sábado, 31 de março de 2012

Crônica de sábado


Posso ajudar?


Walnize Carvalho

Neste prazeroso ofício da escrita,(jornal e blog) não são raras as vezes, em que pessoas  me abordam tecendo comentários das minhas crônicas e sugestões de “pauta” para as que estão por ser escritas.

Sutilmente tento argumentar que sou tão somente cronista (não exerço a profissão admirável de jornalista) e como tal baseio-me em acontecimentos diários em que eu esteja presente, vivenciando cada fato, sorvendo situações cotidianas. Daí, tento elaborar o texto, pautado - em sua maioria - de doses de lirismo, humor, irreverência, elementos que a escrita essencialmente informativa não contém. Há quem diga (com base nisso) “que a crônica situa-se entre o Jornalismo e a Literatura, e o cronista pode ser considerado o poeta dos acontecimentos do dia-a-dia. A crônica, na maioria dos casos, é um texto curto e narrado em primeira pessoa, ou seja, o próprio escritor está "dialogando" com o leitor” ...

Mas, desta vez, me vi tentada a narrar um fato que me foi contado.

Sendo assim...

Na manhã da última segunda, seguia pela rua rumo ao centro da cidade.

A pressa era tanta, que quase me atrapalhava com meus próprios passos. Enfrentaria filas de bancos, de supermercado, de farmácia... Coisas corriqueiras de qualquer ser mortal a cada início de semana.

Foi quando percebi que alguém chamava pelo meu nome de forma insistente. Parei. Olhei para trás e deparei com uma velha conhecida, que foi logo falando: - Gostaria que você escrevesse sobre o que aconteceu comigo! Sugiro até o título: “O conto do - Posso ajudar?” Não me deu oportunidade de informar que escrevo crônica, não conto... pois, ela - a um só fôlego - relatou sua desventura: - Sabe, amiga! Estava em um caixa eletrônico de uma agência bancária, tentando depositar uma quantia em dinheiro para um parente. Como me encontrava atarantada, sem conseguir efetuar a operação, fui abordada por um rapaz que “gentilmente” aproximou-se de mim e lançou a pergunta: “- Posso ajudar?”. Não só permiti, como agradeci rogando aos céus “tudo de bom em sua vida”...

Parou a narrativa e enxugando a lágrima concluiu: - Dias depois, fui informada pelo Banco, que o envelope depositado estava lacrado... e vazio! O que foi - infelizmente - confirmado com minha presença à agência à convite da gerência!

Sem palavras (como questionar sua ingenuidade em receber ajuda de estranhos?) despedi-me dela.

Na tentativa de que meu texto possa ajudar a uma reflexão é que traduzo em palavras escritas a assertiva de que - apesar de todas as mazelas que acontecem cotidianamente - o Homem acredita no homem e segue em frente reinventando a Vida...





Pro dia nascer engraçado

-A abstinência é um boa coisa, desde que praticada com moderação. (Anônimo)


- O carro que mais vende no Brasil é o carro usado. Por que as montadoras não passam a fabricar carros de segunda mão? (Carlito Maia)

- Não confio em produto local. Sempre que viajo, levo meu uísque e minha mulher. (Fernando Sabino)

- Só acredito naquilo que posso tocar. Não acredito, por exemplo, em Luiza Brunet. (Luis Fernando Veríssimo)

- Política tem esta desvantagem: de vez em quando o sujeito vai preso em nome da liberdade. (Stanislaw Ponte Preta)

- Muitas mulheres consideram os homens perfeitamente dispensáveis no mundo, a não ser naquelas profissões reconhecidamente masculinas, como as de costureiro, cozinheiro, cabeleireiro, decorador de interiores e estivador. (Luís Fernando Veríssimo)

- Alguns livros são do tipo que, quando você os larga, não consegue pegar mais. (Millôr Fernandes)

- O primeiro economista do mundo foi Cristóvão Colombo: quando saiu, não sabia para onde ia; quando chegou, não sabia onde estava. E tudo por conta do governo. (Ronaldo Costa Couto)

- O poder desgasta sobretudo quem não o tem. (Felipe Gonzalez)

- O melhor Carnaval brasileiro continua sendo o do Rio. A Bahia faz o melhor Carnaval africano. (Ruy Castro)

- A corrupção não é uma invenção brasileira, mas a impunidade é uma coisa muito nossa. (Jô Soares)

- Fuja das tentações, mas devagar, para que elas possam te alcançar... (Anônimo)

- Aprenda uma coisa: o mundo não gira em torno de você... Só quando você bebe demais. (Anônimo)

- Fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo: nem ele me persegue, nem eu fujo dele. Um dia a gente se encontra. (Mário Lago)

- Época triste a nossa... mais fácil quebrar um átomo do que o preconceito! (A. Einstein)

- Uma mentira pode dar a volta ao mundo... enquanto a verdade ainda calça seus sapatos. (Mark Twain)

- Triste não é mudar de idéia. Triste é não ter idéia para mudar. (Francis Bacon)

Pro dia nascer feliz


"A dúvida é como uma ratoeira, larga na entrada, e apertada na saída"
Bernard Shaw

sexta-feira, 30 de março de 2012

Cine Jornalismo na AIC

Tendo como tônica a manipulação da mídia para favorecer interesses pessoais e em busca de audiência, o filme “O quarto poder” foi o escolhido pela Associação de Imprensa Campista (AIC) para a abertura da quarta temporada do projeto “Cine Jornalismo”. O filme será exibido no próximo sábado (31), às 16h, na sede da entidade, seguido de bate-papo com a jornalista Cláudia Eleonora. A entrada é franca.

No longa, um repórter de televisão (Dustin Hoffman) está cobrindo uma matéria em um museu. De repente, testemunha um segurança demitido (John Travolta) pedir seu emprego de volta, ameaçando a diretora com uma espingarda. Acidentalmente, o rapaz fere um antigo colega de trabalho e faz reféns. O repórter convence o segurança a conceder uma matéria exclusiva, prometendo persuadir a opinião pública sobre a triste história.

Gasolina brasilera é mais cara que americana

Os consumidores brasileiros pagam mais caro pela gasolina do que os dos Estados Unidos. Segundo o diretor de Política Econômica do Banco Central (BC), Carlos Hamilton Araújo, o preço no Brasil é 50% mais caro, uma vez que o preço do galão, com 3,8 litros, custa em torno de US$ 4 nos Estados Unidos e no Brasil chega a US$ 6.

A Hora do Planeta

Campanha da Hora do Planeta apela para apagar as luzes, mas ligar os smartphones




Para incentivar a população a apagar as luzes, neste sábado (31), e salvar um pouco o planeta, os organizadores do a "Hora do Planeta" apostam nas redes sociais, uma ideia talvez não tão brilhante quanto a tela em que ela aparece, esta sim, voraz por energia.

A cada ano, de Sydney a Los Angeles, governos, empresas e população, cada vez mais numerosos, mergulham na escuridão por uma hora para demonstrar sua vontade em combater o aquecimento global, um apelo do WWF.

O novo ato está programado para sábado às 20h30 para fazer melhor do que o ano passado, quando 5.200 cidades em 135 países participaram.

A intenção é prolongar a ação para além dos 60 minutos simbólicos, os organizadores incentivam os mais motivados a acompanhar as redes sociais: seguir as novidades no Facebook, compartilhar seus compromissos no Twitter ou produzir vídeos para posar no Youtube.

Nova Pedagogia

Aos conterrâneos e intelectuais da terra

Faleceu na noite passada em Niterói,Antonio Barcellos Sobral.
Nascido em Campos dos Goytacazes, aos treze dias do mês de junho do ano de mil novecentos e dezenove.
Fez parte de um grupo seleto de intelectuais dos primeiros movimentos literários em nossa terra como Vilmar Rangel,Joel Mello,Waldir Carvalho e tantos outros...
O conheci,em Niterói, em uma das noites de autógrafos de livros do meu saudoso pai

Saída do forno

Dilma leva flores a memorial de Gandhi

Agência Brasilnoticias@band.com.br

A presidente Dilma Rousseff levou uma coroa de flores até o memorial que homenageia Mahatma Gandhi nesta sexta-feira, em Rajghat, Nova Délhi, na Índia. As flores coloridas foram depositadas no local onde estão as cinzas do pacifista morto em 1948. O memorial fica a céu aberto e há uma chama sempre acesa.

Pro dia nascer feliz


"O amigo é um outro eu. Sem amizade o homem não pode ser feliz."
Aristóteles

Charge do dia-Duke

quinta-feira, 29 de março de 2012

Em busca da estabilidade

A prefeitura de Campos divulgou o número de inscritos em seu concurso público, que teve as inscrições encerradas no último dia 22. Foram 68.979 pessoas interessadas e os candidatos vão concorrer a 1.028 vagas distribuidas em vários cargos. O cartão de confirmação de inscrição estará disponível no endereço eletrônico do Centro de Produção da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Cepuerj) - www.cepuerj.uerj.br

E para a noite que chega...


A esta hora


E o dia


Inda lá fora
 

HAIKAI - Millôr Fernandes

Lei Seca enfraquecida



Arte: Folha de São Paulo

Sociedade Juris: TIM e Elma Chips com problemas



###O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) condenou a Pepsico do Brasil, empresa que produz os salgadinhos Elma Chips, a indenizar uma consumidora em R$ 7 mil reais,  após encontrar pêlos de ratos no salgadinho Cheetos.
O laudo do instituto de criminalística, identificou corpos estranhos que não foram engolidos por Maria de Fátima Thomas e por sua filha, que também chegou a comer alguns biscoitos do pacote.
O valor da indenização dado pelo juiz José de Arimatéia Macedo, do 1º Juizado Especial Cível de Nova Iguaçu, tinha sido de R$ 3mil, mas tanto Maria de Fátima quanto a Pepsico do Brasil entraram com recurso, e o valor foi aumentado pelo juiz Flávio Citro Vieira de Melo, relator do processo na 4ª Turma Recursal. Maria de Fátima havia pedido indenização por danos morais também da padaria onde comprou o pacote de biscoitos, mas o juiz julgou negou o pedido.

###O juiz Manoel Cavalcante Lima Neto, da 18ª Vara da Fazenda Pública de Alagoas, determinou a suspensão da comercialização de novas linhas pela TIM Nordeste Celular em Alagoas. No dia 13 de março, MP-AL (Ministério Público de Alagoas), OAB-AL (Ordem dos Advogados do Brasil de Alagoas) e Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) entraram com uma ação civil pública por causa das reclamações de consumidores insatisfeitos com os serviços prestados pela operadora de telefonia celular no estado.
Na decisão, o magistrado proibiu a operadora de comercializar promoções, habilitar novas linhas e implementar portabilidades de códigos de acesso de outras operadoras para a TIM. A proibição persistirá enquanto a TIM não comprovar em juízo que tem os equipamentos necessários para atender às demandas dos consumidores.
O juiz determinou também que a TIM ordene que os locais que comercializem seus chips não mais o façam durante o período de determinação judicial. O magistrado deu prazo de 30 dias para que a empresa apresente um projeto de ampliação da rede, aprovado pela Anatel. A multa é de R$ 10 mil por dia em caso de descumprimento.
Em nota, a TIM informou que ainda não foi notificada oficialmente da decisão judicial, mas antecipa que a respeitará. A companhia afirma que “vem realizando investimentos consistentes” para desenvolver sua rede em Alagoas. Segundo a operadora, R$51 milhões serão aplicados em infraestrutura e ainda neste ano serão instalados cerca de 760 TRX, equipamento que aumenta a capacidade de escoamento do tráfego.

Fonte: Site Última Instância


Mano Menezes sofre


E por falar nisso...

LG começa fabricação de tela flexível para livros digitais
Do:Ig

A LG anunciou, nesta quinta-feira (29), que começará a produzir telas flexíveis para leitores de livros digitais (e-readers). A tecnologia, batizada pela empresa de Plastic EDP, deve ser usada na criação de e-readers, como o Kindle. Segundo a LG, os primeiros produtos com a nova tela começarão a chegar ao mercado nos próximos meses.A nova tela da LG pode ser dobrada em ângulos de até 40 graus. Os primeiros modelos da tela terão 6 polegadas e resolução de 1.024 x 768 pixels. As telas possuem espessura de apenas 0,7 milímetro e pesam apenas 14 gramas, além de serem resistentes a riscos e quedas de até 1,5 metro.

As telas Plastic EDP são baseadas na tecnologia E-Ink de tinta eletrônica e produzem apenas imagens em tons de cinza. Mas a LG afirma que a experiência adquirida na fabricação dessas telas também deve ser aplicada na fabricação de telas flexíveis do tipo OLED, usada em smartphones e outros aparelhos com telas coloridas.

Brasileiro lê, em média, quatro livros por ano

Do:Agência Brasil
O brasileiro lê em média quatro livros por ano e apenas metade da população pode ser considerada leitora. É o que aponta a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada na última quarta-feira (28) pelo Instituto Pró-Livro. O estudo realizado entre junho e julho de 2011 entrevistou mais de 5 mil pessoas em 315 municípios.
Em 2008, o instituto divulgou pesquisa semelhante que apontava a leitura média de 4,7 livros por ano. Entretanto, a entidade não considera que houve uma queda no índice de leitura dos brasileiros, já que a metodologia da pesquisa sofreu pequenas alterações para torná-la mais precisa.
De acordo com o levantamento, o Brasil tem hoje 50% de leitores ou 88,2 milhões de pessoas. Se encaixam nessa categoria aqueles que leram pelo menos um livro nos últimos três meses, inteiro ou em partes. Entre as mulheres, 53% são leitoras, índice maior do que o verificado entre os entrevistados do sexo masculino (43%).
Ao perguntar para os entrevistados quantos livros foram lidos nos últimos três meses, período considerado pelo estudo como de mais fácil para lembrança, a média de exemplares foi 1,85. Desse total, 1,05 exemplar foi escolhido por iniciativa própria e 0,81 indicados pela escola. Entre os estudantes, a média de livros lidos passa para 3,41 exemplares nos últimos três meses. Os alunos leem 1,2 livro por iniciativa própria, divididos entre literatura (0,47), Bíblia (0,15), livros religiosos (0,11) e outros gêneros (0,47).
De acordo com o estudo, a Bíblia aparece em primeiro lugar entre os gêneros preferidos, seguido de livros didáticos, romances, livros religiosos, contos, literatura infantil, entre outros.



Coisas desse mundão de Deus

Foto:George Malagaia

iG Rio de Janeiro


Rapunzel da favela do Vidigal quer leiloar seus cabelos

Era uma vez uma menina que nunca cortou os cabelos. Suas madeixas medem 1,60m, quatro centímetros a menos que a sua altura, e pesam meio quilo. Parece até um personagem de conto de fadas.
No entanto, Natasha de Moraes de12 anos, a Rapunzel da favela do Vidigal na zona sul do Rio de Janeiro, não leva vida de princesa.
Na vida real de Natasha, as bruxas e seres animados dão lugar a limitações e problemas de todo tipo. Como é filha de uma família com poucos recursos financeiros – a mãe é dona de casa e o pai auxiliar de porteiro – , os longos fios têm atrapalhado a todos.
Um hábito comum como tomar banho se torna quase um drama. Para
lavar a cabeça, Natasha e a mãe gastam uma hora e meia e meio quilo de xampu. Para desembaraçar, mais quatro horas. O ritual acontece duas vezes por semana. “Nunca consegui me pentear sozinha”, diz ela, que mantém seus cabelos trançados e dobrados para não chamar tanta atenção.

A garota foi alvo de reportagem dos tabloides Daily Mail e The Sun.




Prefeito de São Francisco do Itabapoana é preso

As informações são da jornalista Suzy Monteiro, da Folha da Manhã, em seu blog "Na curva do Rio";

"A Polícia Federal está realizando uma operação em São Francisco de Itabapoana, cumprindo vários mandados de prisão. O prefeito Beto Azevedo acabou de ser preso em Campos.

A ação está sendo acompanhada pelos repórteres da Folha da Manhã, Thiago Andrade e Mariana Ricci.

Atualização às 7h20:
São cinco mandados de prisão: além do prefeito Beto Azevedo, foram presos dois empresários, e ainda o atual e o ex-secretário de Saúde do município. A acusação é de desvio de verbas federais da saúde. Foram cumpridos mandados de busca no gabinete do prefeito, na secretaria e numa clínica envolvida."

Saida do forno


Programa distribui 40 mil cartazes com fotos de crianças desaparecidas

DoG1(Bom dia Rio)

O Programa SOS Criança Desaparecida da Fundação para a Infância e Adolescência (FIA/RJ) começou a distribuir 40 mil novos cartazes com 75 fotos de crianças, adolescentes e jovens desaparecidos.
Essa ação faz parte da Semana de Mobilização Nacional para Busca e Defesa da Criança Desaparecida, que acontece em todo o Brasil entre os dias 25 e 31 de março de 2012.

A distribuição acontece também em escolas, delegacias, aeroportos, rodoviárias, juizados, hospitais e empresas privadas de todo o país. Nos últimos 16 anos, o SOS Desaparecidos encontrou 2.646 crianças e adolescentes, alcançando um índice de 85% de localização. Ainda existem 479 desaparecidos cadastrados no programa, sendo que 391 já alcançaram a maioridade.


Para mais informações, os interessados podem acessar www.fia.rj.gov.br

Pro dia nascer feliz


"O amor é a melhor música na partitura da vida. Sem ele você será um eterno desafinado no imenso coral da humanidade."
Roque Schneider

quarta-feira, 28 de março de 2012

A Lagoa do Açu no Ancelmo Gois

Na coluna de Ancelmo Gois de hoje, ganhou destaque a foto abaixo.


E o seguinte texto:
"O RIO GANHOU um novo parque estadual, pertinho do complexo do Porto do Açu, projeto tocado por Eike Sempre Ele Batista no Norte fluminense. O local foi batizado por Carlos Sempre Alerta Minc de “Lagoa do Açu” e tem 8.400 hectares ou quase duas vezes e meia a área da Floresta Nacional da Tijuca. É belíssimo. Preserva dunas, restingas e espécies ameaçadas como o lagarto-branco-da-areia e o pássaro formigueiro-do-litoral."

Millôr...Humor...Dor!


Millôr Fernandes foi conhecido por suas famosas frases e aforismos. 
UOL reuniu algumas de suas principais tiradas, marcadas pelo humor ácido, ao longo de quase 70 anos de carreira. Confira abaixo as principais.:


Todo homem nasce original e morre plágio.



Não adianta prever males futuros. Batatas apodrecem.



O aumento da canalhice é o resultado da má distribuição de renda.



Internet. Aberta pro mundo, alheia ao que a faz.



Pra acabar com o desemprego, o Planalto tem que, primeiro, acabar com o desentrabalho.



Fiquem tranquilos os poderosos que têm medo de nós: nenhum humorista atira pra matar.



Claro, sabemos muito bem que VOCÊ, aí de cima, não tem mais como evitar o nascimento e a morte. Mas não pode, pelo menos, melhorar um pouco o intervalo?



A diferença entre existir e viver é de dez salário mínimos.



Celebridade é um idiota qualquer que apareceu no Faustão.



As mulheres são mais irritáveis porque os homens são mais irritantes.



Melhor do que dar ao companheiro um peixe é lhe dar um caniço e ensiná-lo a usar o cartão corporativo.



E no oitavo dia Deus fez o Milagre Brasileiro: um país todo de jogadores e técnicos de futebol.



O cadáver é que é o produto final. Nós somos apenas a matéria prima.



Mordomia é ter tudo que o dinheiro - do contribuinte - pode comprar.



“Pérolas aos porcos” é expressão depreciativa. Exceto no Planalto, onde os porcos adoram pérolas.



O homem é o único animal que ri. E é rindo que ele mostra o animal que é.



Baiano só tem pânico no dia seguinte.



A curiosidade mórbida é a mãe do vidro fumê.



Ontem, ontem tinha agá, hoje não tem. Hoje ontem tinha agá e hoje, como ontem, também tem.



Às vezes você está discutindo com um imbecil... e ele também.



Quando acabarmos de comer o queijo vamos distribuir ao povo todos os buracos.



O progresso era maravilhoso quando não progredia tanto.



Tua mulher está sempre fora de si? Não deixa ela voltar.

Hospital diz que exames mostram 'ausência de tumor' em Lula


Boletim Médico de Lula:

O ex-presidente da República, Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, esteve no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na manhã de hoje (28/03), para realização de exames e avaliação dos resultados do tratamento ao qual foi submetido.

Foram realizados exames de ressonância nuclear magnética e laringoscopia, que mostraram a ausência de tumor visível, revelando apenas leve processo inflamatório nas áreas submetidas à radioterapia, como seria esperado.

O ex-presidente continua realizando sessões de fonoaudiologia e iniciará programação de avaliações periódicas.

A equipe médica que o assiste é coordenada pelos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Artur Katz, Paulo Hoff, João Luís Fernandes da Silva, Luiz Paulo Kowalski e Rubens de Brito Neto.

Dr. Antonio Carlos Onofre de Lira Dr. Paulo Cesar Ayroza Galvão

Diretor Técnico Hospitalar Diretor Clínico"



Apesar..

Apesar de garotinhos, arnaldos e afins...
Apesar do abandono na educação e saúde...
Apesar do aumento da insegurança... De ruas esburacadas, obras inacabadas que só ficarão prontas perto das eleições... De mais uma obra milionária sem utilidade prática que a justifique...Do cinquentinha... Das meninas de guarus...
Apesar de uma câmara de vereadores medíocre... Do toma lá, da cá sem tréguas...
Apesar disso tudo.

Como é bom ser campista!!!
Parabéns à nossa sofrida e amada cidade por mais um aniversário!!

Repercussão da morte de Millôr

O Millôr conseguia misturar desenho e texto. Ele não fazia apenas rir, mas pensar. Sexta perdemos Chico Anysio e agora o Millôr. O Brasil perdeu a graça. Perdemos dois gênios
Zuenir Ventura, jornalista, em entrevista à Globonews


Manchete de amanhã poderia ser: "Morre Millôr e Brasil cai de quatro e começa a relinchar"
Bárbara Gancia, jornalista, via Twitter


Ele tinha um diferencial porque se tornou órfão muito cedo. Ele marcou a imprensa brasileira, foi editor do "Pasquim", maior jornal de humor. Ele foi curtir o Chico Anysio pessoalmente.
Paulo Caruso, cartunista, em entrevista à Globonews


O Millôr era o maior gênio brasileiro. Ele era múltiplo, um filósofo que usava o humor como arma. Pessoas como o Millôr tinham que durar uns 200 anos. Ele exigia que seu leitor usasse a inteligência.
Sérgio Sant'Anna, escritor, em entrevista à Globonews


Fico espantado que, em poucos dias, morreram os dois maiores humorista do Brasil. Um ao vivo e em cores, com sua galeria de milhares de títulos, e o Millôr, que agora nos deixa. Eu nunca tive contatos com os dois, apenas como leitor, telespectador. Mas acho que o humorismo não está com o mesmo vigor.
Arnaldo Jabor, escritor, em entrevista à Globonews

Morre Millôr



Do G1:

"O escritor carioca Millôr Fernandes morreu aos 88 anos, às 21h de terça-feira (27), em casa, no bairro de Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo Ivan Fernandes, filho do escritor, ele teve falência múltipla dos órgãos e parada cardíaca.
De acordo com a família, o velório está marcado para quinta-feira (29), das 10h às 15h, no cemitério Memorial do Carmo, no Caju, na Zona Portuária. Em seguida, o corpo será cremado.
Em 2011, o escritor chegou a ser internado duas vezes na Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul. Na época, a assessoria do hospital não detalhou o motivo da internação a pedido da família.
Escritor, jornalista, desenhista, dramaturgo e artista autodidata, Millôr começou a colaborar com a revista "O Cruzeiro" aos 14 anos, conciliando as tarefas de tradutor, jornalista e autor de teatro. No final dos anos 1960, tornou-se um dos fundadores do jornal "O Pasquim", reconhecido por seu papel de oposição ao regime militar.
Escreveu nos anos seguintes diversos tipos de peças e se tornou o principal tradutor das obras de William Shakespeare no país.
Atualmente ele mantinha um site pessoal em que escrevia textos de humor e cartuns, além de reunir seus trabalhos dos últimos 50 anos. Seu perfil no Twitter já contava com mais de 285 mil seguidores."

Saída do forno


Fotógrafo brasileiro recebe nesta quarta Prêmio Rei da Espanha

Madri, 28 mar (EFE)

O fotógrafo brasileiro Wilton Júnior, do jornal "O Estado de S.Paulo" recebeu há pouco das mãos do rei Juan Carlos, assim como jornalistas mexicanos, argentinos, equatorianos e um boliviano, os Prêmios Internacionais de Jornalismo Rei da Espanha.


Na cerimônia de entrega, realizada na Casa da América de Madri, o rei Juan Carlos destacou a consolidação dos prêmios como prova da importância do jornalismo feito atualmente, uma profissão que "soube se adaptar aos contínuos avanços tecnológicos e das comunicações sem perder seu objetivo principal: "informar com liberdade e rigor".





Soprando velinhas...


...nossa cidade, Campos dos Goytacazes, que completa hoje (28/03), 177 anos de elevação à categoria de cidade.

Charge do dia- Clayton

Pro dia nascer feliz


"Se o vento soprar de uma única direção, a árvore crescerá inclinada."
Provérbio Chinês

terça-feira, 27 de março de 2012

Nem "chops" nem "shops"...

Lá vou eu ,de novo, com postagem confessional...Dirão os que me lêem: e eu "quico" com sua "confissões de amadurescente"?Pois é...Vamos lá:fui ao centro da cidade hoje.Aliás gosto de flanar pelas ruas centrais.Além de residir no centro da cidade(meu apartamento de Niterói também o é e estando lá, meu passeio é atravessar para o Rio e caminhar...no Centro da cidade:Na Primeiro de março ando de olhos fechados rumo ao Corredor Cultural ali existente:CCBB,Casa França-Brasil; Espaço Cultural dos Correios...e mais Paço Imperial,Livraria da Travessa,Confeitaria Colombo...
Mas voltando à terrinha(que amanhã faz aniversário)gosto de passar pela João Pessoa(dá gosto olhar pro alto e ver a pintura da Feira Livre ressaltando os traços originais do prédio) seguir e cruzar com pessoas vindas do interior e embrenhar por entre lojinhas da Barão de Amazonas com seus produtos:bacias de alumínio,ratoeiras,filtros de barro,coadores de café de pano e até peninos.Sem contar com o Mercado Municipal,que conserva a Tradição existente em qualquer cidade deste país...
Feito o registro, justifico o título da postagem:Não bebo chope(nada contra aos que gostam!)e sou pouco consumidora de shoppings(por lá gosto dos cinemas e de vez em quando alguma comprinha)Ah!...
Ir na Praça de alimentação com a neta!

Lições de vida

'Era um desejo meu cursar direito', diz baiano formado aos 84 anos
Do:G1

Ele coleciona três faculdades e também formações em escolas técnicas.
Em março deste ano ele realizou o desejo de tornar-se bacharel em direito.
Ele já trabalhou como agricultor, como técnico em contabilidade, empreendedor na área de comércio, se formou em administração e em pedagogia, mas nunca desistiu do sonho de ser bacharel em direito. Aos 84 anos, o baiano Leur Teixeira realizou esse desejo. No dia 10 de março deste ano ele se formou em direito pela Faculdade Dom Pedro II, em Salvador.


Saída do forno

Professores e inativos têm 14% de aumento

O Dia online

O Estado do Rio vai antecipar em um ano o fim do parcelamento da gratificação Nova Escola para 130 mil professores ativos e aposentados. O parcelamento começou em 2009. A medida representa reajuste de 14,11% em 1º de maio para os professores. O valor será depositado na conta do docente com o salário de junho ou em folha suplementar, dependendo do prazo para a Assembleia Legislativa aprovar o texto enviado pelo Executivo. Com a alteração, a remuneração inicial do professor com carga horária de 16 horas semanais vai subir de R$877,91 para R$ 1.001,82. E o salário do docente de 30 horas vai passar de R$ 1.646,04 para R$ 1.878,40.

Pro dia nascer feliz

"O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direção para a qual nos movemos"
Oliver Holmes

segunda-feira, 26 de março de 2012

Thor- Por Ruth De Aquino

Na mitologia, Thor é o deus do trovão, mestre das tempestades. Na vida como ela é, Thor é filho do homem mais rico do Brasil e de uma de nossas musas de Carnaval. Ele tem 20 anos. Na semana passada, deve ter envelhecido. Thor matou na estrada um ciclista, Wanderson Pereira dos Santos, ajudante de caminhoneiro, de 30 anos.

O filho de Eike e Luma foi acusado de homicídio culposo, sem intenção de matar. Dirigia um Mercedes SLR McLaren, placa EIK-0063, um dos carros do pai, que pode chegar a 334 quilômetros por hora. O carro, de R$ 2,3 milhões, é considerado o nono mais veloz do mundo.
Thor jura inocência. Afirma que a bicicleta de Wanderson surgiu do nada e cruzou “inadvertidamente” a BR-040, estrada entre o Rio de Janeiro e Juiz de Fora. Era noite. Diz que dirigia o Mercedes dentro da velocidade permitida naquele trecho, 110 quilômetros por hora. A versão dos advogados da vítima é diferente: Thor vinha em alta velocidade e atropelou o ciclista no acostamento.
Eike correu para o Twitter para defender o filho, que se comportou “como um cidadão honrado” e “poderia ter morrido pela imprudência” da vítima. Sem Twitter, a mãe de Wanderson também defendeu o filho. Disse que Wanderson fazia esse trajeto sempre e jamais colocaria sua própria vida e a de outros em risco.
Thor de fato agiu direito – não como os playboys já citados nesta coluna. Procurou a Polícia Rodoviária Federal. Soprou no bafômetro, não havia nenhum traço de álcool. Socorreu a vítima, em vez de fugir. Passou mal ao ver o corpo de Wanderson, com uma perna e um braço amputados. Deu assistência à família da vítima. E não se furtou a depor na delegacia. Estava acompanhado de cinco seguranças e três advogados.
Não é o primeiro contratempo na vida de Thor. Em maio do ano passado, atropelou, com um Audi, um senhor de 86 anos na Barra da Tijuca, que também estava numa bicicleta mas sobreviveu. A história foi revelada na sexta-feira, pelo colunista do Globo Ancelmo Gois. Esse senhor, cujo nome não foi divulgado, fraturou a bacia, colocou duas placas e cinco parafusos, fez fisioterapia, hidroterapia. Thor pagou todas as despesas.
No mesmo maio de 2011, a revista Quem publicou entrevista com Thor. Ele foi até seu carro estacionado em frente à casa, um BMW de R$ 770 mil. Deu a partida, pisou no acelerador e convidou a repórter a experimentar: “Está ouvindo o motor? Pisa no pedal”.

