sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Corinthians jogará sem torcida restante da Libertadores



Do site da ESPN Brasil:

"Depois da tragédia em Oruro, na Bolívia, na noite de quarta-feira, onde torcedores do Corinthians foram presos suspeitos de estarem envolvidos na morte do jovem Kevin Espada, de apenas 14 anos, a Conmebol resolveu agir. A entidade que rege o futebol sul-americano decretou que a equipe de Parque São Jorge jogará o resto da Copa Libertadores da América com os portões fechados nas partidas em que for mandante, até que o caso seja julgado pelo tribunal.

 O clube paulista tem até três dias para entrar com recurso contra essa medida cautelar. Além de não poder ter torcida nos jogos em que for mandante, o Corinthians não terá sua massa nos compromissos fora de casa também. 

"As partidas do Corinthians como mandante serão disputadas de portões fechados. Nos jogos que o clube disputará como visitante, seus torcedores não terão acesso a ingressos", declarou o porta-voz da Conmebol, Nestor Benítez.

O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, ficou sabendo da punição apenas quando foi contactado pela reportagem dos canais ESPN, mas decidiu não se pronunciar sobre o caso ainda.

A medida da Conmebol vem cerca de 24 horas depois da morte do adolescente. Durante o primeiro tempo do que seria o empate de 1 a 1 entre Corinthians e San Jose, um sinalizador atirado onde estava a torcida visitante atingiu o olho do garoto boliviano, que acabou morrendo. 

A polícia local levou 12 membros da torcida do Corinthians para a cadeia ainda na quarta-feira. Os torcedores supostamente envolvidos no caso permanecem na Bolívia depois do ocorrido. Eles foram indiciados pelo crime de homicídio.

Nos últimos dias, o Corinthians anunciou que restavam poucos ingressos para os seus primeiros compromissos em casa na Copa Libertadores. Diante do Millonarios, na quarta-feira que vem, sobravam apenas lugares nas cadeiras laranja, a R$ 200, na numerada, a R$ 300 e no setor VIP, a R$ 500. Contra o Tijuana, no dia 13 de março e contra o San José, em 10 de abril, já tinham sido comprados cerca de 55 mil ingressos. O clube deve dar uma posição oficial nesta sexta-feira, comunicando, inclusive, como ficará a situação envolvendo o programa de sócio-torcedor."

Nenhum comentário: