sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Blog do francês Olivier Teboul inspira blog do engenheiro brasileiro Antonio Souza Neto

DO:http://www.comunidadebrasileiranafranca.com/
Inspirado  no  polêmico blog do francês Olivier Teboul, o engenheiro em informática Antonio Souza Neto, lançou hoje em seu blog (A riqueza de viajar) uma página contendo 56 itens sobre a sua experiência de 3 anos na França, período em que concluiu seu mestrado em informática na Universidade de Rennes e 2 anos de pesquisas em Lille.
O blog do engenheiro resume algumas das diferenças culturais com elegância e realismo. Numa versão engraçada, fala do modus vivendi dos franceses, em contraponto às observações do francês que está há 1 ano e meio em Belo Horizonte.
“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu.”
Curiosidades sobre a França
Olá a todos,
Esse post foi motivado pelo muito interessante e bem humorado post de Olivier, um francês que mora no Brasil.O polêmico post cita algumas características brasileiras na sua visão. Como morei 3 anos na França, senti vontade de escrever o outro lado. Ou seja, a visão de um brasileiro sobre a França.
Gostei muito de ter vivido na França, e quero deixar claro que esse não é um post ofensivo, mas apenas uma visão bem humorada sobre as diferenças culturais.
Vamos lá:
1. É mentira que franceses não tomam banho, eles tomam sim, mas nunca mais que um por dia, mesmo que seja verão e esteja fazendo um calor enorme.
2. Os franceses não utilizam desodorante e também não se importam com o cheiro de sovaco dos outros. Um bom exemplo é o “cheirinho de soirée” (festas francesas) onde as pessoas transpiram muito e ficam fedendo, mas ninguém se importa.
3. Os franceses não lavam a mão antes de comer, nem depois de ir ao banheiro. Mesmo se ele tem uma classe social ou cargo alto. Na maioria das casas, há uma porta para a privada e outra para o chuveiro, sendo que a pia sempre fica no mesmo espaço que o chuveiro, impossibilitando o uso por alguém que tenha acabado de usar a privada, caso alguém esteja no banho. Ou seja, é para lavar as mãos depois de tomar banho, mas nunca depois de fazer xixi ou cocô.
4. Na França as pessoas não escovam os dentes depois das refeições e fumam muito. Isso justifica porque pessoas com 40 anos já têm os dentes todos estragados.
5. Na França, o transporte em geral funciona muito bem. Essa foi a maior diferença positiva que senti em relação ao Brasil. As estradas são ótimas. Os metrôs funcionam bem. E a rede de trens rápidos que liga as cidades da França é muito boa. É possível que o transporte na França seja o melhor do mundo, ou um dos melhores.
6. O metrô de Paris fede a esgoto. Mas dizem que o esgoto de Paris é turístico, então essa deve ser a razão.
7. A alimentação na França é muito saudável. Todos comem bastante salada e há poucos obesos.
8. A comida da França é muito boa, principalmente os queijos e molhos de diversos tipos.
9. A carne de boi na França, no entanto, é horrível. Eu tenho uma teoria sobre isso: Como a indústria do leite é muito forte na França, acho que todas as vacas servem para fornecer leite, e todos os bois para reproduzir as vacas, para nascerem novas vacas e produzirem mais leite. Assim, o boi ou vaca só vão para a sua mesa quando morrem de velho.
10. Os franceses são muito educados com as palavras, mas não com os gestos. É muito comum ver alguém dizer “Pardon” enquanto te empurra de propósito numa estação de metrô ou qualquer outro lugar cheio.

Nenhum comentário: