quarta-feira, 23 de maio de 2012

Nahim X Garotinho- Mais um round



O jornalista e botafoguense Alexandre Bastos da "Folha da Manhã", traz informações em seu ótimo blog (aqui), sobre o novo capítulo da briga entre os irmãos Garotinho e Nelson Nahim. Parabéns ao Alexandre pela cobertura em cima do lance, mais uma vez:

"O presidente da Câmara de Campos, Nelson Nahim (PPL), fez um desabafo durante a sessão de hoje. Segundo Nahim, o PPL não vai caminhar com a prefeita Rosinha Garotinho (PR). “Não podemos aceitar certas coisas. A prefeita Rosinha não decide nada. Quem governa é o deputado Garotinho, meu irmão. O prefeito de Campos é o deputado Garotinho. A prefeita não despacha com vereadores e, sinceramente, não consigo apoiar esse governo. Votar em Rosinha é ter mais quatro anos de Garotinho. Se ela fosse a prefeita eu daria um voto de confiança porque ela merece. Mas não é ela que governa”, disparou Nahim, que foi além. “Hoje Campos assiste um homem usar a cidade para atender vontades pessoais. Ele quer retornar ao governo do Estado e, para isso, faz de tudo para reforçar as suas bases eleitorais”, disse Nahim.

Nahim também afirmou que o governo Rosinha é incoerente. “Eles estão ao lado de pessoas que eram atacadas por Garotinho. Corruptos que foram apontados por Garotinho hoje indicam cargos importantes com objetivo meramente eleitoral. É muita demagogia. Eu tenho pena da nossa cidade e da prefeita Rosinha”, frisou Nahim, lembrando do seu tempo na Prefeitura. “Muita gente apostou que eu seria um péssimo prefeito. Fui bem e isso não foi aceito por quem gosta de brilhar sozinho”, completou.

Surpresas — Segundo Nahim, muitas coisas podem acontecer. “Não se surpreendam se Chicão deixar de ser o vice. Não sei se Dr. Chicão será útil novamente. Eles já me trocaram em 2008 e podem fazer isso novamente”, opinou Nahim.

PTB — Sobre o PTB, Nahim disse que foi procurado por diversas vezes por representantes da legenda. “Eles disseram que o PTB estava sendo usado por Garotinho. Mas eu afirmei que já tinha um partido para cuidar”, contou Nahim, que rebateu os ataques do ex-vereador Edson Batista, que o acusou de articular uma espécie de golpe contra o PTB. “Não seja ingrato, Edson. Eu te socorri em 2010 quando você apareceu com as calças nas mãos pedindo ajuda para o deputado Marcos Vinícius, do PTB. Não seja bajulador, Edson. Eu não procurei o PTB para nada. Foi o Edson que me procurou para dizer que Bacellar estaria pegando o PTB. Vossa Excelência foi muito ajudado por mim e por Bacellar e depois cuspiu no prato que comeu”, afirmou Nahim.

Recado — Após o seu desabafo, Nahim fez um alerta. “Se o deputado Garotinho não me respeitar, me chamar de traidor, eu vou ter que mostrar quem é quem. Não quero briga, só quero ter o direito de ser livre”, disse.

Magal: “Não há nada de errado na ajuda de Garotinho” — Segundo o vereador Jorge Magal (PR), líder do governo na Câmara de Campos, a interferência de Garotinho é normal. “Ilsan ajudava Arnaldo, Dona Nélia ajuda Nahim e Garotinho ajuda Rosinha. O que tem de errado nisso?”, indagou Magal, que prometeu se esforçar para unir novamente os irmãos. “Gostaria de ver novamente os irmãos juntos. Tanto na política como na família”, disse Magal.

Para Nahim, existem diferenças no apoio entre os casais. “No meu caso é diferente. Nélia nunca entrou no gabinete para fazer reuniões com vereadores. Não dá para comparar a minha esposa com Garotinho. Ela jamais faria o que ele faz. Ela é minha conselheira, mas não decide por mim”, ressaltou Nahim."



Apenas uma observação: Mostre quem é quem, vereador Nahim! O povo agradece.



3 comentários:

Gabriel disse...

Daqui a pouco, eles fazem as pazes.
E Nahim não tem "cullones" para falar o que sabe sobre o irmão.

Anônimo disse...

O Alexandre Bastos é um dos melhores e bem informados jornalistas da planície.
Parabéns por dar o crédito.
Não são todos na blogosfera que fazem o mesmo.

Gilda disse...

Vê-se que temos que sofrer muito ainda. Nada vai mudar por aqui....