quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Sobre a polêmica dos médicos cubanos




Não tenho ainda um juízo de valor sobre esta polêmica, até pelos argumentos que tenho lido. De alguma forma um pouco maluca, acho que existem motivos plausíveis de ambos os lados. Mas uma frase de um médico cubano hostilizado em Fortaleza quando chegou, me chamou atenção: "Os médicos brasileiros deveriam fazer o mesmo que nós: ir aos lugares mais pobres prestar assistência"
Reclamamos de hospitais mal equipados, falta de medicamentos básicos, mas nos esquecemos que alguns (eu disse, ALGUNS) doutores nascidos em berço esplêndido se lixam para quem entra em um hospital. Falta humanidade, acima de tudo!

2 comentários:

Roberto Torres disse...

Generalizar é sempre risco grande de erro. Mas falando apenas dos médicos militantes contra os "cubanos", não há dúvidas. São uns facistas canalhas! E burros! Vide a entrevista do presidente do sindicato dos médicos do ceará.

Precisamos limpar nossa medicina dessa gentalha esnobe da classe média tradicional.

Gervásio Cordeiro NETO disse...

Concordo em gênero, número e grau, Roberto.