sábado, 9 de junho de 2012

Dica de cinema: O Poderoso Chefão





No verão de 1945"Don" Vito Corleone ouve pedidos de favores durante o casamento de sua filha Connie, enquanto seu filho adotivo, Tom Hagen, apenas escuta. O cantor e sobrinho do DonJohnny Fontane, pede ajuda para estrelar um filme que vai ajudá-lo a re-erguer sua carreira. Hagen vai a Califórnia para se encontrar com o chefe do estúdio Jack Woltz com o objetivo de conseguir o papel para Fontane. Depois de recusar-se a escalar Fontane, ele acorda na manhã seguinte com a cabeça decapitada de seu valioso cavalo Khartum na cama.
Quando ele retorna, os lideres da família se encontram com Virgil "O Turco" Sollozzo, que pede a Don Corleone para proteger os negócios de heroína da família Tattaglia. Vito desaprova o negócio e acha que suas conexões políticas podem ser prejudicadas, assim recusando um acordo lucrativo. Ele manda seu homem de confiança, Luca Brasi, para aprender mais sobre a organização de Sollozzo, porém Brasi é morto pelos homens de Sollozzo.
Don Corleone é baleado cinco vezes nas costas, mas consegue sobreviver. Sollozzo sequestra Hagen e o convence a apresentar o negócio antes discutido ao filho mais velho do Don, Sonny. O filho mais jovem, Michael, que as outras famílias consideram como "civil", sem negócios com a máfia, impede uma segunda tentaiva de assassinato no hospital onde Vito estava sendo tratado, porém sua mandíbula é quebrada após receber um soco do Capitão McCluskey, um policial corrupto. Sonny retalia assassinando o filho de Don Philip Tattaglia, Bruno.
Sollozzo e McCluskey se encontram com Michael em um restaurante italiano para acertar a disputa. Ele finge querer ir ao banheiro, seguindo o plano, para pegar uma arma escondida lá. Ele retorna à mesa e mata Sollozzo e McCluskey. Ele deixa o país para se refugiar na Sicília, onde ele se casa com uma italiana chamada Apollonia Vitelli. O terceiro irmão Corleone, Fredo, é mandado a Las Vegas onde ele é recebido pelos empresários financiados pela família. Uma guerra entre os Corleones e os outros membros das Cinco Famílias começa, enquanto a polícia tenta parar as atividades da máfia. Vito fica preocupado quando descobre o envolvimento de Michael na situação, já que ele queria que Michael não se envolvesse com os negócios da família.
Sonny deixa a propriedade dos Corleones quando ele descobre que seu cunhado Carlo está abusando de sua irmã Connie. Ele espanca Carlo e ameaça matá-lo se ele tocar nela outra vez. Mais tarde, Carlo bate em Connie outra vez e, após receber um telefonema, Sonny dirige até a casa deles. No caminho, ele sofre uma emboscada e é morto no pedágio de estrada. Enquanto isso, Michael escapa de uma tentativa de assassinato na Sicília quando sua esposa Apollonia é morta em um carro bomba.
Don Vito se encontra com os Dons das outras Cinco Famílias e negocia a paz retirando sua oposição aos negócios de heroína de Tattaglia. Ele, com base em suas negociações, deduz que os Tattaglias estavam agindo pelo mais poderoso Don Barzini. Com sua segurança garantida, Michael retorna para os Estados Unidos. Mais de um ano depois ele se casa com sua antiga namorada americana Kay Adams. Quando Vito decide sair do comando da família, Michael assume a posição de Don Corleone. Ele promete a Kay que os negócios da família serão legitimizados em cinco anos.
Michael conta aos caporegimes que ele planeja mudar as operações família para Nevada enquanto distribui os antigos negócios em Nova York para aqueles que decidem ficar. Michael escolhe Carlo para ir a Las Vegas e substitui Tom Hagen como consiglieri, colocando Vito no lugar. Vito explica para um chateado Tom que ele e Michael têm outros planos para seu futuro na família.
Michael viaja para Las Vegas com a intenção de comprar o cassino de seu parceiro Moe Greene. Greene rejeita a proposta, chamando os Corleones de uma organização em declínio. Michael fica nervoso quando seu irmão Fredo apoia Greene contra os interesses da família.
Vito Corleone desmaia e morre enquanto brincava com seu neto Anthony. Em seu velório, o caporegime Sal Tessio marca um encontro entre Michael e Don Barzini, agora uma figura dominante entre as famílias de Nova York. Como Vito havia avisado Michael, o envolvimento de Tessio denuncia sua aliança com os Barzinis, e o encontro é na verdade uma armadilha para matar Michael. O encontro é marcado para o mesmo dia do batismo do filho de Connie e Carlo, onde Michael será o padrinho.
Enquanto ocorre o batismo, os assassinos dos Corleones matam cada um dos Dons das outras famílias de Nova York e Moe Greene em Las Vegas. Após o batismo Tessio descobre que Michael sabia de sua traição, e é mandado para a morte. Michael confronta Carlo Rizzi sobre seu envolvimento no assassinato de Sonny, dizendo que ele está fora da família e está indo imediatamente para Las Vegas. Após Carlo confessar que ele traiu Sonny com Barzini, ele é levado até um carro onde é enforcado por Peter Clemenza.
Mais tarde, Connie junto com Kay acusam Michael de ter matado Carlo. Quando Kay fala com ele a sós ele nega as acusações, uma resposta que ela parece aceitar. Kay vê outros mafiosos fazendo gestos de respeito a ele, mostrando um tratamento similar ao recebido por seu pai, antes que a porta do escritório fosse fechada.

Fonte: Wikipédia

2 comentários:

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKK........ ótima essa!!!!!!!!!!!!!

Bianca disse...

Bom....muito bom!!!