domingo, 21 de outubro de 2012

Ainda a "Avenida"...

o trecho final de mais uma crônica sobre o tema: 

O Brasil na avenida

Walnize Carvalho

(...)Após sete meses no ar, os quatro cantos da Nação estiveram com os olhos voltados para a “Avenida”, onde as mazelas sociais em exposição, fizeram com que, uma parte do Brasil desfilasse na avenida:
na comissão de frente, mocinhos e bandidos invertiam papéis; nos carros alegóricos, miséria,luxo, luxúria, lixão, mansão foram destaques; nas arquibancadas, apostas, mapas, debates, enquetes, torcidas, disputas;enredos recheados de amor bandido, amor interrompido, desamor, traição, mortes, sequestros, vingança deixaram atônita a comissão julgadora: nós, telespectadores...         
Mais um folhetim se despede do público e em mim desperta a dúvida: ”A vida imita a Arte” ou a “Arte imita a Vida” ?

Nenhum comentário: