quinta-feira, 31 de maio de 2012

Pachecos já estão com bandeira, mas brilho do ouro ainda é bijuteria- por José Roberto Malia


Do blog do jornalista José Roberto Malía, da ESPN Brasil:

"Os Pachecos globalizados certamente já vestiram a amarelinha desbotada e tiraram a bandeira do baú. Os manos do Mano colocaram os americanos de quatro, em Washington, e conquistaram a oitava vitória consecutiva, em 10 jogos sem derrota.

A equipe obteve o segundo triunfo na turnê para descobrir um time olímpico. Mereceu? Sem dúvida. Empolgou? Não. Ainda precisa melhorar, e muito, para chegar ao pódio dourado e não voltar dos Jogos de Londres apenas com o crachá no peito.

A defesa, por exemplo, mostrou-se incompetente no jogo aéreo. A dupla de zaga, principalmente Juan, bateu cabeça em vários momentos, enquanto Danilo foi extremamente generoso com os donos da casa: errou um terço dos 17 passes desperdiçados pelo time.

A vaca poderia ter ido para o brejo se o estreante Rafael não estivesse inspirado. O santista fez três grandes defesas e ainda foi ajudado pela trave. O lateral Marcelo também correspondeu. Deitou o rolou pela esquerda.

No meio-campo, Oscar assumiu de vez o papel de maestro. Só não esteve perfeito porque ‘ousou falhar’ em um dos 43 passes que distribuiu.

Boa parte deles foi endereçada ao moleque Neymar, que também brilhou em campo, com um gol de pênalti (inexistente), duas assistências para os companheiros marcarem e uma sinfonia de dribles.

Mais uma vez, Neymar contou com um bom coadjuvante, o incrível Hulk, que pouco a pouco vai cavando um lugar entre os manos do Mano. Bem diferente de Leandro Damião, um ‘matador’ sem balas e perdido em campo."

Nenhum comentário: