sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Pior que é...


5 comentários:

Anônimo disse...

Dilma não sabe quando libera aumento da gasolina e Lobão ironiza quem bancará “redução” na energia

Por Jorge Serrão – serrao@alertatotal.net

O governo Dilma Rousseff comprova que está mais desorientado que bêbado traído pela amante na condução da economia. A indecisão sobre a hora de aumentar a gasolina, aumentando ainda mais os prejuízos da Petrobrás, e a demagogia em torno da fantasiosa redução da tarifa de energia, prejudicando as distribuidoras de energia, revelam que o Brasil enfrenta um Apagão de gestão no governo paralelo de Lula da Silva. Azar nosso que vamos pagar a conta da incomPTência.

Até o Banco Central do Brasil, que deveria fazer de tudo para o retorno da inflação sob controle, esbanja sinais de burrice. O Comitê de Política Monetária do BC do B teve a coragem de soltar uma ata com a mentira de que o aumento dos combustíveis este ano será de apenas 5%. Se o Copom estiver prevendo a verdade, mais que os donos de veículos, quem vão se danar são os investidores da Petrobrás. A área de abastecimento da estatal de economia mista já perde cerca de R$ 1,8 bilhão por mês com a defasagem no preço da gasolina e do diesel. O prejuízo acumulado já chega a R$ 21,7 bilhões.

Na eletricidade, o rombo vai ser enorme. Humor sem graça é ouvir as palavras do ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, sobre quem vai pagar a conta pela prometida redução de 18% nas tarifas residenciais e 32% nas industriais: “De onde o Tesouro vai tirar o dinheiro é problema do Tesouro”. A previsão é que o Tesouro Nacional torre R$ 8,4 bilhões para viabilizar o corte nas tarifas. A grana salvaria o caixa das distribuidoras de energia – que seriam as maiores afetadas com a demagogia da Dilma, cujo governo não arranja uma solução para diminuir os impostos (que mais encarecem a conta de luz).

A situação não chega a risco de apagão porque a economia brasileira cresce a passo de cágado, graças a um desgoverno que só faz cagada. Mesmo com a redução cantada em prosa eleitoreira por Dilma, o custo da energia no Brasil, para o consumidor final, ainda é um dos mais caros e sem qualidade do mundo. Mesmo problema da gasolina: cara, graças aos impostos, e sem qualidade (misturada ao álcool) – prejudicando os motores e gerando prejuízos desnecessários na conservação dos veículos.

Eis um pequeno retrato do Brasil – cujo governo é campeão em supostas soluções que só fazem aumentar os problemas.

Conta outra

Da professora Mara Montezuma Assaf, um ataque certeiro na demagogia da Rouseff:

“Uma coisa que o povão não está sabendo é que a Justiça determinou que o governo devolvesse aos consumidores os bilhões de reais que foram cobrados indevidamente durante anos nas contas de luz.. Portanto, quando Dilma , em pronunciamento em rede nacional, decide reduzir a cobrança na taxa de energia elétrica, realçando que o Tesouro arcará com R$ 8,5 bilhões para garantir corte na conta de luz , entenda-se por favor que nós consumidores - que no ano de 2012 abarrotamos os cofres da nação com mais um trilhão de reais cobrados em impostos - seremos achacados de novo pelo governo petista que nos obrigará a pagar pela segunda vez o valor indevido que o governo já nos tirou antes. Assim é fácil governar!”

http://goo.gl/8t6Yd

walnize carvalho disse...

É mesmo, amigo Neto!
E a varanda cheia de jornais e panfletos denunciando a casa sem moradores"KKK

Gustavo Rangel disse...

aff to tão afastado do blog que Walnize tá me trocando pelo Neto! kkkk

Gustavo Rangel disse...

aff to tão afastado do blog que Walnize tá me trocando pelo Neto! kkkk

walnize carvalho disse...

...Foi porque esqueci de "deixar a luz acesa" e no escuro troquei de editorKKK