quinta-feira, 22 de maio de 2014

Bienal de todas as tribos

Fonte:O Diário


Divulgação
Clique na foto para ampliá-la
Roberto Carlos Ramos, contador de histórias, estará hoje à noite no Espaço Elas e Eles

Da Redação

A literatura segue promovendo um saudável encontro de gerações na 8ª Bienal do Livro de Campos. Ontem, a feira recebeu grupos de estudantes de diversas escolas, não só do município, mas de cidades vizinhas. Olhos atentos aos estandes e um delicioso mergulho no universo da leitura - promovido pelas atrações especialmente programadas para o evento - fizeram com que os alunos tivessem uma aula diferente, cheia de atrativos.

E com os idosos da Universidade Aberta da Terceira Idade do IFF-EPEA não foi diferente. Eles também visitaram a 8ª Bienal do Livro ontem, folheando livros, ouvindo palestras, interagindo e absorvendo mais conhecimentos. -Estou adorando, a estrutura é muito boa. Os estandes são superinteressantes - disse dona Maria Augusta Gomes, 76 anos.

De manhã e à tarde, o poeta Bráulio Tavares e o escritor campista Winston Churchill falaram, no Espaço Café Literário, sobre o tema "Fazendo livros de cordel". Alunos de escolas municipais, estaduais e particulares lotaram o espaço. Os autores voltam a realizar a mesma palestra às 14h, no Café Literário.

A quarta-feira também foi dia de muitas homenagens a José Cândido de Carvalho, personalidade em destaque deste ano na Bienal, que foi aberta na sexta-feira (16). Nos quatro primeiros dias, cerca de 49 mil pessoas visitaram a feira literária, segundo o membro do comitê organizador do evento, Robério Paulo Silva. A contagem dos números é feita de hora em hora, por uma equipe de segurança que fica localizada nas portarias.

Entre os destaques desta quinta-feira estão Nilton Bonder, doutor em Literatura Hebraica, com livros publicados na Holanda, Itália, Alemanha, Estados Unidos, Coréia do Sul, Espanha e República Tcheca.
Também fala hoje na Bienal, o poeta Antônio Cícero, autor de, entre outras obras, O Mundo Desde o Fim, uma reflexão filosófica sobre a modernidade. Cícero participa de um bate-papo ao lado do poeta, letrista, filósofo e escritor, Francisco Bosco, no Café Literário. Também estão na agenda, o desembargador Siro Darlan e contador de histórias e escritor Roberto Carlos Ramos falando sobre adoção.

O evento prossegue até este domingo (25), no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop), com entrada gratuita. As escolas que desejarem agendar a visita dos seus alunos devem entrar em contato pelo telefone: (22) 2733-2530. A Feira está aberta todos os dias, de 10h às 22h, inclusive sabádo e domingo.

Na agenda

ARENA JOVEM
21h
Nilton Bonder
Mediação: Cristiano Simões
Tema: Enigma Corpo & Alma: quem comanda o que?

CAFÉ LITERÁRIO
18h
Francisco Bosco e Antônio Cícero
Mediação: Rodrigo Rodrigues Alvim da Silva
Literatura e Filosofia: As Rimas possíveis e prováveis

15h
Tia Lelê
Turma da Mônica comemorando seus 50 anos

ARENA INFANTIL
9h
César Cardoso - O que é que não é?
14h
Quem pegou uma ponta do meu chapéu de três pontas que agora só tem duas?

ELAS E ELES
20h
Roberto Carlos Ramos
Siro Darlan
Mediação: Thiago Ferrugem
Tema: Adoção: Conceber no coração

ARENA JOVEM
19h- A ilustração do Livro
Rafael Sanches, Rodrigo Rodriges Alvim da Silva
Palestra Ilustrada

Espaço do Autor
19h
Stande da SMEC
Longe de Casa Sara Rifer
20h
Sob a luz do Farol - Sara Riter

Nenhum comentário: