quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Erraram nas contas: o mundo acaba hoje!!!!


Um asteroide de 400 metros de comprimento passará perto da Terra hoje, em uma aproximação rara que aparentemente, segundo os cientistas da NASA, não representa risco de impacto para o planeta. Mas os cientistas da WISE (World International Security Enterprise) relatam que os calculos feitos pela NASA estariam totalmente errados. "O asteroide não vai passar apenas a 324.600 quilômetros da superfície da Terra, o que já é mais próximo que a Lua, mas ele vai SE CHOCAR com a Lua", disse o cientista chefe do WISE, Mark Buffalo. Segundo Mark, o estrondo vai acontecer as 02h45m desta madrugada e se não provocar o choque da Lua com a Terra (e consequentemente a extinção de toda a humanidade), vai pelo menos mudar o clima do planeta profundamente.

O fenômeno representa uma oportunidade para todos no mundo poderem repensar sua atitudes. A trajetória do asteroide 2005 YU55 é desconhecida dos cientistas e representa problemas, pois a NASA vem sendo fortemente criticada e também vem sofrendo fortes cortes orçamentários. "Esse erro da NASA pode significar o fim do mundo", disse ainda Mark. A possibilidade de impacto com a Terra não é negada por nenhum dos maiores cientistas do planeta, ao contrário dos que trabalham na NASA. Até mesmo a influência gravitacional do asteroide terá efeito detectável no planeta, alterando as marés e provocando terremotos, maremotos, tsunamis e furacões.

"É a primeira vez desde 1976 que um objeto desse tamanho passa tão perto da Terra. E a NASA não conseguiu prever nem montar nenhum plano de nos salvar dessa ameaça", disse o astrônomo Scott Pilgrim, da Fundação Nacional de Ciências dos EUA, durante conversa com jornalistas pela Internet na sexta-feira (4).

Uma equipe do Instituto Soviético Rasputin poderia ser a ultima esperança de escaparmos do armaggedon. Eles irão dar um voo rasante sobre o asteroide 2005 YU55 hoje a meia noite e tentarão colocar uma bomba que mudaria sua trajetória, livrando a Lua do impacto. Assim, o bólido se chocaria em alguma parte remota do planeta, que os cientistas calculam como provavelmente sendo o Parque Dona Lindu, o local aonde haviam as antigas Torres Gémeas ou até mesmo o Congresso Nacional. Rezemos leitores, o fim está próximo.

Um comentário:

Anônimo disse...

gente como pode ter pessoas assim no mundo pra ficar falando asneiras deste tamanho o pior é a gente ter que ver isto ne kkkkkkkkkk