quarta-feira, 17 de julho de 2013

Surreal...

Uma residência onde nada mudou nos últimos 90 anos
 Família de comerciante inglês não mexeu no local onde moravam após morte do patriarca. Agora, o imóvel está aberto à visitação

Do: globo.com

Biblioteca foi mantida com livros, vasos e retratos na parede
Foto: Reprodução da internet
Biblioteca foi mantida com livros, vasos e retratos na parede Reprodução da internet
RIO — Você consegue imaginar como se vivia cerca de 90 anos atrás? Como eram decorados os ambientes de uma casa, que eletrodomésticos eram usados na cozinha, como eram as louças dos banheiros? Pois graça à insistência de uma família, que decidiu não mudar nada no interior da casa onde moravam após a morte do seu patriarca, em 1932, é possível conhecer, na Inglaterra, os hábitos da época entre as grandes guerras, segundo reportagem do Daily Mail.
A casa foi montada e decorada na década de 20 e, após o falecimento do comerciante William Straw, sua família não trocou sequer a posição de um porta-retrato. A esposa e os filhos passaram um tempo fora, mas mesmo depois, quando retornaram à residência, mantiveram tudo no mesmo lugar: até as latinhas de conserva da dispensa e a cama do pai ficaram intactas. Durante os anos, nada foi acrescentado na casa, como aparelhos de som e televisores. Parece sinistro?
Não para os filhos e a esposa, que continuavam a morar na “casa imortal”. E assim o tempo foi passando. Em 1938, a esposa morreu. Depois disso, os dois irmãos viveram ali até 1985. Um deles morreu em 1990 e o outro há pouco tempo atrás (não se sabe a data certa).
Sem herdeiros, a casa foi para o National Trust (um setor que cuida de imóveis históricos) e hoje está aberto para visitação.



Nenhum comentário: