segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Rapidinhas do dia


*** A banda Jota Quest foi vaiada durante o show que fez em Salvador no sábado (31). A reação da plateia aconteceu depois que o vocalista Rogério Flausino disse que os baianos poderiam ficar até tarde na "festa". Ele brincou ao comentar que baiano "não trabalha" em qualquer dia da semana, não só domingo. Depois das vaias, ele se desculpou. Disse que precisava "discutir a relação" e se explicou, dizendo que é mineiro e sempre escuta piadas com queijo. "Eu queria que vocês me perdoassem. Eu amo isso aqui, venho sempre no carnaval. Estou sempre aqui e foi só uma brincadeira", disse. (Globo.com)

*** Anthony Garotinho está fechando os seus primeiros apoios para a eleição no Rio de Janeiro. Por enquanto, só nanicos na coligação.
PTdoB, PHS e PTC estarão juntos com o PR na campanha para governador. (Radar On- Line -Por Lauro Jardim)

***Em nova frente popular e forte, o mesmo grupo que apresentou o projeto da Ficha Limpa (CNBB, OAB, MCCE, UNE, Maçonaria) lança hoje a Coalizão Democrática pela Reforma Política e Eleições Limpas. Vão apertar o Congresso, que bate cabeça.
À frente das 100 organizações civis está o juiz Marlon Reis, do MCCE – Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral. A partir de Quinta-feira, a ideia é convencer os parlamentares a incluir nos pacotes de reforma eleitoral o que interessa: ‘a proibição da doação empresarial e a racionalização do sistema eleitoral’ – itens que não entraram ainda na discussão dos projetos em tramitação na Câmara e no Senado.
“Chegamos ao esgotamento de um sistema. A sociedade não pode voltar às urnas sob um modelo eleitoral que privilegia candidatos financiados por empreiteiras e bancos e permite que o voto concedido a um seja aproveitado por outro candidato” – argumenta Marlon Reis. “Não há desculpas para que não haja mudanças efetivas já para 2014. É tudo uma questão de vontade política do Congresso”. (Blog Coluna Esplanada)

*** A polêmica envolvendo aluguéis de carros por pessoas físicas pelos deputados federais, abordada há pouco pelo fantástico, tirou muito parlamentar do sério. Os fiéis escudeiros do deputado Garotinho na Câmara, os deputados Paulo Feijó e Zoinho, ambos do PR, reagiram muito mal aos questionamentos feitos pelos repórteres do programa. Feijó, que aparece na imagem totalmente fora de compostura, chegou a agredir um dos profissionais. O deputado Zoinho, depois de se acalmar, disse: “honesto só Jesus. Aqui em Brasília não tem santinha, não”.
Vale lembrar que o deputado Anthony Garotinho, mais um do PR, esteve, recentemente, ligado a uma polêmica fraude documental com a GAP Comércios e Serviços Especiais também por aluguéis de automóveis. O dono da empresa, o senhor George Augusto Pereira, não existe. A empresa prestou serviços a Prefeitura de Campos, ao partido do deputado, PR, e ao gabinete de Garotinho em Brasília.
Suzy Monteiro também noticiou, aqui, Na Curva do Rio. (Blog de Gustavo Matheus/Folha da Manhã)


Nenhum comentário: