sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Trinta anos depois, Cazuza ressurge com "nova" música.





Para quem não sabe  adoro as músicas de Cazuza. Meu primeiro blog, que anda meio abandonado chama-se "Todo amor que houver nessa vida", uma das várias músicas da dupla Frejat e Cazuza. Na verdade, a música da minha vida. 
Eis que no fim do capítulo de hoje da fraca novela "Salve Jorge", nos créditos finais, uma voz muito conhecida deste blogueiro começa a cantar uma música que até então, nunca ouvira. Trata-se de "Sorte ou azar", composição de Frejat, maior parceiro de Caju, para o disco de estreia do Barão Vermelho, em 1982. Isso mesmo!! A música tem 30 anos e não foi incluída no primeiro LP do grupo porque o produtor Ezequiel Neves não gostou, já que continha em seu título a palavra "azar". 
Fazendo as frenéticas buscas pelas internet, assim que a ouvi, descubro que no dia 14 de outubro, o "Fantástico" abordou o assunto e ainda mostrou um "clipe", se assim pode se chamar, com o Barão velho de guerra nos estúdios fazendo um novo arranjo para a canção.
Para aqueles, que assim como eu, são fãs de Cazuza, a emoção bateu forte.

Nenhum comentário: