falo porque é justo. Reconhecer ganhos do Real e da política social de Lula é ter um olhar honesto para a História.

Serra foi para o ataque, mas a sra. foi quem cresceu com os escândalos. Por quê?

Porque sou a terceira via que o eleitor está buscando. O eleitor compreendeu que a Dilma e o Serra são muito parecidos, que as alianças que eles têm são mais do mesmo. Há uma repetição quase neurótica do discurso político, sem nada de novo.
O eleitor está cansado de ver isso. Ele quer alguém que olhe para as questões graves e não faça discurso populista para faturar a eleição, dizendo que vai resolver tudo num passe de mágica. Agora as pessoas prometem tudo. A gente tem que respeitar a inteligência do cidadão.

Serra prometeu elevar o salário mínimo a R$ 600 e criar o 13º do Bolsa Família. É disso que a sra. está falando?
Estou falando de ter uma plataforma, em vez de evitar ter um programa e ficar fazendo uma colagem de promessa atrás de promessa. Aí não tem critério. O céu é o limite. "Não subiu o suficiente [nas pesquisas]? Então vou prometer mais, mais e mais".
Você tem que pensar no limite das contas públicas, na possibilidade de implementar o que está dizendo. Não estou fazendo o discurso fácil. Se ganhar, quero ganhar ganhando, e se perder, quero perder ganhando.

O que é perder ganhando?
É quando você sai do processo maior do que você entrou. E nem precisa ser maior eleitoralmente, em quantidade de votos. Significa que você não vendeu seus princípios. Manteve uma atitude digna, justa, inclusive na relação com os concorrentes.
Quando saí do Ministério do Meio Ambiente, as pessoas disseram: "Poxa, a Marina saiu maior do que entrou". Naquele momento, parecia que eu tinha perdido a batalha para o Mangabeira [Unger], o [Reinhold] Stephanes, o Ivo Cassol. Aí eu disse: a derrota ou a vitória se mede na História. Eu me sinto vitoriosa hoje, porque o desmatamento segue caindo.

A subida de Dilma a surpreendeu? Imaginava que seria tão difícil enfrentá-la?

Nunca subestimei ninguém. Sempre soube da força que teria o partido [PT], o presidente Lula. Mas a decisão é do cidadão.

Não é impossível vencer uma candidata apoiada por um governo tão popular?

O projeto pode continuar com outro candidato. As pessoas precisam ter segurança disso, e eu passo essa segurança pela minha origem, pela minha trajetória. Se foi possível ao presidente Lula manter os ganhos do Real, porque não será possível a mim manter o Bolsa Família?

O PV está aliado ao PSDB no Rio, e agora seus candidatos ao Senado fazem dobradinha em São Paulo. Hoje, Serra é o mais cotado para ir ao segundo turno. A sra. o apoiaria?

Segundo turno se discute no segundo turno. Sinto que a minha candidatura é o segundo turno viável.

Sua candidatura cresce entre os mais ricos. Teme ser refém de uma moda ecológica?

As pessoas mais simples têm uma identificação natural quando conhecem minhas ideias, minha trajetória.
Há uma dificuldade sim, de estrutura. É uma luta de Davi contra Golias, se comparar as candidaturas. O que me anima é que Davi ganhou a luta com uma pedra, acertando a pedra no lugar certo.

Mais verde do que nunca

Não vi o debate todo porque estava na estrada voltando de Cabo Frio. Mas o que vi foi mais do que suficiente para confirmar que vou votar na melhor candidata.
Sou Marina, 43.

Pra refletir



"Toda a sociedade que pretende assegurar a liberdade aos homens deve começar por garantir-lhes a existência."

Léon Blum (líder político francês)

Verde que te quero verde

Não sou ecologista. Nem filiado ao Partido verde, deixo bem claro.

Nesta reta final de campanha, depois de observar a exaustiva falta de debate democrático sobre as questões fundamentais e necessárias em uma eleição, decidi pela Marina.

Diga-se de passagem, que a falta de debate nestas eleições é obra da estratégia elaborada pelo Lula. A polarização Lula x FH como forma de evitar o 2º turno, como já colocada zilhões de vezes, apequena, amesquinha e diminui o papel do eleitor como vetor de um voto consciente e maturado pelo debate. Eu não aceito este tipo de cabresto, principalmente quando ele é promovido por um presidente oriundo das lutas democráticas. Isto mostra o quanto ultrapassada e obsoleta é a forma de fazer política do Lula, sua visão do mundo e suas perspectivas como político.

