quinta-feira, 5 de julho de 2012

Loco se vai






Infelizmente não teve jeito. O ídolo maior do Botafogo, desde Túlio Maravilha, vai mesmo para o Figueirense. Sou um dos caras que não queria que isso acontecesse. E sinceramente fico triste quando leio e vejo nas redes sociais, alguns que se dizem botafoguenses o criticando de maneira veemente.
Nossa maior alegria nos últimos anos, foi o emblemático título de 2010 em cima do time da gávea. E o nome daquele jogo foi Loco Abreu. Não sei o número exato de jogos, nem de gols marcados com a camisa alvinegra. Mas sei que foi com essa camisa que Sebástian Abreu entrou mais vezes em campo na sua carreira. E sua média de gols é muito boa.
Eis que de repente o cara passa a não servir mais. Há 2 meses e meio ele arrebentava contra Bangu e Vasco. E agora não presta mais. Pois é. Em seu lugar chega um xará do zagueiro de péssimas recordações, Rafael Marques. Nunca ouvi falar desse cara. Mas quem sabe esse processo de "japonização" feito por Oswaldo de Oliveira dê certo. Caso isso não ocorra, ele será lembrado por ter sido o técnico que pôs ponto final na trajetória de um grande ídolo com a camisa do Glorioso.
A mim, só resta agradecer a Loco por todas as alegrias que nos deu e por resgatar o orgulho alvinegro.

Texto originalmente postado no blog Estrela Solitária no coração.

Nenhum comentário: