sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Cazuza eterno.



Ainda estou impactado vendo o maravilhoso especial "Por toda a minha a vida" falando sobre o meu ídolo Cazuza. Precisava escrever algo aqui sobre isso. E me permitam que não aceite aqui neste post os comentários "dessa gente careta e covarde". Não estou ligando para as críticas sobre o comportamento de Caju.
Foi uma noite marcante para os amantes da música de Cazuza. Ouso dizer que o especial desta noite foi em muitos pontos melhor que o já famoso filme sobre ele. Depoimentos marcantes e fundamentais de Ney Matogrosso (que foi estranhamente desprezado no filme), de seu pai João Araújo, seu amigo de infância Pedro Bial......O ponto fraco foi o último bloco, muito corrido e com pouca emoção.
Mas muitas coisas foram esclarecidas e o mito de que ele admitiu pela primeira vez ser portador do vírus HIV numa entrevista para Marília Gabriela foi por água abaixo, ao vermos que isso ocorreu numa entrevista para Zeca Camargo( Na época, ainda José Carlos Camargo, jornalista da Folha de São Paulo).
Enfim, uma noite especial e emocionante.
Agradeço sempre a Caju pelos momentos que ainda nos proporciona.
TODO AMOR QUE HOUVER NESSA VIDA PRA VOCÊS......

Nenhum comentário: