terça-feira, 7 de agosto de 2012

Um Jorge muito Amado

"Me dê as flores em vida"...assim inicia o samba: "Quando Eu Me Chamar Saudade"de autoria de Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito.E muitos o usam para afirmar que desejam reconhecimento e homenagens enquanto estiverem aqui pela Terra.
No caso do grande escritor brasileiro, JORGE AMADO, estes fatores - repito -reconhecimento e homenagens, sempre pontuaram sua trajetória literária que culminam agora com o seu centenário de nascimento.
Sendo assim...Salve Jorge!

Nenhum comentário: