segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Preto no branco

Em certas ocasiões, ser processado por determinadas pessoas, sejam elas físicas ou jurídicas, só serve para valorizar mais ainda o currículo de uma pessoa.

3 comentários:

Anônimo disse...

Assino em baixo.
às vezes, até, a valorização é maior de quem vem a processar.

KiKo disse...

Falou e disse!!!!

Sérgio Provisano disse...

Alguma coisa deve ser feita sim, criar-se talvez uma campanha pela Liberdade de Expressão, Ampla, Geral e Irrestrita, nos moldes como foi a da Anistia.

Acho mesmo que a ação proposta pelo jornal Folha da Manhã, dará como os burros n'água, não vejo em tese, consistência para progredir. Claro que só com mais dados é que poderemos fazer um juízo de valor mais detalhado, mas pela postagem do professor Roberto Moraes, tudo caminha para que a mesma, a ação, seja julgada improcedente.

De toda a forma, o pano de fundo dessa questão, quer me parecer ser uma tentativa clara de amordaçar um espaço, claramente democrático como o é o blog do professor Roberto Moraes, que publica comentários independentemente dos mesmos alinharem-se ou não ao espírito central do tema proposto nos tópicos postados.

Isso, por si só, diminui de forma bem intensa, a credibilidade desse órgão de imprensa, que deveria pugnar sempre em prol da liberdade de expressão, bandeira que a imprensa livre deve sempre empunhar.

Críticas são normais em todo espaço democráticos e, confesso, não ter lido nos comentários publicados, nada que depreciasse a imagem do jornal. Alguns comentários podem ter sido mais duros porém nada de tão agressivo que justificassem a proposição de tal ação. Aliás, tal propositura servirá mais para desgastar a imagem do jornal no universo de formadores de opinião que integram a blogosfera.

Como bem registrou o professor Roberto Moraes ao postar um tópico sobre os cinco anos do seu blog onde ele pondera que apesar da maioria dos comentários ainda ser de anônimos, cada vez mais outros comentaristas começam a se identificar e assinar os comentários.

A ação proposta se refere ao conteúdo dos comentários e não sobre os tópicos. O que a empresa quer, na verdade, é imputar aos proprietários dos blogs, a responsabilidade sobre a opinião dos comentaristas. Entendo ser isso como forçar a barra, mesmo que os comentários sejam anônimos, uma característica normal dos blogs em geral, não dá para passar, pura e simplesmente a responsabilidade sobre a opinião de terceiros.

Vou sugerir à todos os blogueiros que coloquem em destaque, o mesmo que os órgão de imprensa costumam colocar quando querem se isentar de qualquer cobrança posterior, o seguinte: ESSE BLOG NÃO SE RESPONSABILIZA POR QUALQUER OPINIÃO EMITIDA POR SEUS COMENTARISTAS.