sábado, 29 de junho de 2013

Atração


Walnize Carvalho

            O conheço, praticamente, de vista. Não tenho com ele qualquer intimidade.
            Oportunidade de aproximação até tive, já que familiares e ele são velhos conhecidos. Mas, no dizer popular, não houve a “química”...
            Consta que ele desperta paixão em muitos que o acompanham. E paixão – convenhamos – é sentimento arrebatador, que, na maioria das vezes, se desdobra em sofrimento ou euforia.
            Há os que fazem dele sua profissão de fé e marcham em filas ruidosas e intermináveis esperando a hora de sua atuação.
            Sabe-se que tem o condão de juntar ombros, entrelaçar mãos, fortalecer amizades e também desfazer parcerias, calar diálogos, acentuar hostilidades dado o seu poder de atração.
            Consegue, não raro, silenciar multidões como exasperar um solitário fã que o vê na tevê ou o ouve no rádio.
            Seus fiéis seguidores vestem literalmente a camisa e são capazes de passar “belas tardes de domingo” em sua companhia, o que redunda no dia seguinte em comentários matinais nas filas de padarias, de bancos, de casas lotéricas, nas rodas de frequentadores do centro da cidade. Isso faz a segunda-feira amanhecer com o desfile de pessoas de sorriso largo nos lábios contrapondo a outras de semblante fechado no ir e vir frenético de mais uma semana que, praticamente, se inicia...
            Tarde de domingo.
            No silêncio do meu quarto tento escrever sobre o que não sei dizer.
            No meu registro de observações ele aparece como algo envolvente, carismático, sociável e popular. E a maior de todas as certezas: não consegue nutrir indiferença mesmo naqueles (que como eu) não o conhecem de perto.
            Tarde de domingo.
            A calma reinante é interrompida. Percebo que há movimentação lá fora.
            Carros passam com sua buzinas estridentes.
            Ouço passos de pessoas que caminham apressadas indo ao encontro do espetáculo.
            Em casa e em outros lares admiradores preferem acompanhar a sua performance em rádios e tevês.
            Tarde de domingo.

            A atração vai começar – o FUTEBOL.  

Nenhum comentário: