domingo, 15 de março de 2015

Porque não fui.

Viva a Democracia que permite que as pessoas possam ir às ruas protestar! Graças a meus pais, sempre participei de manifestações parecidas como esta de hoje. Na verdade, não tão parecidas assim... Senão vejamos...
Ainda moleque, fazia campanha para o MDB, quando este era o único partido de oposição na Ditadura Militar. Ia a greve dos professores com minha mãe. Fui a comícios pedindo as Diretas. Chorei quando ela foi derrotada no Congresso. Aos 17 anos, votei em Roberto Freire para presidente, quando ele era um cara de esquerda. E eu acreditava na esquerda. Fui cara-pintada e exigi a saída de Collor. Votei em Ciro, Lula, Marina e até em Serra, no 2º turno de 2010. Acertei poucas vezes, errei uma porrada.Mas nunca votei em Garotinho. Disso me orgulho!
Hoje, optei por não sair às ruas. Porque acho que essa manifestação não era parecida com as que fui desde sempre. Sim, acho o pt um engodo, uma tremenda decepção. Sim, acho Dilma uma governante fraca e perdida. 
Mas como participar de uma manifestação onde muitos pregam a volta do regime militar?? Que querem um impeachment de uma presidente reeleita pela maioria da população há menos de 6 meses?? Querem 3º turno, porra?? Também estou puto com a inflação, com o aumento da luz, com o Cunha e o Renan posando de bons moços, inclusive com o apoio velado do psdb do Aécio no Congresso!!
Mas ainda guardo um pouco daquele moleque de 6 anos que começou a ir para às ruas com seus pais. E para minha alegria e sorte, em Cabo Frio, tive Totonho foi meu professor de História. Nessa mesma época, me lembro de um esporro que tomei de mamãe quando "furei" um protesto de alunos contra a aula no sábado e entrei na escola. 
É incontestável que existiam milhares de pessoas hoje nas ruas. Até porque é cultural que qualquer manifestação contra o Governo, seja qual for, encontre eco na sociedade. Ainda mais com boa parte da mídia colaborando para isso. E torço para que Dilma e seus pares tenham humildade para ver que não era só a denominada "elite branca" e o "coxinhas", embora, na minha humilde opinião, até pelo que vi aqui em nossa cidade, e em imagens da Globo News, a maior parte dos manifestantes pertença à classes mais favorecidas. Mas isso é minha opinião. E eles, como qualquer brasileiro, tem todos os direitos de protestar. Muitos deles, são familiares e amigos queridos. E como fiz no 2º turno, tentarei não misturar as estações neste 3º turno das eleições. 
E enquanto a Globo para sua programação o dia todo para mostrar imagens e números, alguns onde as projeções da PM superam os da organização do evento (Sim, isso é possível, meus amigos!!), prefiro sair, dar minha caminhada, ouvindo boas músicas e lembrar daquele moleque de 6 anos, cheio de sonhos e com uma família unida e feliz.
Bons tempos...

Nenhum comentário: