quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Do Ancelmo Gois

Ponto final

No mais, outro que se beneficiou do estouro do mensalão, em 2005, foi José Sarney. Na época, com Lula fragilizado, o senador reforçou as linhas de defesa do presidente no Congresso. A partir daí, os dois, que se detestavam, viraram amigos de infância — a ponto de Lula, na noite em que deixou o governo, ter levado o ex-presidente do PDS para São Bernardo do Campo, SP, berço do sindicalismo petista.

3 comentários:

Roberto Torres disse...

E do conhecimento de todos que Lula e Sarney sao aliados desde 2002, quando Sarney, por iniciativa própria e motivado pela investida da PF-Serrista contra sua filha, entao pré-candidata à presidência, decide apoiar Lula.

Nao sei de onde esse colunista de fofocas tirou isso.

Roberto Torres disse...

Postei um comentário mais cedo e aida nao saiu. Vejo que ja publicaram mais coisa. Ja é a segunda vez que isso acontece.

Por favor, se nao gostam dos meus comentários, se incomodo o "jeito leve" do blog, por favor tenham a honradez de me dizer p que eu nao perca mais meu tempo. Claro, como nas cartas de cobranca, peco desculpas antecipadas caso as duas censuras sejam ao acaso.

Neto Cordeiro disse...

Roberto,

Aqui no Sociedade, não temos o costume de filtrar comentários. O que existe é mais ou menos um trato de quem fez a postagem liberar o comentário sobre ela, caso exista alguma dúvida ou receio. Pedimos desculpas pelo ocorrido.
Gostaria que nos informasse quando ocorreu a primeira vez. Como o blog é coletivo, pode ter acontecido algum engano.
Fique à vontade para nos visitar e participar.
Quanto a classificar Ancelmo Gois como colunista de fofoca, discordo completamente. Se depender de mim, ele sempre estará presente por aqui.
Grande abraço!