terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Twitter derruba delegado no Rio

Do "O Globo":

" Ao analisar em seu perfil no Twitter a falta de vocação de muitos policiais, o delegado da 9ª DP (Catete), Pedro Paulo Pontes Pinho, acabou se prejudicando. Mensagens se referindo às mulheres que atuam na unidade sob seu comando desagradaram a delegada Martha Rocha, chefe da Polícia Civil, e a levaram a destituí-lo da função. Em seu lugar assume a delegada Monique Vidal, que até então era titular da 12ª DP (Copacabana).
As mensagens postadas por Pinho vieram à tona após reportagem publicada no site da “Veja”. Em nota, a Polícia Civil informou que Martha Rocha considerou que o delegado “tem dificuldades em gerir os recursos humanos que lhes são disponíveis”. A delegada também determinou que a Corregedoria Interna de Polícia Civil (Coinpol) examine os posts do delegado em seu Twitter durante seu horário de trabalho.
Uma das mensagens postadas no perfil “Polícia e Poesia — @Delegado_Pinho” que geraram polêmica foi “tenho 14 mulheres no meu efetivo, mas apenas uma, uma apenas, reúne talento, coragem e disposição pra encarar a atividade policial”. Em seguida, o delegado diz “e essa uma, entre 14, jovem ainda, não tem nenhum homem que a supere. A mulher quando é boa no que faz ninguém supera, mas o contrário...”.
Em uma das mensagens, ele se refereà investigadora Ana Maria Abdo Roale: “Uma delas, inclusive, faltou ao serviço hoje e enviou um ‘atestado’, porém está por aí, na internet...”. O policial também faz críticas ao processo de seleção dos servidores: “o modelo de ‘concurso público’ baseado na capacidade intelectual está longe de ser o ideal” para preencher as vagas no serviço público.
Depois de saber da exoneração, o delegado Pinho demonstrou sua indignação em mais mensagens no Twitter: “27 anos de profissão, servindo à sociedade com honradez, e sou ‘derrubado’ p/ uma policial que falta ao serviço p/ ficar ‘gazeteando’ no TT”. Muitas pessoas manifestaram apoio ao delegado na rede social.
— Eu estava criticando a vocação de policiais, independentemente de sexo. Critiquei inclusive a estabilidade no serviço público, que impede a demissão de quem não tem capacidade para exercer a função. Fiz esses comentários porque uma funcionária não foi ao plantão nesta segunda-feira. Ainda não fui comunicado oficialmente da transferência, estou sabendo pela imprensa — disse Pinho.
A Polícia Civil informou que para a 12ª DP foi designado o delegado José William, atual titular da 82ª DP ( Maricá).

Nenhum comentário: