Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

É tempo... Já não é sem tempo.

Imagem
                    Walnize Carvalho          É tempo...          De comemoração.                 De despedir-se de mais um ano que se vai e renovar pedidos.          Já não é sem tempo...          De reflexão.          De dar boas-vindas ao ano que chega e agradecer conquistas.          É tempo...          De encontrar amigos e festejar este momento sublime.          Já não é sem tempo...          De ir ao encontro de si mesmo e celebrar a cada instante o dom da vida.          É tempo...          De ofertar presente como prova de amizade.          Já não é sem tempo...          De ser presente na vida do próximo exercitando a qualquer tempo a solidariedade.          É tempo...          De arrumar e faxinar gavetas.          Já não é sem tempo...          De abrir a mente e dar uma limpeza geral nos seus conceitos e preconceitos.          É tempo...          De rasgar papéis entulhados e desnecessários.          Já não é sem tempo...   

Sem marola...

Imagem
Nada de frescobol!... O esporte aqui na praia é a raquete elétrica (mata mosquito)

Fim de Ano

Imagem
                          FIM DE ANO Walnize Carvalho  Hora de balanço Remanso Rever momentos. Agradecimentos Pelos amigos que aliviaram as dores emocionais. Em cada rosto escolhi almas. Pelas lições que aprendi com meus filhos. Pelas guerras que assisti (de travesseiro das netas). Pelas vezes que esquentei a cabeça... com o sol em meus passeios matinais. Pela chuva que adubou meus sentimentos. Pelos quilinhos A mais que adquiri ... Refiz o guarda roupa faxinei gavetas agasalhei pessoas. E assim... De cada sonho que tive tracei metas. De cada tombo sofrido levantei esperanças. de cada pôr do sol colhi saudade. de cada instante vivido bebi emoções. E de cada gesto Percebi AMIGOS.

Palavras que ficam

Imagem
Jamais o sol vê a sombra. Leonardo da Vinci

Férias! Já estou eu!

Imagem
... e se a VIVO permitir vez por outra passo por aqui!

QUERIA

Imagem
Walnize Carvalho       Queria                                                                     Juro que queria                                                                          Um  Natal   Em que pudesse Acreditar no Papai Noel! Mas... Com tantos espalhados Em cada esquina da cidade?!... Queria Juro que queria Um Natal Em que pudesse Depositar meu sapatinho na janela Mas... Com ela toda gradeada?!... Queria Juro que queria Um Natal Em que pudesse Enfeitar árvore frondosa da praça Mas... Se ela foi ceifada E Não há mais  o canto sonoro dos pássaros?!... Queria Juro que queria Um Natal Em que pudesse Sonhar com a neve Mas... Esta se derreteu junto com meus sonhos?!... Queria Juro que queria Um Natal Em que pudesse ser O próprio presente Na vida dos que me querem bem. Queria Juro que queria Um Natal Em que pudesse               Achar Que Todos  soubessem

Em entrevista exclusiva, Ariano Suassuna diz que fez 'pacto com Deus' para terminar livro

Imagem
Da:Folha de São Paulo "Mexeu com o físico, mas com a cabeça não buliu não. Se você quiser, recito todinho o episódio de Inês de Castro, de 'Os Lusíadas'", brincou Ariano Suassuna, 86, na última terça-feira. Fazia alusão ao copioso trecho do clássico português, mas deu várias outras provas de que falava a verdade. Na tarde/noite daquele dia, quase quatro meses depois de sofrer um infarto (agora ele revela terem sido dois) e tratar um aneurisma cerebral, o escritor e dramaturgo recebeu a  Folha  em sua casa no Recife para uma entrevista exclusiva, a primeira depois de duas internações e do repouso forçado. Dizendo-se cansado, optou por falar deitado em sua cama. Acabara de posar para fotos e na véspera retomara suas aulas-espetáculos com um tributo ao compositor Capiba, uma palestra intercalada por shows de música e dança que durou 1h45min. Mais magro que o habitual e aparentemente mais fraco (recusou o lanche que lhe chegou, uma fatia de bolo e água de coco)

Tostão e o Natal

Conto de Natal e de futebol  (JB- 26/12/2001)   TOSTÃO COLUNISTA DA FOLHA Era véspera de Natal. Pedro acordou cedo. Olhou-se no espelho e percebeu que estava muito mais velho, com os cabelos escassos, brancos, a barriga proeminente, a pele mais enrugada e com outras marcas da idade. Pensou na juventude, em tudo o que sonhara fazer e não fez. Lembrou-se que escutara, em algum lugar, que deveria haver duas vidas: uma para ensaiar e outra para viver. Culpou-se por desejar tanto, já que se sentia feliz. Pedro é um operário da construção civil. Durante o trajeto de ônibus para o trabalho conheceu Maria, sua doce, alegre e bela companheira. Apaixonaram-se. Tiveram um filho, João.  Ela trabalha numa fábrica de tecidos. Pedro completara somente o curso primário, numa escola pública. É sensível, inteligente e muito bem informado. Ele e Maria adoram ler. Participam dos sindicatos de suas classes. Lutam por uma existência mais digna para eles e seus companheiros. Como são os mais esclarecidos,

Do Baú do Sociedade

Imagem
Viver com menos Jovens da classe média reduzem consumo ao essencial por estilo, e não por necessidade. Fenômeno minimalista começa a ser estudado em universidades e difundido na internet Zappa diz que ter menos objetos é como subtrair problemas Michel Filho / Michel Filho Do:o globo.com RIO - A fotógrafa catarinense Claudia Regina, de 24 anos, vive num apartamento de 40 metros quadrados em Copacabana, na Zona Sul do Rio, sem liquidificador, micro-ondas e torradeira. Simples até na dispensa do sobrenome, ela também não tem carro. Dentro de casa, apenas uma cama, poucos armários e um frigobar. Os cabelos são mantidos praticamente raspados, o que elimina a necessidade do uso regular de shampoo e condicionador, assim como o de pente ou escova. O publicitário paulista Michell Zappa, de 28 anos, mora nos Jardins, bairro de classe alta em São Paulo, num apartamento do mesmo tamanho do de Claudia, mas sem TV a cabo, DVD ou Blu-Ray. Até virtualmente ele cortou supérfluos. Tudo

Fracasso do " toplessaço" do Rio é noticia em jornais internacionais

Imagem
Do:Extra O  protesto a favor do topless no Rio de Janeiro , que aconteceu no último sábado, foi notícia  nos sites internacionais. Entretanto, a repercussão não foi boa devido  ao número baixíssimo de manifestantes que tiraram a blusa  e mostraram os seios na praia de Ipanema. Na capa do site do Metro UK, a matéria com chamada  “Protesto de topless: centenas de homens, mas poucas mulheres” , destaca o fracasso da manifestação, chamando o evento de “farsa” , já que apenas cerca de quatro mulheres,  das milhares de confirmadas, foram. O texto é um dos mais lidos do site. O The Australian e outros jornais noticiaram a baixa adesão ao protesto  Foto: Reprodução As edições espanhola, da América Latina e brasileira do El País  dizem que o topless “não interessa”  Foto: Reprodução O Mirror News dá destaque à grande quantidade de homens  e fotógrafos em torno das poucas manifestantes, assim como o The Australian . O espanhol El País diz que “o topless não

Tirar fotos para lembrar pode ajudar a esquecer

Imagem
Thinkstock Tirar uma foto para ajudá-lo a lembrar de algo pode acabar tendo o efeito contrário, revelou um estudo publicado nos Estados Unidos. Divulgada esta semana, a pesquisa mostrou que pessoas que tiram fotos de itens durante uma visita a um museu eram menos propensas a se lembrar de detalhes do que aquelas que apenas olharam para os objetos. Essa é uma lição para um mundo cada vez mais acostumado a compartilhar fotos instantaneamente em redes sociais, explicou a cientista especializada em Psicologia Linda Henkel, da Universidade Fairfield. "As pessoas costumam pegar suas câmeras quase sem pensar para registrar um momento a ponto de perder o que está acontecendo bem na frente delas" , prosseguiu Henkel, autora do estudo, publicado no periódico  Psychological Science . Henkel montou um experimento no museu da universidade, para onde estudantes foram levados em uma visita. No local, pediu-se que eles observassem certos objetos, fosse por fotografia, fosse olhand

Para sempre Papai Noel

Imagem
      Walnize Carvalho   A menina entreabre os olhos. Vê que vem do cômodo ao lado de seu quarto, uma luminosidade.É  manhãzinha. Olha para o lado. Suas irmãs estão dormindo nas caminhas enfileiradas. Levante-se, sorrateiramente, e vai ate aonde a luz chama. La está ele  –seu pai- os apetrechos de barbear :bacia, pincel, espuma, gilete.  Prepara a espuma e desenha no  rosto a barba – barba de Papai Noel. A menina chega. Debruça-se sobre o parapeito da pia e fica a admirar aquele que tantos anos repete o ritual e transforma no seu herói preferido. Espuma branca  ...  lembrança   pura. A mulher entreabre os olhos. Sai á rua na manhãzinha.  Passa por uma barbearia.Espia um senhor sentado,toalha no pescoço,cabeça recostada. O barbeiro prepara o rosto dele. Mesmos  apetrechos de barbear. Mesmas  lembranças. Modela naquele rosto cansado a barba de espuma branca. O Papai Noel volta a bailar na mente daquela mulher. O momento é mágico e por segundos uma nuvem de pa

Palavras que ficam

Crie laços com as pessoas que lhe fazem bem, que lhes pareçam verdadeiras. Desfaça os nós que lhes prendem àquelas que foram significativas nas suas vidas, mas infelizmente, por vontade própria, deixaram de ser. Nó aperta, laço enfeita. Simples assim.   Caio Fernando Abreu

Morreu o "Rei do Brega"

Imagem
Pernambuco - Morreu na manhã desta sexta-feira, aos 69 anos, o cantor Reginaldo Rossi. O artista estava internado no Hospital Memorial São José, no Recife, em Pernambuco, desde o dia 27 de novembro, tratando um câncer no pulmão.   Alguns de seus maiores sucessos são "Garçom", "Em plena lua de mel", "Leviana" e "A raposa e as uvas".

Trinta anos depois, relembre roubo da Taça Jules Rimet no Brasil

Imagem
                                                Taça Jules Rimet ficou definitivamente sob posse do Brasil em 1970                                                                                          Foto: Getty Images Do:Terra Há exatos 30 anos, o Brasil ficou chocado com a notícia do roubo da Taça Jules Rimet.  Tão desejada pelo povo, a peça de cerca de 30 cm de altura e 4 kg  – entre os quais, 1,8 kg de ouro puro – desapareceu  da sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF),  no Rio de Janeiro. A notícia causou comoção nacional. A Taça Jules Rimet ficou sob posse definitiva da CBF em 1970,  quando a Seleção Brasileira venceu a Copa do Mundo no México  e se tornou a primeira a ter três títulos no currículo.  Depois de ser exposta nas principais capitais do País,  foi parar em exibição na sede da entidade,  protegida por um vidro à prova de balas.  Em 20 de dezembro de 1983, desapareceu. A sede foi invadida durante a noite, e a taça, levada

Lei no Rio proíbe multar quem faz rituais religiosos em locais públicos

Da:Folha de São Paulo FABIO BRISOLLA DO RIO O prefeito Eduardo Paes (PMDB-RJ) sancionou na tarde desta quinta-feira (19) uma lei que beneficia aqueles que fazem oferendas ou despachos pelas ruas e praias do Rio. Batizada como "Lei do Axé", o projeto estabelece que o responsável por um ritual religioso em local público não seja alvo das multas das autoridades municipais envolvidas na operação Lixo Zero. "Como os fiscais estão na rua para fiscalizar a lei do Lixo Zero, para alguém, de repente, multar uma galinha (usada como oferenda) não custa nada", brincou o prefeito, após a cerimônia que oficializou a aprovação da nova lei, no Palácio da Cidade, em Botafogo, zona sul do Rio. Paes disse encarar a nova regra como uma forma de evitar distorções na fiscalização pela cidade: "Não dá para multar alguém na praia de Copacabana por estar jogando uma rosa ao mar". Criada em 2013, a Lixo Zero vem multando aqueles que jogam lixo pelas ruas da cidade. A

CONSUMO CONSCIENTE

Imagem
Oito dicas para um Natal mais sustentável Do:IG Falta pouco para o Natal e as compras estão a todo vapor. Que tal parar cinco minutos para ler este texto e pensar em como contribuir com atitudes mais sustentáveis? O Universo Jatobá traz oito dicas simples e que podem fazer uma diferença tremenda lá na frente, afinal é de grão em grão que a galinha enche o papo. - Já começou a enfeitar a casa? Prefira as luzes de LED, que duram mais, são eficientes e mais econômicas. Quer dicas de enfeites sustentáveis?  - Se falta embrulhar algum presente, reaproveite embrulhos de outros produtos ou personalize reaproveitando jornais, revistas e até coadores de café. Use e abuse da criatividade. - Aproveite os dias de folga para praticar boas ações, como ajudar a recolher o lixo no bairro ou até no parque próximo da sua casa. Se não tem postos de coleta de recicláveis, procure o mais próximo de você.  - Ganhou um presente que sabe que não vai usar, troque por algo que tenha mais utilidad

Gravações inéditas dos Beatles são reunidas em coletânea

Imagem
Do:Estadão EFE Uma coletânea inédita de 59 gravações dos Beatles feitas em 1963 foi colocada à venda hoje na internet pelo Itunes.  The Beatles Bootleg Recordings  é um lançamento do selo Apple Records, criado pela banda, e inclui 44 canções interpretadas em programas da rádio BBC e 15 faixas alternativas realizadas em estúdio e nunca lançadas. No pacote, estão versões de  There’s a Place ,  Please Please Me  e  I’m in Love , entre outras. Reprodução 'The Beatles Bootleg Recordings' chegou hoje à internet O lançamento, segundo especialistas, foi motivado por uma mudança recente na lei europeia de direitos autorais. Segundo ela, se a gravação de uma música não é lançada comercialmente durante um período de 50 anos, deixa de estar protegida pela lei de direitos autorais. Após o lançamento, no entanto, passa a ser protegida por um período de 70 anos. Assim, a coletânea agora lançada passa a pertencer aos artistas e à gravadora até 2084.

Lembrando Rubem Braga

Imagem
DO:JB 1990 - A morte planejada de Rubem Braga 19/12/2007 - 06:00 | Enviado por:  Lucyanne Mano "Sempre tenho confiança de que não serei maltratado na porta do céu, e mesmo que São Pedro tenha ordem para não me deixar entrar, ele ficará indeciso quando eu lhe disser em voz baixa: _ Eu sou de lá de Cachoeiro..."  Rubem Braga  morreu à noite, num quarto do Hospital Samaritano, no Rio, onde estava sozinho como desejara e pedira aos amigos. A  causa mortis  foi uma parada respiratória em conseqüência de um tumor na laringe, que ele preferiu não operar. Homem decidido e corajoso, sabia da gravidade de sua doença, mas segundo seu médico e amigo, o neurologista Sérgio Carneiro, preteriu todo e qualquer tipo de tratamento para combatê-la. O último plano de Rubem, simples e perfeito como os que organizaram sua obra, seria colocado em prática dias após sua morte: a cremação em São Paulo. Certamente seus amigos lembraram-se de uma pequena crônica sua, chamada  "

CHORINHO

Imagem
Amigos, Segue texto sobre a última apresentação do Conjunto Regional Carinhoso neste ano de 2013. Será nesta quinta (19), no Sesc, às 20h. Aproveitando para agradecer, de coração, todo apoio recebido durante este ano. Que em 2014 possamos continuar juntos nessa corrente de amor à Música Brasileira. Um Natal de luz e um Ano Novo de muito amor para todos nós! Chorinho no Sesc  O Sesc Campos fecha com chave de ouro o projeto Samba, Choro e Gafieira com apresentação do Conjunto Regional Carinhoso. O show acontece nesta quinta (19), às 20h, no Espaço Plural, com entrada franca.  Depois de mais uma temporada de sucesso no foyer do Teatro Municipal Trianon, o grupo, que pertence ao Clube do Choro & Cia.,  leva seus clássicos ao Sesc, em uma apresentação cujo repertório traz de volta a genialidade de compositores que fizeram história na Música Popular Brasileira. Estamos falando em mestres do naipe de Pixinguinha, Ernesto Nazareth e Waldir Azevedo. Só para citar a

Ronald Biggs, "ladrão do século", morre aos 84 anos no Reino Unido

Imagem
MÁRCIA SOMAN MORAES DE SÃO PAULO O britânico Ronald Biggs, conhecido como o "ladrão do século" pelo audacioso assalto ao trem pagador que ia de Glasgow a Londres em 1963, morreu aos 84 anos, em um asilo para idosos em East Barnet, no norte de Londres. Biggs já teve ao menos três derrames, ataque cardíaco, ataques epilépticos, úlcera no estômago, além de uma fratura no quadril que o deixou internado por dias no hospital universitário de Norfolk e Norwich. O britânico era o líder de uma gangue de cerca de 15 homens que conseguiu, em 8 de agosto de 1963, parar um comboio ferroviário manipulando a sinalização. Depois de ferir gravemente um funcionário, eles fugiram com 120 sacos de notas usadas contendo no total 2,6 milhões de libras, uma quantia recorde para a época equivalente a cerca de R$ 124 milhões. Os ladrões, inclusive Biggs, foram presos em janeiro de 1964. Processado e condenado a 30 anos de prisão, Biggs foi para a penitenciária de Wandsworth (Londres),