terça-feira, 30 de outubro de 2012

Maria Rita lança novo disco Redescobrir

                                             Maria Rita( grávida) Foto :Felipe Branco Cruz

Do:R7

Se você escutar de olhos fechados às canções do CD e DVD Redescobrir, de Maria Rita, há grandes chances de confundir a voz da cantora com a de sua mãe, Elis Regina, morta em 1982, aos 36 anos. Maria Rita bem que tentou se descolar da imagem da mãe, mas depois de dez anos de carreira, quatro álbuns e seis prêmios Grammy Latino, ela finalmente assumiu o legado da família.
Coincidência ou não, a cantora, de 35 anos, decidiu lançar o álbum às vésperas de completar a mesma idade que a mãe tinha quando morreu.
— Relutei no início. Sempre me preocupei em honrar o nome da família. É quase uma missão. Ser filha de Elis sempre significou para mim ser responsável por decidir para quem poderíamos licenciar tal canção ou autorizar tal uso de imagem. Agora decidi fazer a defesa desse legado de outra forma: cantando.
Maria Rita, porém, não considera sua voz parecida com a da mãe.
— Se eu achasse minha voz parecida, eu não estaria aqui. Estaria no exterior mostrando para o mundo. Se existe uma semelhança é por pura questão de genética. A voz dela tem mais brilho. Ela tem uma estrela muito maior.
  O trabalho, que será lançado no dia 6 de novembro, com tiragem de 80 mil cópias para CD e DVD, é um desdobramento dos quatro shows que fez grátis da série Nivea Viva Elis.
 A apresentação do álbum para a imprensa foi feita ontem, em um hotel de São Paulo. Este, aliás, foi um dos últimos compromissos de trabalho da cantora antes de se dedicar totalmente à gravidez, já que ela está com quase oito meses de gestação do segundo filho, desta vez uma menina.
  Segundo a cantora, o repertório era bom demais para ficar em apenas poucos shows. Propositalmente, para não assustar os fãs, Maria Rita evitou mudar os arranjos originais e a maneira de interpretar os clássicos eternizados na voz da mãe.
— Poderia ser frustrante para os fãs. Com humildade eu quis respeitar a obra da minha mãe.
 Essas músicas são conhecidas há mais de 30 anos.
O título: Redescobrir, é uma indicação da minha intenção com esse trabalho.
Elis Regina está no inconsciente coletivo do País. Suas músicas ainda são tocadas nas rádios. Mantive os arranjos originais se não eu poderia levar ovos ou tomates na cabeça.
No repertório estão canções emblemáticas como Arrastão, Como Nossos Pais, Águas de Março, O Bêbado e a Equilibrista, Alô Alô Marciano, Aprendendo a Jogar, Maria Maria, Fascinação e Madalena.

Um comentário:

Neto Cordeiro disse...

Vou comprar com certeza!! Duas baitas cantoras.