Thor acabara de comprar um Aston Martin DBS, conhecido como o carro do agente 007, avaliado em R$ 1,3 milhão, pagos de seu bolso com aplicações na Bolsa de Valores. “Trouxe de São Paulo e cheguei a 280 quilômetros na Dutra (rodovia que liga Rio e São Paulo). Gosto de sentir o carro. Não compro para ostentar a marca, mas porque sei dar valor à máquina que está ali.”
Não consigo entender por que pais ricos incentivam filhos jovens e inexperientes a dirigir máquinas incompatíveis com nossas estradas. Não estamos na Alemanha. Não temos autobahns. Nossas rodovias estão longe da segurança e excelência germânicas. Velhos, crianças, bicicletas, animais atravessam as pistas. O asfalto é ruim, há buracos e cruzamentos perigosos. Dividimos estradas mal conservadas com carros e caminhões velhos, caindo aos pedaços, que deveriam ser apreendidos. É a nossa realidade. Na estrada em que Wanderson morreu, houve 488 atropelamentos em cinco anos.
Sem condenar ou inocentar Thor antes do tempo, sem aderir à grita geral da luta de classes no trânsito, pode-se dizer sem erro que essa tragédia foi uma crônica anunciada, como tantas. Ainda não sabemos o que aconteceu, mas o banco dos réus está lotado.
No Brasil, os pais são condescendentes demais com as infrações dos filhos. Eike disse: “Atire a primeira pedra o motorista que nunca tomou uma multa por excesso de velocidade”. Ora, Thor já tem 40 pontos na carteira. E 11 pontos de outras infrações devem bater em breve. O advogado alega que Thor não sabia e que “outros podem ter cometido as infrações no lugar dele”. Difícil engolir.
Se o Detran leva séculos para suspender um motorista, os pais não deveriam deixar o filho dirigir até regularizar sua situação. Alguém faz isso? Eu faço com meu filho. Enquanto o Detran não cassar sua carteira e obrigá-lo a passar por uma reciclagem, ele não vai dirigir – pelo menos com meu consentimento.
Há outros réus no banco. Governos contribuem com o mau estado e a má sinalização das rodovias. E com a falta de passarelas para pedestres e ciclistas. Motoristas, motociclistas e ciclistas colaboram com a irresponsabilidade. E a Justiça arremata com a impunidade. Ninguém fica preso no Brasil por matar em atropelamento. Ninguém, rico ou pobre. Em nenhuma circunstância.

RUTH DE AQUINO é colunista da revista ÉPOCA

Reencontro


Mais uma historinha de:"Do Carmo: a polly... valente"

Andava a passos largos naquela manhã de segunda, rumo ao centro da cidade, quando senti que em meus calcanhares alguém me alcançara.


Era Do Carmo, que esbaforida foi logo perguntando:- Está indo (como eu) enfrentar alguma fila? Respondi com Hã! Hã!...E ela : É fila de banco, de casa lotérica...que nem as de prioridade tão dando conta!...

Balancei afirmativamente a cabeça e chegamos a esquina a fim de atravessar a rua.De um dos carros o motorista(já freando) acenou para nossa travessia.

Seguimos.

Na calçada, dois senhores conversavam e à nossa passagem silenciaram e abriram gentilmente a passagem.

Entrei na farmácia e Do Carmo ...também! No caixa ,um rapaz cedeu lugar par ela (que sem cestinha,trazia nos braços várias mercadorias) o que ela correspondeu com um sorriso largo.

Saímos -digo saímos - pois ela achou por bem de me fazer companhia.E a cada passo dado, a cada lugar adentrado, Do Carmo se sentia prestigiada, tamanho afeto e atenção a ela dirigidos.

E, subitamente, me disse em tom de euforia: - Acho que depois de aparecer no blog virei Celebridade...

Eu, pontual, mas sem querer magoá-la, respondi: -Menos, Do Carmo,menos...Não é Celebridade! É Terceira Idade!!!

Mundo... mundo...vasto mundo...



Baterista do Legião Urbana diz que a banda "sempre tentou ajudar Renato Rocha", encontrado pela Record morando na rua

Do UOL, em São Paulo

O ex-baterista da Legião Urbana, Marcelo Bonfá defendeu-se das críticas no Twitter de que ele e Dado Villa Lobos teriam abandonado Renato Rocha. "Nós sempre tentamos ajudá-lo, mesmo quando ele ainda era um músico ausente dentro na banda", escreveu o ex-baterista na rede social. Rocha é ex-baixista do grupo e foi encontrado pelo programa "Domingo Espetacular" morando na rua, no centro do Rio de Janeiro.
"Algumas pessoas aqui estão bastante equivocadas sobre a ideia de qualquer culpa que possamos ter, eu e Dado, na vida que ele escolheu para si. Posso dizer que eu faço a minha parte quanto a ajudar pessoas dentro do meu raio de ação e que ainda assim vão além da minha própria família", justifica o músico. "Depois disso ele se distanciou e se envolveu em problemas que iam além das nossas possibilidades de ajudá-lo. Muito depois, o Dado, que tem um estúdio, tentou ajudá-lo oferecendo uma participação em uma gravação. Mas ele não conseguiu realiza-la", explica o músico.

E no mês da Mulher...

Recebi e repasso:
O restaurante Cidadão Romilton Bárbara faz homenagem às mulheres


O restaurante Cidadão Romilton Bárbara, em Campos, faz neste dia 26 sua homenagem a diversas mulheres, tanto as que trabalham no restaurante como as que estiverem presentes,entre as homenageadas estarão a vereadora Odissséia e Vera Coutinho (líder feminista campista).A iniciativa acontece em todos os restaurantes cidadãos do estado que fazem homenagens às mulheres ao longo deste mês de março.

Restaurante Cidadão : Rua Lacerda Sobrinho número 72 no Centro de Campos.

Pra começar bem a semana


PERDI O TEMOR

(Agnaldo Guimarães)


Perdi o temor à chuva
E assim ganhei o frescor da água.

Perdi o temor ao vento
E assim ganhei o seu cantar nos fios.

Perdi o temor ao silêncio
E assim ganhei momentos de paz.

Perdi o temor ao julgamento dos outros
E assim ganhei caminhos mais abertos de liberdade.

Perdi o temor de investir tempo “em coisas sem importância”
E assim ganhei entardeceres, estrelas, pedaços de luar, águas rebrilhando ao sol, retalhos de canções…


Perdi o temor de dar-me integralmente, temendo sofrimentos e cicatrizes
E assim ganhei a bendita multiplicação do meu tempo.


Perdi o temor de expor-me
E assim ganhei mais confiança no que sou e no que podem ser as pessoas.


Perdi o apego às coisas materiais
E assim ganhei a alegria da simplicidade.


Perdi o temor à competição
E assim ganhei o sabor das vitórias e os ensinamentos das derrotas.


Perdi o temor de desbravar caminhos desconhecidos
E assim ganhei novas visões, horizontes, novos amigos.


Perdi o temor de dizer minhas verdades frontalmente
E assim ganhei aqueles que a mim eram sinceros e leais.


Perdi o medo do dia de amanhã
E assim ganhei o de hoje!

Perdi o temor  do “por que não fiz”?
E assim ganhei o mais pensar para melhor fazer.

Perdi a segurança estúpida das minhas “verdades únicas”
E assim aprendi a ouvir os outros.


Liberei a força dos meus braços para os abraços fraternos e plenos de carinho
E assim senti multiplicado o imenso e doce poder do amor.

Perdi o temor da morte
E assim…
Ganhei a VIDA!

Saída do forno


Rio de Janeiro terá primeiro tribunal inspecionado pelo CNJ após polêmica com juízes

Da Agência Brasil, em Brasília

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) será a primeira corte inspecionada pela Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) após a polêmica que envolveu o órgão no fim do ano passado - sobre os poderes para investigar magistrados. Portaria assinada na última semana pela corregedora Eliana Calmon detalha como serão as apurações, que começam hoje (26) e vão até sexta-feira (30).

Pro dia nascer feliz

"O sábio fala porque tem alguma coisa a dizer; o tolo, porque tem que dizer alguma coisa."
Platão

domingo, 25 de março de 2012

Pra rir no domingo...

(antes que chegue o "Fantástico"!)



Um velho telefona ao médico para marcar uma consulta para a sua mulher.
A secretária pergunta:

- Qual o problema de sua esposa?

- Surdez. Não ouve quase nada.

- Então o senhor vai fazer o seguinte: antes de trazê-la, faz um teste
para facilitar o diagnóstico do médico.

Sem ela olhar, o senhor, a certa distância, fala em tom normal, até
que perceba a que distância ela consegue ouví-lo.

E quando vier, diz ao médico a que distância o Sr. estava quando ela o ouviu.

- Certo?

- Está certo.

À noite, quando a mulher preparava o jantar, o velhote decidiu fazer o teste.

Mediu a distância que estava em relação à mulher.

E pensou:

"Estou a 15 metros de distância. Vai ser agora"

- Maria, o que temos para jantar?

Silêncio.

Aproxima-se a 10 metros:

- Maria, o que temos para jantar?

Silêncio.

Fica a uma distância de 5 metros:

- Maria, o que temos para jantar?

Silêncio.

Por fim, encosta-se às costas da mulher e volta a perguntar:

- Maria! O que temos para jantar?

- Frango! É a quarta vez que eu respondo!!!



NORMALMENTE, NA VIDA, PENSAMOS QUE AS DEFICIÊNCIAS SÃO DOS OUTROS E NÃO NOSSAS.

Aqui outono...

...lá , primavera.



Capital americana ganha novas cores na chegada da primavera
JN(24/03/12)

As flores surgem com força neste início da primavera nos Estados Unidos. Na capital, Washington, o colorido é ainda mais especial. Há 100 anos, a prefeitura de Tóquio enviou 3.020 mil cerejeiras, para dar um pouco de cor à capital americana.

Zé em Atafona

Quem se apresenta na região neste domingo é o músico Zé Ramalho. A apresentação acontece no Balneário de Atafona, em São João da Barra a partir das 18h30 com entrada franca.
Boa pedida!!!

Mais uma de nossa justiça...

Matéria do jornal "O Globo" de hoje:

"Justiça do Rio é lenta em punir e ágil em perdoar

A Justiça fluminense demorou 15 anos para condenar o inspetor da Polícia Civil Hélcio Augusto de Andrade à perda do cargo público. A ação de improbidade administrativa contra o policial foi ajuizada pelo Ministério Público em 1995, mas a decisão final só saiu em 2010, quando era tarde demais. Hélcio já estava aposentado e não precisou cumprir a pena. Acusado de enriquecimento ilícito, ele movimentou mais de US$ 5 milhões em créditos não identificados em suas contas bancárias entre os anos 1980 e 1990, período em que trabalhou no Detran.
Apesar do desfecho pífio, a ação de improbidade movida contra Hélcio foi uma dos poucas a chegar ao fim no Tribunal de Justiça do Rio. Vinte anos após o início da vigência da Lei de Improbidade Administrativa, que pune políticos e servidores envolvidos em desvio de dinheiro público, apenas 70 dos 1.209 processos no estado (6% do total) tiveram condenação com trânsito em julgado — quando já não cabe mais recurso à decisão. Outros tribunais do país exibem a mesma dificuldade. O Tribunal amazonense registra apenas uma ação com condenação definitiva. Em Pernambuco, nove. Na Bahia, 13 casos.
Rio tem 3.285 réus por corrupção
Os números, retirados do Cadastro Nacional de Improbidade Administrativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), revelam a dificuldade do Judiciário brasileiro em punir a corrupção e recuperar o dinheiro. No Estado do Rio, a soma dos valores das 1.209 causas represadas representa R$ 4,6 bilhões (R$ 1 bilhão em valores desviados mais a aplicação de multas contra os gestores, que podem chegar a cinco vezes o total do prejuízo). A quantia corresponde a todos os gastos previstos pelo governo estadual para a área de Saúde este ano.
Entre pessoas físicas e jurídicas, o Rio tem 3.285 processados por corrupção. Há casos de réus respondendo a 20 ações. Na busca de um diagnóstico, o CNJ investiga desde o mês passado a vagarosidade do Estado do Rio. Uma das hipóteses é a complexidade da lei, que determina a notificação prévia de todos os envolvidos antes da instauração do processo. Esse primeiro passo, dependendo do número de pessoas, pode levar anos. A outra hipótese investigada é uma demasiada aproximação de magistrados às esferas do poder.
— Não tiro desses dados ilação negativa, mas reconheço que os estados do Sul têm rigor maior com os atos de improbidade administrativa, principalmente a magistratura de primeiro grau, mais beligerante. No Rio, em geral, há um afrouxamento da conduta ética. Certas situações são entendidas como normais. Isso leva a esse tipo de sentença complacente com os erros administrativos — lamenta o desembargador aposentado Marcus Faver, ex-presidente do TJ-RJ e integrante da Comissão de Ética Pública Estadual (Cepe) do governo fluminense.
De acordo com o cadastro do CNJ, 574 casos tiveram condenação definitiva na Justiça gaúcha; 305, em Santa Catarina; e 429, no Paraná. Mas o campeão de condenações é São Paulo, com 1.844 casos.
Para conhecer o outro lado da lei de improbidade, basta cruzar a divisa entre São Paulo e Rio. Em Itatiaia (RJ), a 183 quilômetros da capital, um caso de impunidade tira o sono do Ministério Público. Em apenas três meses de trabalho (entre junho e agosto do ano passado), logo após assumir o cargo interinamente, o juiz Flávio Pimentel de Lemos Filho, da Vara Única do município, julgou extintas, sem análise do mérito, 17 das 23 ações de improbidade movidas pelo MP contra o ex-prefeito Almir Dumay (1997-2004).
A lista de denúncias contra Dumay é uma espécie de abecedário do mau gestor. Irregularidades em obras públicas, contratação ilegal de serviços de transporte, aquisição suspeita de medicamentos, afastamento de servidores sem justa causa, modificação da data de pagamento da folha e rejeição de contas estão entre os atos de improbidade levados às barras da lei.
Para livrar Dumay, o juiz alegou que decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal em 2007 considerava que os agentes políticos, por estarem regidos por normas especiais de responsabilidade, não responderiam por improbidade administrativa. A essa altura, porém, a questão já estava pacificada no TJ do Rio: a decisão só deveria alcançar agentes políticos com foro especial, como ministros de Estado, o que não era o caso do ex-prefeito.
Dumay, contudo, não foi o único político favorecido com decisões de Flávio Pimentel. Em 2010, enquanto respondia interinamente pela Vara Única de Porto Real, cidade vizinha a Itatiaia no Vale do Paraíba, o juiz arquivou ação de improbidade ajuizada contra o prefeito da cidade, Jorge Serfiotis.
Ao tomar a decisão, ele ignorou um pedido do MP para que se declarasse impedido de julgar a causa. Isso porque a mulher do juiz, a advogada Ana Cristina Silva de Lemos, ocupava cargo de confiança na Prefeitura de Porto Real. Na época, era da Controladoria. Hoje, está lotada no núcleo jurídico.
Enquanto é lenta para condenar o mau gestor, a Justiça mostra agilidade na hora de inocentá-lo. Em 2009, quando ocupava interinamente a 2 Vara Cível de Itaguaí, o juiz Rafael de Oliveira Fonseca absolveu o prefeito da cidade, Carlos Busato, o Charlinho, na ação de improbidade que o acusava de dispensa ilegal de licitação na contratação de um jornal. No recurso, acolhido pelo Tribunal, o MP manifestou surpresa pela celeridade do magistrado.

Em Búzios, nenhum réu político punido
Na contramão da rotina da comarca, o juiz chegou a mandar um oficial ao MP, após o expediente forense, para entregar os autos aos promotores junto com um aviso de “urgência no julgamento”. Os próprios réus também surpreenderam o MP ao pedir, ao contrário da recorrente estratégia de demora, a antecipação do julgamento.
Outro caso polêmico envolve a Comarca de Búzios. Levantamento sobre as ações civis e de improbidade na cidade revela que, da caneta do juiz João Carlos de Souza Correa, titular da 1 Vara Cível, nunca saiu uma única condenação em 14 ações propostas contra políticos locais."



Para refletir no domingo

A Ostra e a Pérola
"UMA OSTRA QUE NÃO FOI FERIDA NÃO PRODUZ PÉROLA."

Pérolas são produtos da dor:

Resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra,como um parasita ou um grão de areia.

Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada NÁCAR.

Quando um grão de areia a penetra,as células do NÁCAR começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas,para proteger o corpo indefeso da ostra.

Como resultado,uma linda pérola vai se formando.

Uma ostra que não foi ferida,de algum modo,não produz pérolas,pois a pérola é uma ferida CICATRIZADA.

Você já se sentiu ferido pelas palavras rudes de alguém?

Já foi acusado de ter dito coisas que não disse ?

Suas idéias já foram rejeitadas,ou mal interpretadas?

Você já sofreu os duros golpes do preconceito?

Já recebeu o troco da indiferença?

ENTÃO PRODUZA UMA PÉROLA ?

Cubra suas mágoas com várias camadas de AMOR.

Infelizmente,são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento.A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos,deixando as feridas abertas,alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e,portanto,não permitindo que cicatrizem.

Assim,na prática,o que vemos são muitas "OSTRAS VAZIAS",não porque não tenham sido feridas,mas,porque não souberam PERDOAR,COMPREENDER e TRANSFORMAR a DOR em AMOR.

Um sorriso,um olhar,um gesto,na maioria das vezes,fala mais que mil palavras.

fonte:livro:"A Ostra E A Pérola" Adriana Mariz(atriz e antropóloga)

Pro dia nascer feliz


"As ilusões perdidas são verdades encontradas."
Multatuli( escritor holandês)

sábado, 24 de março de 2012

O coração- Ana Jácomo

"O coração da gente gosta de atenção.
De cuidados cotidianos. De mimos repentinos.
De ser alimentado com iguarias finas, como a beleza, o riso, o afeto.
Gosta quando espalhamos os seus brinquedos no chão e sentamos com ele para brincar.
E há momentos em que tudo o que ele precisa
é que preparemos banhos de imersão na quietude para lavarmos,
uma a uma, as partes que lhe doem.
É que o levemos para revisitar, na memória,
instantes ensolarados de amor capazes de ajudá-lo a mudar a freqüência do sentimento.
Há momentos em que tudo o que precisa
é que reservemos algum tempo a sós com ele para desapertá-lo com toda delicadeza possível. Coração precisa de espaço."

Crônica de sábado




A volta à Rua do Gás

Walnize Carvalho

Depois de um pouco mais de quarenta anos (por opção e comodidade) estou de volta à Rua do Gás. E neste retorno, venho tornar-me vizinha de minha casa de infância, onde reside minha mãe. Deixei aos cuidados dos filhos, a casa da Aquidaban, que sempre será meu ponto de referência.
E aqui estou eu, convivendo com o passado e o presente em clima de total harmonia, onde ambos exercem a verdadeira política “da boa vizinhança”.
E assim... Como é bom acordar ao som de acordes musicais advindas do Batalhão da Polícia Militar (oitavo BPM) da próxima Formosa... Como é bom olhar pela janela e avistar a antiga Caixa D’água... Como é bom ouvir a passagem de torcedores, rumo ao Campo do Goitacás... Como é bom avistar ciclistas ( que vem lá da Ponte da Lapa) apressados e falantes rumo ao trabalho...Como é bom passar na porta do “Externato Regina”-minha primeira Escola...Como é bom saudar antigos vizinhos como: “Seu” Zenilton do “Bar Esplanada”; “Seu” Raul da Retifica ; as amigas de infância da família Amaruzza...
A lembrança viva dos anos vividos está, pois, materializada.
O tempo, por generosidade, estanca e me põe nos trilhos de saudosas lembranças. Visualizo o bonde que passava rente as calçadas; a venda de “Seu” Paulinho; a barbearia dos irmãos Délio e Antônio; a alfaiataria do meu saudoso pai,Waldir; a movimentação de visitantes ao “Centro Esportivo Fluminense”(onde funcionava rinha de galos); a padaria de “Seu” Pedra; os netos de D.Zulmira e suas traquinagens; a chácara da família Monção; o Horto Municipal na Rua do Mercado; a Carpintaria do “Seu” Carlinhos; a pensão de Dona Caçula e seu abnegado entregador de marmitas, Joel e as filhas(Conceição e D.Castorina)que mantinham amizade com as filhas de "Seu" Peixotinho e juntas se dirigiam à "Escola Jesus Cristo"...

Não ficam de fora, neste filme que passa diante dos meus olhos, as brincadeiras ( logo após o jantar) de pular corda e bambolê com as filhas de Dona Inês e de Dona Marieta, sob o olhar atento(claro!) dos adultos sentados em cadeiras na calçada; as tardes agradáveis de domingo na casa do Capitão Vitor, onde na companhia de sua filha Taninha : eu, minhas irmãs e colegas tínhamos como diversão, o “Concurso de Misses”...
Nesse flash de doces lembranças, vale me fixar em personagens inesquecíveis como o “seu” Sidney, em sua bicicleta com um cesto de pães fresquinhos ( coberto de toalha alvinha), todas as tardes efetuando a venda nas residências e o “seu” Zé Turco (que consertava calçados, para mais tarde adquirir um bar,onde um dia inaugurou uma máquina de fazer sorvete).Ah!... Pareço vê-lo exultante, assemelhando-se a um cientista manuseando tubos de ensaio, de onde líquido multicolorido rapidamente se transformava em delícia glacial. Depois, todo entusiasmado, na porta do estabelecimento e, em alto e bom som, convidando os que por lá passavam: - Venham conhecer a novidade! E acrescentava: - Num piscar de olhos são fabricados sorvetes dos mais variados sabores: creme holandês, framboesa, uva, morango... Basta escolher, provar e aprovar!
Pois é, Zé! É como a vida: escolher, provar, aprovar, recomeçar, retornar... como eu agora, à Rua do Gás!
Rua do Gás. Rua de infância. Reinauguro mais um tempo de felicidade.


Pro dia nascer feliz


"As pessoas viajam para admirar a altura das montanhas, as imensas ondas dos mares, o longo percurso dos rios, o vasto domínio do oceano, o movimento circular das estrelas, e no entanto elas passam por si mesmas sem se admirarem."

Agostinho de Hipona

sexta-feira, 23 de março de 2012

Sétima Arte

"Sete Dias com Marilyn Monroe" estreia no cinema

Chega aos cinemas do Brasil nesta sexta-feira, 23, o longa-metragem "Sete Dias com Marilyn", de Simon Curtis


Da Redação
Os Paparazzi



O filme "Sete Dias com Marilyn" estreia nos cinemas do Brasil nesta sexta-feira, 23, contando a biografia de Marilyn Monroe. Com direção de Simon Curtis, "Sete Dias com Marilyn" vem colecionando prêmios no mundo do cinema. O filme teve orçamento de 10 milhões de dólares. É o primeiro longa-metragem de Emma Watson após brilhar na saga "Harry Potter".

No elenco de "Sete Dias com Marilyn Monroe" também estão Michelle Williams, Eddie Redmayne e Julia Ormond. O filme de Simon Curtis foi lançado oficialmente no Festival de Cinema de Nova York em 2011, com o nome original: "My Week With Marilyn". Uma curiosidade é que Scarlett Johansson foi convidada para interpretar Marilyn Monroe, mas recusou o convite.

"Sete Dias com Marilyn" conta a história da jovem assistente de produção Colin Clark (Eddie Redmayne) que documenta a tensa relação entre Laurence Olivier (Kenneth Branagh) e Marilyn Monroe (Michelle Williams) durante as gravações do filme "O Príncipe Encantado", que culminou com a atriz abandonando a produção por uma semana para se divertir em Blighty.

Norma Jeane Mortensen, a Marilyn Monroe, nasceu em Los Angeles, nos Estados Unidos, no dia 1 de junho de 1926. Marilyn se consagrou como um símbolo de sensualidade e também como uma das maiores estrelas de Hollywood de todos os tempos. Um ícone do cinema mundial. A loira Marilyn Monroe nos deixou em 5 de agosto de 1962, quando tinha apenas 36 anos de idade.


E na blogosfera....

Repercussão da morte de Chico Anysio no Twitter

 

Felipe Andreoli - Chico Anysio, Bento Carneiro, Bozó, Alberto Roberto, Coalhada, Haroldo, Painho, Nazareno. Sentiremos falta de todos voces. Valeu Chico!
Amaury Jr. - Sem acreditar na triste notícia da "despedida" de Chico Anysio. Amigo querido, gênio do humor, patrimônio nacional.
Marcelo Tas - Grande mestre se vai, sempre eterno gênio Chico Anysio!
Ana Hickmann - Passando pelo meu camarim, escutei uma notícia muito triste: perdemos a maior referência do humor brasileiro, Chico Anysio. Força para a esposa e filhos.
Sabrina Sato - Chico Anysio é um gênio e mestre do humor. 'RIP' Chico!
Tom Cavalcante - Meu Deus. Anjos, espiritos do bem manifestai-vos. Nosso Chico se foi.
Serginho Groisman - Chico Anysio deixa vivo centenas de personagens. Fica em paz.
Preta Gil - Em estado de choque, sou louca por Chico Anysio, meus sentimentos a toda a familia, meu amigo Bruno, Cícero e Malga di Paula. Mmo vocês!
Lucy Ramos - Morre, aos 80 anos, o grande humorista Chico Anysio. A quem eu tive o prazer de conhecer na novela Sinha Moça. Luto!
Fernanda Paes Leme - 'RIP' Chico Anysio! Guerreiro! Mestre! Força para a família!
Mariana Belém - 'RIP' ChicoAnysio.
Cris Oliveira - perda irreparavel. Luto.
Marcelo Medici - Chico Anysio, humorista, comediante... Mas para mim, um dos maiores atores que o Brasil já teve. Parabéns pela linda trajetória mestre.
Marcelo D2 - Chico Anysio mestre de uma inteligencia que me fez muito feliz. Obrigado Chico e meus sentimentos ao amigo.

Morre Chico Anysio

Faleceu nesta tarde o humorista, ator, redator, artista plástico e comentarista,  Chico Anysio.
Ele estava internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, há três meses. Ao longo de seus 65 anos de carreira, Chico Anysio criou mais de 200 personagens e foi um dos maiores humoristas do Brasil com destaque no rádio, na TV, no cinema e no teatro. Ele deixa oito filhos.
Caçula de oito irmãos, Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho nasceu no dia 12 de abril de 1931, no município de Maranguape, no Ceará. A cidade constantemente era citada de forma saudosa pelo humorista – seu personagem mais popular, o Professor Raymundo, era de lá.
“Maranguape, cidade de que tanto falo, representa uma grande saudade. Foi um pequeno paraíso, o Éden da minha infância durante gloriosos anos. Foi lá que aprendi a ler sozinho”, escreveu o humorista em seu site oficial.
Aos 7 anos mudou-se para o Rio de Janeiro, após a falência da empresa de ônibus da família. Morador do Catete, contrariou a vontade do pai e do irmão mais velho — botafoguenses convictos — e se tornou vascaíno. Sonhava em ser jogador de futebol.





Mas a carreira esportiva logo foi esquecida, quando Chico passou em testes para ser locutor e ator da Rádio Guanabara. Ele ficou em segundo lugar, perdendo apenas para Silvio Santos.
Nos anos 50, também trabalhou nas rádios Mayrink Veiga, Clube de Pernambuco e Clube do Brasil. Foi na primeira que criou o programa que se tornaria um de seus maiores sucessos, "Escolinha do Professor Raymundo", inicialmente composta por três alunos: Afrânio Rodrigues (o que sabia tudo), João Fernandes (o que não sabia nada) e Zé Trindade (o que embromava o professor).

Apesar da tentativa de se tornar um galã de radionovelas, sua veia humorística se destacava desde o início. “A rádio Guanabara descobriu meu jeito para imitar vozes. Neste dia perdi minha chance de ser um Tarcísio Meira”, contou o comediante em seu site. Foi assim que começou a compor os mais de 70 tipos cômicos que marcariam sua carreira.


Fonte: Globo.com

O sentido secreto da vida

Há um sentido profundo na superficialidade das coisas.
Uma ordem inalterável no caos aparente dos mundos.
Vibra um trabalho silencioso e incessante dentro da imobilidade das plantas:
no crescer das raízes, no desabrochar das flores,
no sazonar dos frutos.
Há um aperfeiçoamento invisível dentro do silêncio de nosso eu:
nos sentimentos que florescem, nas ideias que voam,
nas mágoas que sangram.
Uma folha morta não cai inutilmente. A lágrima não rola em vão.
Uma invisível mão misericordiosa suaviza a queda da folha. Enxuga o pranto da face.
*   *  *
A poetisa paranaense Helena Kolody nos leva, de forma magistral, a uma breve viagem pela busca de sentido na existência.
Ela apresenta a postura humilde da criatura perante seu Criador, aceitando Suas razões, Suas leis, mesmo não tendo pleno entendimento delas.
O homem, ainda na adolescência do intelecto e na infância da moral, começa a descobrir que há um sentido profundo e maior em tudo.
Não há o acaso nem o caos na regência Divina do Universo.
A lei do trabalho diz que tudo trabalha no Cosmo. Um operar silencioso e incessante encontrado desde os seres mais simples até os mais complexos.
Tudo trabalha rumo à harmonia, à ordem, ao entendimento.
Tudo se aperfeiçoa com o passar do tempo.
A lei do progresso estabelece o crescimento inevitável. É uma força viva, que pode ser apenas retardado por um tempo, mas nunca evitado indefinidamente.
O aperfeiçoamento dentro de nosso eu é a conquista das virtudes da alma.
A cada instante na vida temos oportunidades de melhorar, de nos tornarmos mais maduros espiritualmente. Essas conquistas vão nos trazendo, naturalmente, a felicidade.
A felicidade é proporcional à soma das perfeições alcançadas pelo Espírito.
Os bons sentimentos florescem. As ideias nobres ganham asas. As mágoas sangram e se curam, cedo ou tarde.
Nenhuma folha morta pende dos galhos enfraquecidos de nosso ser, sem ser amparada por mãos seguras no caminho até o chão.
Nossas lágrimas não rolam em vão.
Quando, com sabedoria, olhamos para nossa própria dor e perguntamos: O que você deseja me ensinar? - estamos dando passo decisivo para a libertação do sofrimento que ainda devassa nosso íntimo aprendiz.
Uma invisível porém, sempre presente mão misericordiosa, suaviza a queda da folha, enxuga o pranto da face.
A Providência Divina é a solicitude de Deus para com as criaturas.
Nunca ficamos sem consolo, sem amparo e sem abraço.

Redação do Momento Espírita, com versos do poema O sentido secreto da vida, de Helena Kolody, do livro Viagem do espelho, ed. Ócios do ofício.Em 22.03.2012.