O Brasil tem avançado como um bêbado descendo a ladeira. Politicamente errático, economicamente conservador, com os olhos mais no retrovisor do que na rua. Avanços que por exemplo, incluem milhões de analfabetos funcionais na chamada "nova classe média". Agora, estes novos consumidores poderão enfim, ter a sua casa própria cercada de grades. Quando assaltados nas nossas ruas mal iliminadas e esburacadas de cada dia, terão "algum" para deixar pro bandido. É um avanço! Poderão enfim, ir no carro financiado em 60 vezes, morrer nas filas e corredores dos nossos hospitais fétidos como um escândalo da Casa Civil.

É preciso deixar o século XX para trás. O discurso desenvolvimentista bem decorado pela candidata do poder e o da oposição predominante é canastrão como o galã da novela mexicana. E ultrapassado como o laquê que tenta suavizar a megera.

Mas olhem nos olhos da Dilma e do Serra. Não tem vida, brilho ou esperança. São olhos de quem calcula metodicamente cada passo e palavra externadas. Os olhos da Dilma principalmente, são quase uma confissão de culpa! "Eu posso ser presidente, o Lula me prometeu!"

Apesar do rolo compressor do Petucanato, nesse momento, Marina é a esperança de reformas estruturais tão necessárias quanto inadiáveis. E principalmente de um olhar mais moderno no sentido de retificar a rota dos avanços conquistados até aqui. Nunca acreditei no dircurso do "time que está ganhando não se mexe".

Reformas que o Petucanato falhou em levar a cabo, por interesses óbvios de manutenção do compadrio como forma de governar.

Se FH foi um horror, Lula foi a decepção.

Triste sociedade que tem nos seus "setores progressistas" tanto ranço de viés político-partidário arcaico, excludente e de dedo em riste.

Não me iludo. Sei que se eleita, a Marina terá que costurar alianças para governar. Mas, fica a esperança de uma forma menos antiquada e cínica de gerenciar as equações do poder. Fica a esperança de enfim, termos um rol de políticas públicas mais efetivas e menos assistencialistas.

Afinal, como dizia o poeta: "Meu senhor, uma esmola para um homem que é são, ou lhe mata de vergonha, ou vicia o cidadão".

E a charge do frasista

Dizeres



Carlito Maia (Carlos Maia de Souza), Segundo seu depoimento registrado, nunca freqüentou escola e foi, sucessivamente, "moleque, lavador de xícaras de café, rebelde, office-boy, contestador, reservista de 2ª categoria (Exército), antifascista, sargento da FAB, boêmio, despachante policial."Destacou-se como publicitário. São seus estes dizeres:


São Paulo separa os amigos e junta os inimigos.

Brasil? fraude explica!

Vim ao mundo a passeio, não em viagem de negócios.


Acordem e Progresso!

Deixei de usar gravata porque sentia um nó na garganta.

Uma vida não é nada. Com coragem, pode ser muito.

Nós não precisamos de muita coisa. Só precisamos uns dos outros

Deitado eternamente em berço esplêndido, o Brasil é o rei da dormência.

A verdade deve ter escravos e não donos.

Criancice a gente faz em qualquer idade.

Acordem e progresso.

Só trabalha quem não sabe fazer coisa melhor.

Somos subdesenvolvidos em tudo, menos na pretensão.

Pro dia nascer feliz



"Colhe o dia que nasce como se colhe uma rosa.Toma-o nas mãos, aspira-lhe o perfume... "

D.Helder Câmara

sábado, 25 de setembro de 2010

A Marina do dedo verde, por Ruth de Aquino.

Quando ela fala, veias caudalosas se projetam no pescoço. Marina Silva tem uma voz arranhada, que parece emergir com esforço de sua figura esguia. Com essa voz não treinada, que vem de dentro, Marina foi a candidata, nesta campanha de cartas marcadas, que soube projetar melhor, com inteligência e ironia fina, suas palavras. Talvez porque fossem palavras dela e de mais ninguém. Não mais do mesmo, não o vale-tudo de quem dá mais salário mínimo, 13o de Bolsa Família, ou empregos para a parentalha.

O título deste artigo é uma alusão a O menino do dedo verde, livro infantojuvenil escrito pelo francês Maurice Druon, em 1957, e adaptado para desenho animado. O protagonista, Tistou, tinha um dom: onde colocava o dedo, nasciam flores. O menino conhece a miséria, a prisão e os hospitais. Decide alegrar esses ambientes. E, ao colocar o dedo no presídio, nascem tantas flores que as portas da prisão não fecham mais. Mas os presos não fogem porque o mundo havia mudado para melhor.

Trata-se de uma fábula. Mas, como a realidade desta campanha eleitoral anda difícil de engolir, fantasias são bem-vindas. Na reta final, uma marola verde se torna onda e atrai desiludidos. Marina, que já se apresentou como a “outra Silva” e a “primeira candidata negra à Presidência”, abandonou os slogans que empobreciam seu discurso para colocar o dedo verde nas feridas do país.

Não por acaso a candidata do PV foi quem mais se beneficiou dessa língua malcheirosa que escorre da Casa Civil de Lula. Após as denúncias de corrupção e tráfico de influência do braço direito de Dilma Rousseff, as pesquisas mostram uns pontinhos a mais para Marina. Era previsto. Essa acriana evangélica, com quatro filhos e coque austero, é a única novidade. Suas reflexões sobre o Brasil e os adversários têm um carimbo de franqueza, sem arrogância. Concordando ou não com ela, somos compelidos a escutá-la.

Suas frases de muito efeito ecoaram em cabeças pensantes e na juventude. Seguem-se algumas delas: “Lula e Dilma infantilizam o eleitor brasileiro com essa história de pai e mãe”. “É possível perder ganhando e ganhar perdendo.” “Serra e Dilma são inteiramente parecidos porque defendem um modelo de desenvolvimento do século XX.” “O Brasil não precisa de um gerentão” (referindo-se a Dilma). “Meus adversários criam duas novelas: numa, o Brasil é todo azul, na outra é cor-de- rosa.” Marina se diz contra “o ‘promessômetro’ para ganhar simpatia”. Quer acabar com o “voto por gratidão” e criar o “voto cidadão”. Difícil, inviável, dirão, mas há um componente de sedução em sua fala.

Na semana passada, depois que Lula proclamou, em mais um comício – “Nós somos a opinião pública” –, a menina do dedo verde reagiu: “Eu acredito na liberdade de imprensa. Acho que o presidente fez uma crítica à imprensa que é contraditória com toda a sua trajetória dentro do PT”.

Dilma perdeu a fachada de paz e amor e reagiu com fúria às denúncias na imprensa. “Ela teve uma recaída. Parecia até ela mesma”, teria dito um aliado da petista, segundo a Folha de S.Paulo. A outra má impressão da semana foi a entrevista de José Serra ao Bom dia Brasil, na TV Globo. Não deixou que os jornalistas perguntassem quase nada. Impedia apartes, num tom professoral e prepotente que afasta até seus eleitores. A uma repórter do humorístico CQC, da Bandeirantes, Serra perguntou se ela tinha namorado. Não é a primeira vez que perde a noção.

Sem plásticas ou cabeleireiros, Marina cresceu de estatura ao longo da campanha. Seu discurso a princípio ambientalista ampliou-se e ganhou consistência no campo dos valores e da ética. Mesmo que a enorme maioria dos brasileiros não vote nela, sabe-se o que sua candidatura representa: uma terceira via, de olho no desenvolvimento sustentável do século XXI, que não comporta esmolas para uma massa tutelada e semianalfabeta. Quando deixou o governo Lula, após quedas de braço com Dilma, Marina afirmou: “Perco o pescoço, mas não perco o juízo”. E não perdeu mesmo.



Ruth de Aquino é diretora da sucursal de ÉPOCA no Rio de Janeiro

Atenção eleitor!

Do blog do Ancelmo Gois:

"O ex-craque Romário, criativo em campo, veja só, inova também na campanha. Está enviando correspondência pelos Correios para centenas de endereços só que sem o nome do destinatário.

A carta vai endereçada apenas... "Ao senhor morador"."

Esse é humilde

Daqui a pouco, Eymael e Levi Fidelix passam o Flamengo...

O time da gávea acaba de ser derrotado pelo Palmeiras no Engenhão pelo placar de 3 a 1. A única tristeza que tenho é ver o desespero da lindíssima atriz Christine Fernandes pelo twitter. Quem manda torcer errado.....

Orkut com os dias contados?


Do G1:

"Após um bug que levava os usuários para uma comunidade atingir mais de 185 mil pessoas no Orkut na manhã deste sábado (25), a mesma falha voltou a ser utilizada na noite de hoje, prejudicando cerca de 130 mil usuários da rede social. O Google havia excluído a comunidade chamada de "Infectados pelo Vírus do Orkut", mas hackers a recriaram e continuam utilizando a falha no código da rede social para atrapalhar o uso do site.
A falha ocorre no processamento das mensagens dos usuários que permite que hackers insiram um código JavaScript, tornando a pessoa um membro da comunidade. Ao entrar nos "scraps", como são chamadas as mensagens da rede social, além de ser levado e tornar-se membro da página "Infectados pelo Vírus do Orkut", o usuário passa o "bug" automaticamente para os amigos.
De acordo com Altieres Rohr, colunista de segurança para o PC do G1, o bug se tornou público na noite desta sexta-feira (24). "O Google foi avisado do problema por volta das 22h40 e até a tarde deste sábado não havia entrado em ação", conta.
O problema prejudica apenas o uso da rede social e não existe o risco do problema se espalhar para o computador como um vírus. O colunista explica que basta os usuários não acessarem as páginas de mensagens dos amigos até o problema ser resolvido para evitar ser atingido pelo bug.
Na comunidade "Infectados pelo Vírus do Orkut", o usuário da rede social Rodrigo Lacerda assume a autoria do Bug. "Você chegou aqui através de uma falha grave no orkut. A falha já foi comunicada ao Google e deve ser corrigida em breve. A comunidade só tem o intuito de forçar uma correção mais rápida", explica Lacerda na comunidade."

Meus candidatos

Pegando carona nos amigos Neto e Vitor Menezes do Urgente, lá vão meus candidatos!

Presidente: Marina - 43
Senador - Indeciso para os dois (tá feia a coisa...kkkk)
Governador - Gabeira - 43
Deputada Estadual - Cidinha Campos -12212
Deputado Federal - Sérgio Diniz - 2310

E se tiver eleição para prefeito de Campos, meu voto é do Fred "Cação" lá da Mult TV.
Confira logo abaixo...kkkkkkkkkk

Declaração de voto

Estimulado pelo amigo Vitor Menezes, do Urgente!, também resolvi dizer quem serão os candidatos que receberão meu voto no próximo dia 03. Ainda estou indeciso em relação a um senador e o deputado estadual.
Vamos lá:

Presidente: Marina-43
Governador- Gabeira-43
Senador-Lindberg- 131
Senador- Milton Temer ou Marcelo Cerqueira
Deputado Federal: Dr. Aluisio- 4343
Deputado Estadual: Marcelo Freixo ou Andral Tavares.

Tarde de sábado com Paulo Leminski


"Um homem com uma dor
é muito mais elegante
caminha assim de lado
como se chegando atrasado
andasse mais adiante
carrega o peso da dor
como se portasse medalhas
uma coroa um milhão de dólares
ou coisa que os valha
ópios édens analgésicos
não me toquem nessa dor
ela é tudo que me sobra
sofrer, vai ser minha última obra"

E depois do vergonhoso empate no STF...


Charge:Benett

Falando no diabo...


A MORTE DE UM ENGENHEIRO

Um Engenheiro morreu e chegou às portas do Céu. (É sabido que os Engenheiros, por sua honestidade, sempre vão para o céu.)
São Pedro procurou a ficha do Engenheiro em seus arquivos mas, como andava um pouco desorganizado ultimamente, não a encontrou na montanha de documentos. Então, ele falou para o Engenheiro:
- Lamento, mas seu nome não consta em minha lista...
Assim, o Engenheiro foi até as portas do Inferno, onde lhe deram imediatamente moradia e alojamento.
Pouco tempo se passou e o Engenheiro se cansou de sofrer as agruras do inferno.
Ele se pôs, então, a projetar e construir melhorias. Com o passar do tempo, o Inferno já tinha ISO 9000, sistema de monitoramento de cinzas, ar condicionado, banheiros com drenagem, escadas rolantes, aparelhos eletrônicos, redes de telecomunicações, programas de manutenção predial, sistemas de controle visual, sistemas de detecção de incêndios, termostatos digitais, etc...
E o Engenheiro passou a ter uma excelente reputação.
Um dia, São Pedro, estranhando a falta de reclamações que normalmente lhe chegava das bandas do Inferno, chamou o Diabo pelo telefone e perguntou desconfiado:
- Como estão vocês aí no Inferno?
- Nós estamos muito bem! Temos ISO 9000, sistema de monitoramento de cinzas, ar condicionado, banheiros com drenagem, escadas rolantes, aparelhos eletrônicos, internet, etc. Se quiser, pode me mandar um e-mail para meu endereço, que é o diabofeliz@inferno.com. E olhe que eu ainda nem sei qual será a próxima surpresa que o Engenheiro nos reserva!
- O QUÊ?! O QUÊ?! Vocês TÊM um Engenheiro aí no Inferno? Isso é um erro! Nunca deveria ter chegado aí um Engenheiro! Os Engenheiros sempre vão para o Céu; isso é o que está escrito e já está resolvido. Mande-o de volta para o Céu imediatamente!
- De jeito nenhum! Eu gostei de ter um Engenheiro na organização... E ficarei eternamente com ele.
- Mande-o para mim ou... EU O PROCESSO!...
E o Diabo, dando uma tremenda gargalhada, respondeu a São Pedro:
- Ah, sim?! Então, só por curiosidade, me responda: DE ONDE VOCÊ TIRARÁ UM ADVOGADO???...

Todo cuidado é pouco...

ORIENTAÇÕES SOBRE SEXO SEGURO POR UM ADVOGADO:

Você lembra do tempo em que "sexo seguro" significava usar camisinha para evitar doenças sexualmente transmissíveis e gravidez? Esqueça...os bons tempos terminaram.
Confira aqui as dicas para sexo seguro que um homem deve observar no maravilhoso mundo feminista moderno!
A coisa está ficando assim: sabe aquela gatinha que você conheceu na balada, que deu a maior mole, você convidou para um motel e ela topou?
Primeiro leve a garota à uma emergência hospitalar e solicite um teste de dosagem de álcool e outros entorpecentes, para evitar acusação de posse sexual mediante fraude. (Art. 215 CPB)

Depois passe com ela em um cartório e exija que ela registre uma declaração de que está praticando sexo consensual, para evitar acusação de estupro. (Art. 213 CPB)

Exija também o registro de uma declaração de que ela está praticando sexo casual, para evitar pedido de pensão por rompimento de relação estável. (Lei 9.278, Art. 7)

Depois vá a um laboratório e exija o exame de beta-HCG (gonadotrofina coriônica humana) para ter certeza que você não é o pato escolhido para sustentá-la na gravidez de um bebê que não é seu. (Lei 11.804 Art. 6)

No motel ou em casa, use camisinha e nada de "sexo forte" pra evitar acusações de violência doméstica e pegar uma Maria da Penha nas costas.
Além disso, você deve paparicá-las, elogiá-las, jamais criticá-las ou reclamar coisa alguma, devem ser perfeitos capachos, para não causar qualquer "sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral", sem que tenha obviamente os mesmos direitos em contrapartida.(Lei 11.340 Art. 5)

Na saída do motel leve-a ao Instituto Médico Legal e exija um exame de corpo de delito, com expedição de laudo negativo para lesões corporais (Art. 129 CPB) e negativo para presença de esperma na vagina, para TENTAR evitar desembolsar nove meses de bolsa-barriga caso ela saia dali e engravide de outro. (Lei 11.804 Art. 6)

Finalmente, se houver presença de esperma na vagina da moça, exija imediatamente uma coleta de amostra para futura investigação de paternidade (Lei 1.060 Art. 3 inciso VI) e solicitação de restituição de eventuais pensões alimentícias obtidas mediante ardil ou fraude. (Art. 171 CPB)

Fazendo tudo isso, você pode fazer "sexo seguro".

Escrevi assim...


Mormaço

Walnize Carvalho

Quando o Amor
passa
é
como um dia
de
Mormaço.
Você se distrai
Esquece
O chapéu o protetor solar.
A brisa é fresca,
A manhã é bela
Você se deixa envolver...

Percebe
ao fim do dia
o corpo
febril
tatuado
intocável.
Abre a janela
E pede
A brisa da noite
Que sopre
Pela sua pele nua
E
Suavize
o
ardor
da
Paixão.

Pro dia nascer feliz


"É de nossos verdadeiros antagonistas que recebemos a coragem que nos anima"
KafKa

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

E Romeu Tuma???

Pelo jeito, embarcamos na "barrigada":

" Folha.com e UOL publicam falsa morte do senador Romeu Tuma

Por Thaís Naldoni, editora-executiva do Portal IMPRENSA e Eduardo Neco/Redação Portal IMPRENSA*

Na noite desta sexta-feira (24), o portal UOL exibiu manchete, na qual mostrava link da Folha.com, informando a morte do senador e candidato à reeleição Romeu Tuma, que está internado desde o dia 02/09, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo (SP). A notícia foi publicada às 19h29 e retirada do ar logo em seguida."

Mas minutos depois, corrigimos a informação. E não deletamos a postagem.