sexta-feira, 5 de abril de 2013

Cientistas japoneses criam máquina que 'lê' sonhos

Decodificador reconhece imagens do sonho de voluntários ao interpretar atividade cerebral de cada indivíduo
Maria Fernanda Ziegler-
iG São Paulo
Pesquisadores japoneses conseguiram desenvolver uma máquina que decodifica sonhos.
No experimento, foi possível predizer quais imagens eram sonhadas tendo como base apenas informações da tomografia computadorizada sobre a atividade cerebral.
O procedimento para ler os sonhos envolveu várias etapas.
Na primeira delas, cada voluntário monitorado por tomografia cerebral era acordado a cada vez que sonhava.
 Isto porque quando era detectado, pela atividade cerebral, que os indivíduos estavam sonhando, eles eram despertados e orientados a relatar verbalmente os sonhos.
 Este procedimento foi repetido cerca de 200 vezes com cada um dos três voluntário durante um período de 11 dias.
Com as categorias estabelecidas, os pesquisadores selecionaram imagens na internet destas mesmas categorias.
 Numa segunda etapa do experimento, os pesquisadores mostraram as imagens para os voluntários enquanto eles tinham a atividade cerebral monitorada por tomografia.
Os voluntários apresentavam a atividade cerebral parecida quando viam fotos semelhantes as imagens sonhadas. “O sonho é uma experiência visual e os padrões da atividade cerebral são muito parecidos quando processamos algo que vimos ou que sonhamos”, explica Yuki Kamitani do Laboratório de Neurociência Computacional ATR em Kyoto, no Japão e um dos autores do estudo publicado no periódico científico Science.

Nenhum comentário: