terça-feira, 2 de abril de 2013

Repressão fichou figuras como Pelé, Hebe Camargo e Monteiro Lobato

Do UOL, em São Paulo

Documentos do Deops (Departamento Estadual de Ordem Política e Social) de São Paulo, divulgados nesta última segunda-feira (1º), mostram que regimes autoritários ficharam figuras públicas como o jogador Pelé, o cantor Roberto Carlos, os apresentadores Silvio Santos e Hebe Camargo e o escritor Monteiro Lobato.
 As fichas e prontuários podem ser consultadas no site "Memória política e resistência", vinculado ao Arquivo do Estado. Também figuram na lista de fichados a atriz Fernanda Montenegro, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso e Juscelino Kubistchek, o ex-governador de São Paulo José Serra, o jogador Sócrates e o ex-arcebispo de São Paulo dom Paulo Evaristo Arns.
Entre os fichados está ainda a presidente Dilma Rousseff, cujo prontuário traz informações dos momentos em que ela foi detida na época em que militou contra a ditadura militar.
O Deops era subordinado ao Dops (Departamento de Ordem Política Social), principal órgão de inteligência e repressão durante a ditadura militar (1964-85) e o Estado Novo (1937-45), fase autoritária do governo de Getúlio Vargas.
No total, o portal contém 274.105 arquivos sobre pessoas investigadas, disponíveis agora em formato digital, e 12.874 relatórios, mais breves, sobre particulares em São Paulo. Além disso, também foram divulgadas outras 39.996 fichas pessoais elaboradas na cidade de Santos, no litoral paulista.

Nenhum comentário: