sábado, 9 de março de 2013

Documentos históricos do Arquivo Nacional são atingidos em temporal no Rio

Da:Folha de São Paulo

O forte temporal que atingiu a cidade do Rio de Janeiro no início dessa semana  danificou 136 caixas com documentos históricos do Arquivo Nacional.
A informação foi repassada por funcionários do local, que apontam a má conservação do prédio, localizado na Praça da República, no centro da cidade, como o principal problema para as frequentes inundações. "Qualquer chuva, mesmo fraca, sempre atinge os documentos que estão espalhados em oito pavimentos. Temos espaço para guardar todo o material, mas temos que mudá-lo de pavimento toda vez que chove", disse um funcionário, que não quis ser identificado.
Entre os documentos atingidos estão arquivos originais do Tribunal de Segurança Nacional relativos à Era Vargas (1930-1945); papéis da Divisão do Serviço de Informações do Ministério da Justiça, da época da Ditadura Militar (1964-1984), além de cartas e documentação trazida de Portugal por d. João 6º, quando a família real se mudou para o Brasil, em 1808.
 Os funcionários tiveram que estender os documentos pelos corredores para eles secarem; uma análise preliminar indicou que não houve danos irreversíveis.
Dos oito andares, apenas dois não sofreram com alagamentos. As caixas atingidas estavam em um pavimento reformado em 2004.
A rede elétrica e computadores também foram danificados.
  De acordo com seu site oficial, o Arquivo Nacional possui mais de 55 quilômetros de documentos textuais, cerca de 1,74 milhão de fotografias e negativos, 200 álbuns fotográficos, 15 mil diapositivos, 4.000 caricaturas e charges, 3.000 cartazes, mil cartões postais, 300 desenhos, 300 gravuras e 20 mil ilustrações, além de mapas, filmes, registros sonoros e uma coleção de livros raros que supera 8.000 títulos.

Nenhum comentário: