quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Pensando no Carnaval...

Há pouco mais de um mês para o Carnaval, o mensalão inspira foliões pelo Brasil.
No Rio de Janeiro, as máscaras do ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e responsável pela condenação dos envolvidos no escândalo de compra de votos no Congresso, estão sumindo das prateleiras do comércio.
Já foram vendidos mais de 25 mil itens com o rosto do magistrado desde o início do julgamento.
Para a festa de fevereiro, a fábrica, localizada em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, prometeu reforço de mais 15 mil peças.
Ainda assim, os adereços estão em falta nas principais lojas do ramo.
Com novas encomendas sendo feitas diariamente, o fabricante precisou limitar o número de pedidos aceitos para tentar atender à demanda crescente.
As vendas das máscaras do ministro do Supremo dão uma goleada sobre a segunda mais procurada no comércio carioca.
Os adereços do jogador Neymar bateram na casa dos 4 mil itens vendidos até agora.
No centro do Rio, a máscara de Barbosa com óculos e ar sóbrio é uma das mais procuradas pelos foliões.

ZERO HORA, COM AGÊNCIAS

Nenhum comentário: