quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Jesus não curtiu

Pregrador norte-americano afirma que "Furacão Sandy é culpa dos gays"

A Costa Leste dos Estados Unidos está tendo sua pior experiência com a fúria do furacão Sandy, mas um pregador cristão fundamentalista está culpando a passagem da tempestade às lésbicas, gays, bissexuais e transexuais (LGBT).

Em seu blog, o capelão John McTernan afirma que o motivo da passagem do furação Sandy (e uma série de outros acontecimentos recentes relacionados ao clima e a tendências de desastres naturais) seria culpa da comunidade LGBT e do apoio recente de Barack Obama À união homoafetiva.

"Deus está destruindo sistematicamente a América”, disse McTernan. "Basta olhar para o que está ocorrendo neste ano.”

E acrescenta: "Sandy é o furação mais poderoso já registrado, que pode causar danos catastróficos para todo o nordeste do país. Obama está 100% por trás da irmandade muçulmana, que jurou destruir Israel e tomar Jerusalém. Ambos os candidatos à presidência são pró-homossexuais e promovem a agenda gay. A América está sob julgamento político e a igreja não está percebendo disso.”

No início do ano, McTernan ligou o furacão Isaac com a comunidade LGBT, apontando para o fato de que a tempestade que trouxe altos riscos à população americana tenha coincidido com a suposta decadência de Nova Orleans.

"Nova Orleans continua escolhendo a decadência, com a homossexualidade aberta manifestada pelas ruas da cidade”, escreveu. "Pode ser que Deus esteja colocando um fim a esta cidade e sua maldade. A passagem do furacão Isaac é um sinal de que a paciência de Deus com os pecados da América está chegando ao fim.”

Nenhum comentário: