quinta-feira, 20 de junho de 2013

ANIVERSÁRIO DA ACL

Recebi da acadêmica Heloisa Crespo:

Parabéns Academia Campista de Letras pelos 74 anos de vida -21/06/1939-!
Amanhã suas portas estarão abertas, 
às 20 horas, para receber 
os acadêmicos, os amigos, os parceiros 
e todas as pessoas que têm simpatia por ela.

MINHA HISTÓRIA


Nasci no início do inverno,
no dia do aniversário
de Machado de Assis.
Sou um marco no cenário
de Campos dos Goytacazes.
Nas letras, um relicário.

Cresci sem ter casa própria
durante anos e anos.
Morei aqui e ali,
num jeito meio cigano,
desde casas de família,
de fulano e beltrano,

em escritórios, salões
sem luxo ou requintados,
na AIC, na ACIC,
em dois clubes badalados,
o belo Automóvel Clube
e o Saldanha afamado.

Consegui a minha casa,
de modo definitivo,
através de Salo Brand,
um ilustre executivo,
da Prefeitura de Campos.
Um teto firme e exclusivo

para os filhos acadêmicos.
Enquanto era reformada,
no salão da Santa Casa,
fiquei um tempo amparada.
Benesse do provedor,
numa atitude abençoada.

Sede própria num jardim,
na Praça Nilo Peçanha,
no Jardim São Benedito,
de uma beleza tamanha,
num estilo majestoso!
E a cultura com isso ganha.

Filhos ilustres eu tive,
eu tenho e sempre terei.
São “filhos do coração’
que em todo o tempo adotei.
Perdi vários que se foram.
Eu nunca os esquecerei.

A morte converte em vida,
para o acadêmico irmão
que passa a ocupar a vaga,
após uma eleição.
A dor se transforma em festa
num rito de iniciação.

Sou uma jovem senhora.
Setenta anos de vida*.
Períodos de solidão.
Muitas passagens sofridas.
Muitos momentos de glórias,
desde que fui concebida.

Hoje, em 20013,
vivo a ‘fama obtida
por ações extraordinárias’,
dificuldades vencidas
pelos filhos acadêmicos
-presidentes destemidos-!
Agora, em 2013, completo 74 anos.
Academia Campista de Letras
Heloisa Crespo

Nenhum comentário: