terça-feira, 24 de novembro de 2009

Manifestação dos funcionários do Pró-Clínicas

Muitos já sabiam que a situação dos funcionários do hospital era complicada. E neste momento, boa parte dos que trabalham no Pró-Clínicas está na frente do estabelecimento fazendo uma manifestação por conta dos 2 meses de salários atrasados. A qualquer momento, podemos voltar com alguma novidade sobre o assunto.

2 comentários:

Anônimo disse...

Bem eu sou um dos funcionários que estavam na manifestação. Somente para esclarecer o que está acontecendo no Hospital Pró-clínicas: Nós funcionários estamos trabalhando três meses para receber apenas um, por exemplo, trabalhamos o mês de agosto, setembro, outubro mas só recebemos o mês de agosto. E deve ser igual agora no mês de novembro, que ao térmio deste mês provavelmente estaremos recebendo somento o mês de setembro. Tem funcionários que toda semana chora por se encontrar nesta situação, funcionários estão sendo despajados por não pagarem o aluguel. Isso é um absurdo e é ilegal, os responsáveis por isso devem ser penalisados e os funcionários devem ter os seus direitos em dia. Onde está o nosso secretário de desenvolvimento de Campos dos Goytacazes que também é o diretor deste hospital, para dar uma satisfação.

Anônimo disse...

Bom dia.

Saiu uma matéria no "Folha no ar , da Plena TV" falando sobre a crise do Pró Clinicas .O presidente dos Hospitais do Norte Flunimense , representado pela FIgura DE Eraldo Bacelar.O mesmo falou que os funcionários do Hospital , quem que ter bom senso.
A minha pergunta é:mais bom senso?
É muito fácil pedir bom senso, quando não falata nada na sua casa,por exemplo:wiske,carros importados,viagens para o exterior.
Assim é facil demais pedir bom senso.
Como pode , o mesmo falar isso , se já estamos um ano e meio tendo mais do que bom senso,tendo compromisso com uma instituição que não vê os funcionários como prioridade.
Ninguém aguenta mais esta situação.
Basta.
Se os dois pagamentos não sairem até o dia 30/11/2009 , a greve terá início no dia 01/12/2009.