quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Lembrando Carlos Drummond de Andrade:110 anos

Do:CORREIO BRAZILIENSE

Poeta dos abissais mistérios de Minas Gerais, da alma e das coisas do mundo, Carlos Drummond de Andrade completaria hoje 110 anos.
 
O filho de tropeiro que virou fazendeiro passou a meninice entre as cidades do estado natal (eternizadas em versos do Poema de Itabira, Confidência do Itabirano eAusência, por exemplo).
 A relação com a capital mineira, onde iniciou a luta com as palavras, brota nas linhas da Canção da moça-fantasma de Belo Horizonte.
Sua entrada no universo do funcionalismo público o transferiu para o Rio de Janeiro, cidade que o encantou até o fim da vida, musa inspiradora de poemas antológicos, como A bruxa.
 
No Rio de Janeiro, o Instituto Moreira Salles preparou uma programação especial para a efeméride. No Rio haverá ainda o Declame para Drummond na estátua do poeta, no Calçadão de Copacabana, a partir das 20h.

Nenhum comentário: